Sem texto hoje, meus camaradas. Volto semana que vem, ok? Enquanto isso, cuidem-se.

=)

HG


41 comentários:

  1. Poxa....

    Mas tá perdoado se estiver caprichando na nova turnê.

    Abraços e boas vibrações.

    ResponderExcluir
  2. Cuide-se também Mestre. Ótima semana pra você e sua família linda s2

    ResponderExcluir
  3. Cuide - se também...
    Estamos ansiosos pela nova tour.
    "Loucos pra ficar legal"
    Boa semana HG!

    ResponderExcluir
  4. Pensei aqui... ainda bem que podemos contar com a sua arte/ofício, em um cenário musical cada vez mais carente de música de verdade!
    Obrigada mestre!

    ResponderExcluir
  5. Um texto falando que não tem texto, pode ser considerado um texto?

    ResponderExcluir
  6. Uai!! Magoou! Snif! Mas "To louca pra ficar legal"! =(! Boas vibrações pra vocês!!

    ResponderExcluir
  7. Abre esse caderninho aí Humberto! Rsrs

    ResponderExcluir
  8. Abre esse caderninho aí Humberto! Rsrs

    ResponderExcluir
  9. Mais tempo para refletir o texto da semana passada!

    ResponderExcluir
  10. Então também não vou comentar, =) . Abraço e até a próxima semana. Cuide-se.

    ResponderExcluir
  11. Poderia rolar um financiamento coletivo:
    pra um cd com inéditas ( gravadas por outros artistas ) e aquelas sobras de estúdio do tchau radar que tem na internet... seria muito bacana...
    cade o aranha na guitarra ( melhor guitarrista depois do licks )

    ResponderExcluir
  12. Oii Humberto, tudo bem? O meu irmão mora em Registro, no interior de SP e virá em SP só para assistir o seu show dia 06/12 no GRUPO TOM BRASIL. Ele é muito seu fã e gostaria de te fazer um pedido.. nós iremos estar na mesa 615 e o nome dele é RICARDO, tem como você mandar um abraço pra ele no dia do show? Seria a verdadeira realização de um sonho e acho que ele nem iria acreditar.. eu ficaria muito feliz se você
    pudesse fazer isso.. desde já agradeço, muito obrigada!!!

    ResponderExcluir
  13. Que curiosidade sobre o conteúdo desse caderno!

    ResponderExcluir
  14. Que massa! #Show aqui em RO. Quero ver esse cara de pertinho <3

    ResponderExcluir
  15. Venha trazendo, para Cuiabá, algumas da nova tour LPFL!

    ResponderExcluir
  16. Viajando 500 km só para ver o seu show!
    #Amanha #Cacoal

    ResponderExcluir
  17. Cuidando, louca pra ficar legal!!!

    ResponderExcluir
  18. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir
  19. Humberto pq vc afirma q "todo suicida acredita na vida depois da morte"?

    ResponderExcluir
  20. Repertório mais que de mais!!! Músicas Incríveis... Humberto seu cabelo tá Lindão <3

