Firme e forte


Tenho um amigo publicitário que, sempre que me encontra, repete que Pouca Vogal e inSULar são "cases de sucesso". Acho que ele se refere a movimentos inusitados na minha carreira em que preferi o risco ao que era esperado e sai firme e forte, ainda sobre a prancha, no outro lado do tubo (metáfora que meu amigo publicitário e surfista irá curtir).

Fico lisonjeado, mas fujo como o diabo da cruz dessa conversa de "sucesso". É um terreno cheio de armadilhas. Pode ser bom para um papo superficial regado a cerveja nos facebootekos da vida. Mas para quem entregou sua vida a alguma arte/ofício, o buraco é mais embaixo e sempre mais profundo.

Case por case, fico com a palavra inglesa que denomina as caixas que protegem meus instrumentos, sobretudo na estrada. Com arranhões e selos de "frágil" das companhias aéreas rasgados e carregados de ironia, elas são testemunhas da alta quilometragem percorrida. Frágeis? Nah, firmes e fortes!

( Como trilha sonora desse devaneio, sugiro Joni Mitchell cantando A Case of You : I could drink a case of you and I would still be on my feet ).

(*)

A semana que passou prometia e cumpriu. Foram passagens maravilhosas por Recife e Fortaleza. Depois do último show (épico!), só tive o tempo justo para um banho e corri para o aeroporto. Embarcado,  o sono me venceu em dois estágios: Fortaleza/Brasília e Brasília/ PoA.

No pouso de um dos voos - não lembro qual - acordei com o comissário pedindo para voltar o encosto da poltrona à posição vertical. Normal, um procedimento burocrático. Mas, sabendo que eu estava dormindo quando o serviço de bordo passara, ele saiu do padrão e, gentilmente, perguntou se eu queria algo. 

Enquanto agradecia e dizia que não precisava, me dei conta de que devia estar com cara de andarilho, olheiras de dar pena... e lembrei de um filme que vi há muito tempo, quando frequentava o Clube de Cinema de PoA. 

Como todos os filmes que passavam naquelas manhãs de domingo, era obscuro, em P&B e não havia chegado ao circuito comercial. Este, especificamente, era tcheco... ou de algum outro país do lado de lá da cortina de ferro... ah, memória que me falha!

Do filme, só lembro de uma imagem: um cara, vestindo terno e gravata, andando de bicicleta por uma estrada de terra, num ambiente rural, com um enorme contrabaixo (acústico mesmo, o bom e velho rabecão) amarrado ao banco de carona.

O braço do enorme instrumento se inclinava até quase tocar a cabeça do músico que pedalava a caminho de uma humilde festa de casamento numa pequena aldeia, onde tocaria com um grupo que incluía acordeon e percussão. 

Bicicleta, baixo e baixista formavam uma figura única e harmônica recortando o céu cinzento. Assim como o grupo de músicos amadores formava uma figura única e harmônica tocando  para os vizinhos daquela pequena comunidade.

Nessa manhã de domingo, a bordo de um moderno jato, não me senti muito diferente do baixista em sua bicicleta. Também estou na estrada e minha música é a bagagem mais importante. Cansado ou não, fazendo o óbvio ou não, vivendo em harmonia ou buscando-a... sempre firme e forte!

(*)

A semana que inicia me levará a Volta Redonda e BH. Ah, Beagá! Volto exatamente um ano depois de, ali, ter gravado o DVD inSULar ao VIVO. Noite especialíssima! Quem foi? Quem vai?

Nas fotos abaixo, algumas das muitas passagens pela capital mineira:






26mai2015

56 comentários:

  1. Respostas
    1. Não me leve a mal... Rs
      Mas na minha tentativa de ser a primeira a comentar, acabei postando um comentário vazio. Só com a minha euforia de ser a primeira. Maluquice de fã.
      Não irei a BH mas vontade não me falta. Estive no show insular em Uberlândia e fui uma dos poucos privilegiados atendidas por você antes do show.
      Engraçado que eu fico totalmente paralisada na hora que te encontro pessoalmente. Planejo falar mil coisas, mas na hora não sai nada. Por isso prefiro entregar uma cartinha hahahahaha.
      Coração de fã sim que é frágil...
      Fã de alguns anos já... Que curte a sua essência.
      Engenheiros, Insular, Pouca Vogal são cases de sucesso pois em sua essência há música boa, poesia, sentimentos...
      Valeu Humberto!
      Espero ir a outro show seu em breve!!!

