Porto Alegre - Rio - Nepal


No fim de semana que passou, a tour Louco Pra Ficar Legal esteve em Guarapari. Retomando a rotina sem rotina da estrada. O show foi bacana (há muita gente querida no Espírito Santo) e acabou no meio da madrugada. Antes de fazer o check out do hotel e partir para o aeroporto, sobrava apenas aquele par de horas em que dormir só aumenta o cansaço.

Mais um domingo dormindo milhares de quilômetros. A 8.000m de altura, entre pousos, decolagens e escalas. Dizem que há gente na equipe que ronca mais alto do que a turbina do avião, que inadvertidamente encosta a cabeça no ombro de quem está ao lado e - dizem - até deixa escorrer uma baba pelo canto da boca (não me peça para dar nome aos boys).

Na chegada, encontrei POA devastada pelo vendaval de sexta-feira. Um número impressionante de árvores derrubadas (falam em 3.000!). Falta de água e luz nas casas e a triste constatação de que, sempre que o bicho pega, quem tem menos perde mais. Vinda não sei de onde, a esperança de que um chute na porta desses que a natureza dá um dia nos faça cair na real e unir forças acima de tudo que nos divide. Papo ingênuo? Sim, e daí? Não há mesmo saída via malandragem.

(*)

Entrei em casa no meio da tarde, desfiz a mala e fiquei um tempão no modo zumbi até que o sono me vencesse. Acordei na madrugada. 3h19min, informava o celular com um restinho de carga que pouco durou.

( Gosto da escuridão. Quando estou sozinho e a noite chega, retardo o máximo possível o gesto de acender a primeira lâmpada da casa. Só depois de muito bater com a canela nos móveis dou o braço a torcer. )

45% de bateria no laptop e a falta de conexão à www permitiram que eu me concentrasse no trabalho: retoques no setlist, detalhes do cenário, ideias para um clipe e para o disco novo...


... mas o cérebro ficou pregando peças a noite inteira. Assim: eu clicava num link e só depois me lembrava de que não havia conexão por não haver energia elétrica. Aí pensava: então vou ouvir música. Ops! não tem luz! Ah, é mesmo! Então vou ver TV. Não, não tem luz! Sim, claro, que cabeça a minha! Então vou ligar meus teclados e tocar de fone pois é madrugada. Negativo! Não tem energia elétrica. Ah, sim, sim, como fui me esquecer! Mas então vou ao menos ligar o ar condicionado pra ficar mais fresquinha essa escuridão. Nã-nã-nã-nã-nã, não vai não. É, não tem luz, né? Então vou fazer pipoca no microondas. Ops! Tá, então, enquanto a energia não volta, vou clicar nesse link. Putz.

Assim foi até amanhecer e o sono me atropelar novamente: várias lembranças de coisas a fazer de mãos dadas com o esquecimento de que não era possível fazê-las.

(*)

A ausência é um pouco isso, né: uma presença. Afinal, a gente sente a presença de algo (de alguém, de algum momento) que não está ali. Como, nessa noite, a luz que a tormenta apagou. Algo que a gente esquece de esquecer. Pois o que a gente esquece de verdade, nem ausente está.

Ah, essas mudanças de fuso horário! Com esse nó na cabeça, adormeci. Se sonhei, não lembro - nem ausente o sonho está.

02fev2016


Louco Pra Tocar Por Aí:
No show de Porto Alegre
captaremos imagens para um clipe
de Pra Ficar Legal.
Estão todos convidados!

54 comentários:

  1. "Toda vez que falta luz, o invisível nos salta aos olhos". SRN.

    ResponderExcluir
  2. Abração Humberto , mente brilhante que nunca para essa vida é pouca pra você , mas estamos só de passagem...

    ResponderExcluir
  3. "Algo que a gente esquece de esquecer." - genial !

    ResponderExcluir
  4. Quem tem menos perde mais... Oi quem tem mais perde mais??? Depende do ponto de vista... Ponto de vista do artista... Somos vítimas da natureza??? Acredito que não, o que nos falta é enxergar a beleza!!! "A noite cai de alturas impossíveis" Sou fã, mas não fã alucinado, sem noção, sou fã do trabalho e das canções, da personalidade que pra muitos é arrogante (pra mim nunca foi) e que para mim é apenas a transcendência do artista que realmente é, sem máscaras, sem óculos e sem dúvidas no caminho a seguir... Abraço, sucesso sempre!!! Flagner Ricardo

    ResponderExcluir
  5. Ligado no automático... Quem nunca.

    Perfeito. A cada palavra que leio me encanto mais e mais. Obrigada por encher minhas madrugadas de "Sempre toda segunda vira terça" de poesia.