    ResponderExcluir
  21. Argumenaldo estava assistindo a um vídeo pornô na internet. Ficou intrigado ao notar que a vagina rosada da protagonista assemelhava-se à pele de frango cru. Meditou sobre o assunto durante horas. Por fim, decidiu ver outro vídeo pornô no mesmo site de anteriormente. Desta vez notou que a vagina de outra atriz, esta menos rosada, era mais aberta e tinha uma fina fatia de carne dependurada, pendendo sob a entrada do tão aclamado órgão, balançando a cada movimento de sua dona. Não pôde deixar de comparar tal excesso labial com uma imagem que sempre brotava em sua mente: a de um bacon no ar dançando ao vento e espalhando sua fragrância por todo o ambiente.
    Ficou obcecado pelo assunto. Com uma mania que logo virou tara. Sonhava com a vagina rosada de pele de frango misturada a outra que pertencia ao mundo do toucinho defumado. As duas aglutinavam-se, formando uma só imagem. No fim, a coisa, que era duas, virou uma. Dias e mais dias se passaram, não conseguia tirar a vagina de frango com bacon da cabeça.
    Não dá mais!, disse consigo mesmo.
    Foi ao supermercado. Açougue. Pediu um frango inteiro. Pegou um naco de bacon. Foi pra casa.
    Na cozinha, preparava, pelado, sua tão esperada refeição. Era domingo. Ninguém iria aparecer. Poderia fazer o que quisesse.
    Tirou o frango da embalagem. Era um frango de bom tamanho, daqueles que as donas de casa assam no almoço dominical. Reparou no buraco central, entre as duas coxas. Não havia miúdos, logicamente. O caminho estava livre e, podia-se dizer, parecia macio e confortável.
    Ok, agora, como unir o bacon ao frango? Cortou uma estreita tira de bacon, mais ou menos do mesmo comprimento e espessura da tira labial original de sua musa virtual.
    Precisava grudar no orifício do cadáver galináceo. Lembrou-se que tinha uma super bonder na geladeira. Meteu a cola e afixou a fina tirinha. Pronto! Agora era só esperar a cola secar e começar.
    Enfiou seu rançoso membro no gélido buraco morto. A parte de baixo de seu pênis roçava no bacon, formando, aos poucos, uma fina camada de gordura que deixou seu saco lambuzado ao fim da ação. Sua glande deparou-se com duras e pontudas saliências que logo percebeu tratarem-se das costelas da ave. Ia e vinha no ato sexual. Seu órgão penetrava o frango com uma facilidade ímpar. Tudo foi ficando muito pegajoso. A gordura do bacon misturava-se a uma esquisita geleia que era resultante da violenta fricção na carne do pobre galináceo. No meio do perverso ato, Argumenaldo refletiu: “Provavelmente devo estar cometendo uma terrível atrocidade. O fato de ser um animal me torna um zoófilo; por estar morto, já sou um necrófilo; devido à tenra idade do frango me torno pedófilo; e não sei o verdadeiro sexo, se era frango ou franga, isso faz de mim um possível homossexual. Agora, foda-se!” Aumentou a velocidade e força das estocadas, o corpinho do frango começou a partir-se e, nesse ínterim, em meio à carne já disforme e destroçada, gozou.
    Ao término de tão primoroso feito, Argumenaldo desfez-se da carcaça dispondo-a no fétido invólucro destinado ao lixo doméstico.
    Depois, foi assistir ao Domingo Legal.

    ResponderExcluir
  22. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir
  23. Eu descobri esse blog a pouco tempo, e juro que queria entender, (mentira é só uma pergunta retórica mesmo), por qual razão/objetivo, vocês comentam aqui como se falassem diretamente com o Humberto. Eu nunca vi ele responder um único comentário que seja... e olha, a julgar pelo número máximo de comentários que as postagens recebem, não seria nada difícil. Turnê? O cara faz um show por semana e olhe lá! Essa pose de ave rara não condiz com a realidade. Ok, fica a obra genial e as lembranças incríveis, de alguém que já não preenche mais nem a própria sombra do que foi. Fica também a dúvida, pra que postei isso ou vim nesse blog?! Enfim... só pensando alto.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Acho que independente de serem respondidos ou não, isso vai de cada um...principalmente de quem é fã, de quem acompanha de perto.

      Excluir
    2. "Pose de ave rara" a vida dele só não se resume a fama, acredito que ele tenha alcançado certa consciência disso em meio a tantos anos de carreira. Ele escreve por prazer, não por obrigação. Se hoje a vida profissional dele bem menos agitada, ele ta curtindo essa fase como curtiu a fase em que estourou em todo Brasil.

      Excluir
    3. Ele pode até não estar fazendo sucesso como antes, como nos engenheiros, mas em vista do que faz sucesso hoje, do "tra, tra, tra..." "txu, txa, txu, txa" "Beijinho no ombro" e tantas outras letras sem sentido, ou que fazem apologia ao sexo, ele não só preenche a própria sombra como faz jus a ela, sendo o mesmo Humberto genial sim.

      Excluir
    4. Um artista incomum, genial e que não se vende a essa cultura de futilidade e ostentação presente nas mídias hoje. Parabéns Humberto! Parabéns em primeira pessoa. Obrigada Humberto, grande contribuição você deu e continua dando. Pode não parecer muito, mas ao conhecer suas letras pude abrir um pouco mais minha mente e crescer intelectualmente, isso pra mim foi essencial.

      Excluir
  24. aguardando os belos textos detalhados que eu amo.
    na madrugada que vira terça....

    ResponderExcluir