      Excluir
  2. Guilherme Willian26 de maio de 2015 00:04

    Eu fui; eu irei 1berto!Até Sábado

    ResponderExcluir
  3. O que eu acho legais são as fotos que ele coloca dos shows

    ResponderExcluir
  4. Ótimas lembranças e analogias. Arquivo de fotos muito digno!
    Fiz a ponte POA x Beagá em 2014, inclusive voltei contigo no mesmo vôo. Junto com o time do Palmeiras.
    Este ano infelizmente não será possível.
    Grande abraço!

    ResponderExcluir
  5. HG confirma ai..terá show em Ubá-MG em julho? boa noite aos De Fés!

    ResponderExcluir
  6. "Também estou na estrada e minha música é a bagagem mais importante." ♡
    Ah, devo dizer que seus cases são maravilhosos, mais me parecem insights.. Volte a São Paulo logo, por favor. Parecem que fazem anos desde Campinas e séculos desde o Citibank ��
    Tenha uma ótima semana, mestre ♡

    ResponderExcluir
  7. "Nah!"... Penso que isso te deixa tão perto de quem te acompanha. Não te distancias da sensibilidade que as coisas mais simples da existência humana podem acusar. Escreves com os dedos da alma. Um abraço, Dirce Becker Delwing - Lajeado (RS)

    ResponderExcluir
  8. Eu como uma mera fã de 26 anos de idade não consigo entender o medo de fazer sucesso por um trabalho tão lindo. Só consigo imaginar vagamente os pormenores complicados que o sucesso pode trazer para qualquer artista (já vi em algum filme...). Todavia, fico muito feliz por ver um dos meus compositores favoritos feliz e orgulhoso com mais um bom trabalho. Que venham mais trabalhos comuns e inusitados assim. Amo de mais !!! Bjuuu

    ResponderExcluir
  9. Sabe pq as coisas são assim ??? Pq o senhor fez por merecer , construiu uma linda carreira e têm fãs fiéis q irão pra qlq lado so pra te ouvir cantar e tocar ... Seja bem vindo de volta a capital do meu estado e espero q por essas andanças em Minas , Ipatinga n fique de fora da 1bertour ... Boa madrugada !!! Forte abraço .

    ResponderExcluir
  10. Olá ! Tive a honra de ter ido no primeiro show teu aqui em BH ( Bem novo na época, fui para ouvir toda Forma de Poder, e Infinita H. Fui por instinto) e tive o prazer e a honra de na sequência ir em quase todos os outros show que tu apresentou em BH e alguns em outras cidades das Minas Gerais. Fui na gravação e já estou com o ingresso há mais de um mês para este show de sábado. Agora beirando os 40 já não sou mais daqueles fãs histéricos
    ( Nada contra , só estou mais calmo, e mais cansado fisicamente um pouco hehehe mas continuo sentindo a mesma emoção ) . Aliás sei que existe muita música boa por aí por todos os lados, grandes artistas nacionais e internacionais, mas por acaso a única banda que ainda me faz animar de enfrentar a multidão é a sua e sua música. Ou algum Roger Waters....rsss Grande abraço e até sábado que vem....rsss

    ResponderExcluir
  11. Eu quase não fui ao show aqui em Fortaleza. Minha filha tava doente, dia de hospital e eu cheguei em casa muito tarde e super cansado. Tava desanimado pra ir e minha mulher disse: "vá que eu seguro a onda aqui em casa". Só ela que sabe e talvez consiga mensurar o sentimento deste velho fã que já foi a tantos e tantos....enfim, fui e o bom disso tudo é encontrar os velhos amigos e por incrível que pareça na hora do show eu esqueço de tudo e fico concentrado ali curtindo aquele momento. No fim sou premiado com aquela foto do teu salto no fim e depois sou premiado de novo com teu RT. Uma das maiores virtudes pra mim se chama reconhecimento. Pra você ver como são as coisas.....quando cheguei em casa dei um abraço nela e agradeci. Um amigo achou super bacana esse lance da foto e eu disse a ele que o HG é um cara que sabe retribuir o carinho dos fãs. Vim aqui pra te agradecer :) até o próximo show. Obrigado.