    ResponderExcluir
  6. Hoje presto minha solidariedade à Porto Alegre, cidade que amo , fiquei super triste em ver tanta gente perdendo , a cidade destruída , que os governantes olhem por ti POA! A parte adorei o texto, meio Camus!!! Abraço Humberto e boa semana!

    ResponderExcluir
  7. Poxa, capta imagens do Rio tb... estaremos lá

    ResponderExcluir
  8. Ansiosa com as novidades que vão desembolar dessa mente genial!! Show em Guarapari foi foda! Senti um Gessinger super à vontade e feliz. Obrigada por nos deixar loucos! Rsrs. Contando os dias pra vocês tocarem em Caratinga/MG. Um grande abraço!

    ResponderExcluir
  9. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir
  10. Ansiosa com as novidades que vão desembolar dessa mente genial!! Show em Guarapari foi foda! Senti um Gessinger super à vontade e feliz. Obrigada por nos deixar loucos! Rsrs. Contando os dias pra vocês tocarem em Caratinga/MG. Um grande abraço!

    ResponderExcluir
  11. Grande! Por amor às causas perdidas....

    ResponderExcluir
  12. Ai você procura o botão de like e... ops

    ResponderExcluir
  13. Descobriu se toda vez que falta luz o invisível salta aos olhos?
    Dado relato, acho que o invisível salta bem mais aos joelhos e canelas! Pro lado de cá é assim. 26 anos andando e parece que cada vez menos sei andar! Hahahaha

    ResponderExcluir
  14. Td vez que falta luz...o invisível nos salta aos olhos.

    EU LONGE DEMAIS DAS CAPITAIS...LITERALMENTE

    ResponderExcluir
  15. Bah! POA sofrendo assim é triste de ver...
    Curioso entrar aqui e ler essa descrição do show seguido da viagem,f inalizando com um sono sem sonhos, quando acordei lembrando do meu, em que eu via você arrumando a mala ainda no camarim, após um show. Rs.
    Boa semana. Que tudo fique bem em POA.
    Daqui, também louca pra ficar legal. ;-)

    ResponderExcluir
  16. "Não há mesmo saída via malandragem." São tantos os casos né?! Daí as esperanças escatológicas. São ingenuidades (utopias)? sim, mas não deixam ter seu papel e ação no presente.

    ResponderExcluir
  17. O dom de transformar o cotidiano em um texto rico e recheado de mensagens pra vida "Pois o que a gente esquece de verdade, nem ausente está".
    Obrigada, só obrigada!!!!
    Minha solidariedade aos moradores de POA, pois não está nada fácil.
    Bjos <3

    ResponderExcluir
  18. Atrasado pra caralho mas estou aqui. Lindo texto como sempre. Vlw mestre.

    ResponderExcluir
  19. Atrasado pra caralho mas estou aqui. Lindo texto como sempre. Vlw mestre.

    ResponderExcluir
  20. Por isso que não largo meus livros, HG! E sempre tenho umas velinhas pela casa.

    ah, estou muito feliz que você vai voltar ao Ceará. Mal posso esperar! :)

    ResponderExcluir
  21. Escuridão... noite liquefeita... tudo tomar forma!

    ResponderExcluir
  22. Como somos dependentes da energia elétrica!
    Senhor Humberto, belo texto!

    Abraço,

    ResponderExcluir
  23. Humberto!
    Sou seu fã a muito tempo, e nunca tive a oportunidade a ir em um dos seus shows ou até te conhecer (um sonho), seus shows são sempre longe de onde moro (Sananduva - RS). Tem previsão de um dia chegar mais perto daqui?

    ResponderExcluir
  24. Da próxima vez vê se compra uma vela e lê um livro... sono na certa! Aqui clico a tomada umas três vezes até lembrar.
    ADRIANA

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Obs.:A vela longe do livro e do colchão hahaha
      Como não durmo no escuro comprei uma lanterninha de 7 cm que cabem três pilhas pequenas.

      Excluir
    2. ...Um dia nos faça cair na real e unir forças acima de tudo que nos divide...
      è isso aí, que Nossa Senhora da Luz(2 de Fevereiro) nos ilumine.Amém. rsrs

      Excluir
  25. 1berto Pernambuco esta louco pra te ouvir legal, quando vai aparece por aqui???

    ResponderExcluir
  26. Humberto,

    a razão
    do amor
    é que o calor
    de quem ama
    não é monocromático

    ResponderExcluir
  27. ...o cara que tem o dom de fazer de um momento trivial uma reflexao poetica... show, Humba...