    ResponderExcluir
  12. 1berto,amei seu show aqui em Fortaleza sábado,sim tenho 26 anos e sou sua fan,primeira música sua q escutei foi : o papa é pop,na casa do meu primo, que também era seu fan,e depois de escutar tantas outras não tive como não gostar de suas grandes obras. Obg mestre por fazer grandes canções. Abços. Lianna.

    ResponderExcluir
  13. Só não fui no de 2002.
    Estava de resguardo do Humbertinho. <3
    Isso nem pode ser usado como desculpa né?
    Foi um momento bem louvável.
    Nos vemos sábado, se Deus quiser Agagê.
    Abração!!!

    ResponderExcluir
  14. Nós estamos firme e forte com você! Obrigada por tudo!

    Ps: recarreguei todas as energias no show de Fortaleza! É muito bom ta no lugar onde a vibração é uma só! Todos com a mesma energia...Obrigada. =]

    ResponderExcluir
  15. Quando o comissário "gentilmente" te acordou e perguntou se queria algo, o que você respondeu? Já sei. Respondeu "gentilmente" que queria dormir, kkk. Mas se os cases de sucesso são histórias bem sucedidas, podemos chamá-los de causos, não? Os teus causos aqui contados se não são de sucesso, certamente são genuínos, autênticos. Como você disse em uma música, "há tantas formas de ver o mesmo quadro" ok. Um publicitário vê um case de sucesso, um poeta vê um causo verdadeiro. Ops, poetas não enxergam muito bem, poetas sentem.

    ResponderExcluir
  16. O primero dia (show) de março/2013 está no meu Top 5 de shows de todos os tempos(incluindo GLM). A lembrança mais marcante que guardo, foi ali pela quarta música, quando você deu uns pulos, já com a cara vermelha, como se dissesses para o Rafa/Tavares: "Não, amistoso nada. Aqui é Libertadores. Vamô pro jogo! Inesquecível esse dia.

    ResponderExcluir
  17. Sidnei Rodrigues - SP26 de maio de 2015 12:45

    Isso ai HG todos firmes e fortes na sua carreira.
    São Paulo na espera.
    Uma sugestão, o que acha de incluir Quartos de Hotel nessa turnê.
    Valeu!

    ResponderExcluir
  18. Estive 3 vezes em BH, e as 3 estão em fotos aí! 2000/02/14.

    Muito bom conhecer pedaços desse país acompanhando viajando pela sua estrada!

    ResponderExcluir
  19. “Há um tempo em que é preciso
    abandonar as roupas usadas
    Que já tem a forma do nosso corpo
    E esquecer os nossos caminhos que
    nos levam sempre aos mesmos lugares
    É o tempo da travessia
    E se não ousarmos fazê-la
    Teremos ficado para sempre
    À margem de nós mesmos”
    Fernando Pessoa

    ResponderExcluir
  20. Pode vir de Bike com seu Baixo até a cidade da bicicleta. Te receberemos muito bem. rsrs

    ResponderExcluir
  21. Eu fui! Eu vou! Chega logo dia 30! \O/

    ResponderExcluir
  22. Sim memórias, nostalgicamente fascinantes!!
    ósculos de Elaine

    ResponderExcluir
  23. HG... Em Volta Redonda TB fez grandes shows. Estamos ansiosos pela sua volta a Cidade do Aço! Sexta, chega logo!