    ResponderExcluir
  28. Quem é que precisa de luz, com essa mente brilhante que o mestre tem...
    #HumbertoGessinger

    ResponderExcluir
  29. Só VC mesmo para fazer um momento poético num caos desse.. essa é a diferença de quem faz arte de nós reles mortais

    ResponderExcluir
  30. Humberto,

    É sempre muito bom ler suas reflexões e acompanhar essa caminhada da vida real.

    Somos dependentes da natureza - Que bom! -, mas somos vítimas dos seus efeitos colaterais. Além disso, a modernidade se mostra frágil diante da demonstração inconsciente de força que a própria natureza dá. Isso nos ajuda a reconhecer a nossa pequenez e vulnerabilidade.

    Um grande abraço!

    ResponderExcluir
  31. "Na escuridão só vc ouve a canção. ...eu vejo a luz vermelha do teu walkman "
    Ainda bem que o meu funciona até os dias de hoje !!!

    ResponderExcluir
  32. "Na escuridão só vc ouve a canção. ...eu vejo a luz vermelha do teu walkman "
    Ainda bem que o meu funciona até os dias de hoje !!!

    ResponderExcluir
  33. É assim mesmo,toda vez que falta luz o invisível nos salta aos olhos....Engraçado como não esbarramos nas coisas,quando a luz não nos falta.Incoscientemente desviamos delas.Ou alguém aqui se lembra perfeitamente de ter se desviado de um móvel para não esbarrar nele?Às vezes só a falta de luz mesmo para nos mostrar algo...
    Moro em um lugar longe demais de todas as capitais brasileiras já tem um bom tempo.E aqui nunca faltou luz.Dia desses em uma dessas conversas zappadas com um amigo aí da terrinha,ele comentou que tinha faltado luz à noite passada.Confesso.Senti saudades...Senti falta da falta de luz...De quando acabava a luz à noite e em toda casa tinha velas e fósforos.E o que víamos na falta de luz eram sombras refletidas na parede,de bichinhos que fazíamos com as mãos,de corpos pequeninos ou gigantescos que bailavam parede acima...Cachorros,cavalos,coelhos...Só a falta de luz nos mostrava isso.Só na falta de luz os bichinhos se moviam,com o trepidar sutil das chamas da vela.Senti saudades...E pesar pelos meus filhos,que vivem em um lugar onde nunca falta luz.Eles nunca verão as coisas que eu via.As coisas que eu via na falta da luz...

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. e "o mal nasce do medo da escuridão"...

      Excluir
  34. Grande Mestre!!! Fazendo reflexões maravilhosas até sobre a energia elétrica. Cada blog lido é um amadurecimento diário, sabedoria renovada.

    ResponderExcluir
  35. Humberto, faltou trazer as informações que ficaram no ar na semana passada.

    ResponderExcluir
  36. Um trem sem passageiros na visão de quem é cego, freiar é imprescendível.

    ResponderExcluir
  37. Louca pra VC tocar em São Carlos!!!

    ResponderExcluir
  38. Louca pra VC tocar em São Carlos!!!

    ResponderExcluir
  39. A parte boa de faltar energia é que força a gente a se desconectar do mundo tecnológico e fazer coisas simples, porém prazerosas, como uma brincadeira ou jogo manual, à luz de velas com nossos filhos ou ficar contando histórias de como era a vida antigamente... Ligar meu Motorádio à pilhas e sintonizar alguma estação com bastante "verbo no ar"...

    ResponderExcluir
  40. Melhora o sono! Senao o motor nao aguenta!Teu show e energico!

    ResponderExcluir
  41. Melhora o sono! Senao o motor nao aguenta!Teu show e energico!

    ResponderExcluir
  42. Não foi a bíblia que escreveu o fim do mundo. O ser humano é quem está fazendo o apocalipse. Não dá mesmo para ignorar essas tragédias. Acender a lamparina? Seria poético... pq não é moderno? Mas a real é essa cilada da energia. É lamentável que com tantas alternativas positivas para sair dessa crise ambiental, insistem no que, talvez, não seja tão inteligente do ponto de vista do meio ambiente. Esse é meu palpite do dia, já que, enquanto a pipoca de festa carnavalesca passa na avenida, eu passeio pela rede, vendo o que há de bom, fugindo da euforia da folia.

    ResponderExcluir
  43. Tem previsão de show em Recife-PE ? É certeza, vai lotar mais uma vez.

    ResponderExcluir
  44. Nesses contornos situacionais de pensamentos e relidades, reflexões e fatos eu te enxergo como numa eterna viagem infinita

    ResponderExcluir