    ResponderExcluir
  24. Bela tour Agagê...estive no Citibank/SP e Jundiaí/SP!!! Quem sabe mais algum em Sampa...Valeu!

    ResponderExcluir
  25. O problema de morar em cidade pequena é não ter shows de tamanha qualidade sempre. Estive em Francisco Beltrão este mês e só tenho a dizer que todas as músicas que eu esperava foram tocadas la naquela noite onde tive a certeza de instrumentos e vozes são como portas para uma outra dimensão. Foi demais.

    ResponderExcluir
  26. Humberto. Como é interessante o dia a dia que sua arte faz proporcionar. Varias e varias idas e vindas. Com certeza estarei no show d bh. Por falar nisso, veja este video no YouTube. Um narrador aqui de minas SUPER EMOCIONADO, cita a SUA MUSICA narrando a vitória do CRUZEIRO sobre o SÃO PAULO na libertadores. Muito EMOCIONANTE. http://m.youtube.com/watch?v=jQwX1D7Dj5s . ASSISTA POR FAVOR. Flavio.

    ResponderExcluir
  27. Valeu Humberto! Estou tocando todas do insular e outras mais no meu violão(tenho 47) a turma do vinil! o mais legal é meu filho de 14 anos me acompanhando, já fã do seu trabalho! abraço!

    ResponderExcluir
  28. Alessandro - Jlle/SC27 de maio de 2015 11:48

    Grande HG, abraço.

    ResponderExcluir
  29. Carreira consolidada, zona de conforto, e ainda ter alguma coisa que te emocione na busca incessante por novos horizontes.

    ResponderExcluir
  30. Caralho "desculpe" os termos, mas que show foi esse aqui em Fortaleza??? Simplesmente fantástico, maravilhoso, Insular.....Te Adoro...Saúde e força!!!

    ResponderExcluir
  31. Humberto, foi tão bom ver você de perto novamente depois de tantos anos... a última vez foi em 2007 em Sobral e lá se foram quase oito anos, tempo em que a estudante virou profissional e não conseguiu mais bater sua agenda com a do seu ídolo.
    Fiquei tão emocionada no sábado! Lágrimas escorreram incessantemente, por que você sempre esteve comigo, e cada música daquela fez parte do meu cotidiano nos últimos dez anos, tempo em que você e todos os outros engenheiros entraram e permaneceram na minha vida.
    Foram tantas canções velhas e tantas novas que parecem já conhecidas há tanto tempo. Passado e presente se misturando. Mágico, fenomenal e quase cósmico.
    E, sabe, fiquei tão orgulhosa de você! Finalmente, finalmente as pessoas reconhecem você pelo nome, você é o Humberto Gessinger e não mais "o cantor dos engenheiros do hawaii", não que eu ame essa marca, mas você vai muito mais além dela.
    No mais, eu só tenho a lhe agradecer. Pelos bons conselhos. Não fiquei esperando o telefone tocar, fiz algo por mim, passei um batom e fui me divertir. Um conselho tão feminista dado por um homem, que ironia!
    E também não perdi a vida inteira com a pessoa errada, disse adeus, por que sozinha não queria mais ficar. Sem falar que eu vou até o fim, muitas vezes, você me disse pra não desistir agora.
    Foi maravilhoso, Humberto. Épico. Ainda vamos voltar aquele lugar. Quando você estiver de volta pelo Ceará. Até lá, continuo lendo relendo seus livros, lendo seus textos e ouvindo suas músicas. É sempre como ter uma conversa com um velho e bom amigo.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Ah, e esqueci de dizer: EU TE AMO! Não como aquelas fãs malucas tipo Annie Wilkes, mas amo tudo que sua obra como artista representa na minha vida e sempre representará. Boa noite, alemão.

      Excluir
    2. Que texto bacana o seu! Muito delicado ;)

      Excluir
  32. Interessante que esta semana estava assistindo um canal da TV “bis” e estava passando um programa “Por trás da canção”, onde contava a história da música ‘Infinita Highway’, foi um excelente programa pena que curto.

    Realmente esta canção tem se tornado imortal, como acredito que várias músicas suas são imortais.


    Quando se fala de Humberto não vem à mente apenas Infinita Highway, mas vêm inúmeras canções à minha mente e uma delas é De Fé.


    Continue nesta estrada e siga as placas onde dizem: não fume, não corra...

    Gosto de cozinhar um dia desses vi esta frase na internet:

    “Cozinhar é como tecer um delicado manto de aromas, cores, sabores, texturas. Um manto divino que se deitará sobre o paladar de alguém sempre especial.”

    Acredito que o mesmo se aplica a ti por ser um belo compositor, músico...

    “Compor é como tecer um delicado manto de canções, refrãos, acordes, notas. Um manto divino que se deitará sobre os ouvidos de alguém sempre especial.”

    Até um dia próximo e vida longa.

    ResponderExcluir
  33. super feliz que vai ter show em minha cidade. como não gostar de Humerto Gessiger! simplemente um genio que me emociona com cada letra.
    que venha 26/06

    ResponderExcluir
  34. Estive em BH, ano passado, esse ano não vai dar...mas te encontro sexta feira em Volta Redonda!! Que viagem será...Vale muito a pena!!
    Sucesso sempre!

    ResponderExcluir
  35. Ainda sobre o show de Fortaleza, das coisas que te faz arrepiar e te renova as energias!
    Uma multidão sentindo a mesma vibe na mesma frequência.

    Cara, Foi ÉPICO.

    O meu muito Obrigada, 1berto.

    ResponderExcluir
  36. Sempre um super texto, valeu 1berto!!

    ResponderExcluir
  37. Como escreve bem....por isto minha admiração por está pessoa incrível ....aguardando anciosa pelo.show mais tarde em volta Redonda....levando, claro...meu DVD pra autografar...Lara

    ResponderExcluir
  38. Será o primeiro show que assistirei seu. Que traga poesia e beleza as nossas almas. Um abraço.
    Marcelo Barroso

    ResponderExcluir
  39. Bom dia Humberto...
    Tenho uma baixinha de 17 anos que cresceu ouvindo vc, aliás já te ouvia antes de nascer....rsrs. No mês de junho vamos assisti-lo em Piracicaba, vai ser a primeira vez que ela vai te ver a cores e ao vivo, pela idade, distância e grana até hoje não conseguiu. Bom, o que eu quero dizer é que te admiramos em cada palavra e música, tudo muito bem escrito e cantado. Você é cantor nacional que ela mais ama e as músicas que ela escuta variam entre vc e Beatles. Acho isso demais por se tratar de uma adolescente e confesso que isso me enche de orgulho.
    Seria demais se ela conseguisse te conhecer no dia 19/06 , apenas te dar um oi...rs. Oque vc acha ? Se ela já chorou qdo ficou sabendo do seu show aqui pertinho , imagina uma surpresa dessas? Obrigada Humberto e parabéns pelo "Pouca Vogal" músicas verdadeiras , lindas e bom de se ouvir.Abraço

    ResponderExcluir
  40. Eu fui, eu irei!
    Pena que BH não recebeu uma sessão de autógrafos... aguardo ansiosamente 1berto! Abração!

    ResponderExcluir
  41. A qualidade musical de inSULar me confirmou que quanto mais o tempo passa mais refinado você fica mestre 1berto. Depois daquela magia instrumental que foi Pouca Vogal esse CD não parece uma continuidade imediata, parece que ele foi pensado e preparado e lapidado por uma década.
    Saúde e suces...errr realizações. Te esperamos em Uberaba, tomara que breve. []s.

    ResponderExcluir
  42. Boa noite Humberto .Tenho um filho de 4 anos .Acho que seu menor fã .ata o nome dele é Humberto. levei ele ao seu show em ouro branco .E ele ficou em choque e chorou muito por que queria subir no palco para cantar com você .ele canta o dia todo na minha cabeça .fala que esta ensaiando para cantar com você .ele sabe cantar e fazer todas as posição que você faz no palco .Obrigada por fazer meu filho feliz .

    ResponderExcluir