... (120)

Um bichinho assustado. Tem dias em que todo mundo me parece exatamente isto. O barbudo tatuado, a gostosa do outdoor, o juiz, o assaltado, o advogado, o algemado... Bichinhos assustados.

Sob cada grito ou sussurro ou silêncio, tanto medo! Medo até de pedir socorro.

Por trás das certezas arrogantes cuspidas na timeline ou da humildade com H maiúsculo e dourado, muxoxos de bichinhos assustados pedindo colo.

Esfaqueando-se para estacionar na última vaga do shopping universal seus carros quase-esporte que já saem de fábrica tocando Jamiroquai e com uma lata de energético no console, pobres bichinhos assustados querendo carinho.

Não, isso não é necessariamente ruim. Talvez num dia desses a gente se reconheça bichinhos assustados, assuma nossa fragilidade. Ela pode nos unir e libertar do fardo que pensamos carregar sozinhos.

Aí um refrão que diga "eu não consigo odiar ninguém" pode fazer sentido. 

(*)

Estamos todos no mesmo barco. Como naquele filme - livro - em que um menino náufrago divide o bote com um tigre. A diferença é que somos todos frágeis crianças neste barco. Rosnando como tigres.

(*)

Afinal, o capitalismo engatou uma quinta marcha evidentemente suicida, as opções à esquerda parecem nubladas, o sinal vermelho da ecologia foi ignorado, desbotou, baixamos a guarda e a coisa agora parece estar bem mais séria...

Qual o sentido de seguirmos falando como se cada um fosse o dono absoluto da verdade se estamos, de fato, todos nos cagando nas calças?

(*)

Ok, há quem diga, com uma certa razão, apoiado em dados objetivos, que o ser humano nunca viveu tão bem e seguro, que uma visão pessimista idealiza um passado que, na verdade, foi muito mais selvagem do que o presente.

Ok, ok... mas sonhar é o que nos faz humanos, né? Achar que um mundo melhor é possível.


Insular é um disco forte. Tanto quanto o anterior (só de inéditas), Dançando no Campo Minado.

Entre eles lancei músicas das quais gosto muito. Por estarem em projetos "ao vivo" (Acústico MTV, Novos Horizontes, Pouca Vogal), ao lado de clássicos, talvez tenham passado um pouco despercebidas. Tipo... contos lançados entre romances.

Mas que belo livro de contos seria, né? : Armas Químicas e Poemas, Outras Frequências, Guantánamo, Quebra-cabeça, No Meio de Tudo Você, Vertical, Cinza, Coração Blindado, Faz de Conta, Pouca Vogal, Pra Quem Gosta de Nós, Voo do Besouro, Além da Máscara, Depois da Curva, Breve, Tententender e... Não Consigo Odiar Ninguém.
Boa semana!
15out2013

107 comentários:

  1. Humberto é meu maior ídolo, e meu sonho seria conhece-lo e tirar uma foto com ele... sexta-feira (18) vou no seu show em Maringá, mas provavelmente não vou conseguir conhece-lo :(

    ResponderExcluir
  2. Como sempre, espetacular! Vem pra Poços de Caldas, HG! Aguardamos ansiosamente o INSULAR!

    ResponderExcluir
  3. Tomara que seja boa semana... Hoje estou andando um bichinho assustado, mais do que nos outros dias. Somos todos, né? É só uma questão de tempo para reconhecermo-nos. Abraço!
    PS: Seus livros são viciantes, Insular é viciante! Do resto eu já sou dependente...

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Eu estou viciada na obra gessingeriana há mais de uma década...

      Excluir
  4. Tem toda razão Gessinger ! Vem fazer show em sampa :c

    ResponderExcluir
  5. Vem pra Salvador, Humberto!

    ResponderExcluir
  6. e vdd as vezes me sinto assim:um pobre bichinho assustado e acuado.valew mestre ja posso dormir.obrigado

    ResponderExcluir
  7. Mesma situação, vou ve-lo em Ponta Grossa mês que vem mas dificilmente vou poder te dizer Humberto que tu foste meu professor, meu pai, meu irmão e muitas vezes meu melhor amigo na caminhada. Faço minha modesta arte hoje com muita influência tua, não quero me promover às tuas custas, mas queria que tu lesses mesmo que eu nunca saiba disso as minhas brincadeiras com as palavras, muito obrigado cara! http://otaversificando.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  8. Passando despercebidas? Como se isso fosse possível!! Músicas para serem apreciadas pouco a pouco... E de uma maneira diferente cada vez que se escuta. Músicas que te surgem em episódios diferentes e quando você menos espera, e ela passar a fazer todo sentido!!

    ResponderExcluir
  9. Texto de terça, pontualmente ótimo como sempre! O show em Uruguaiana foi demais! Insular <3

    ResponderExcluir
  10. Tri esse texto de hj, bom agr sim já posso começar a semana :DD
    Boa semana Humberto, até terça que vem abraço

    ResponderExcluir
  11. As aventuras de Pi ... uma graça de filme e realmente, texto reflexão. Boa Semana.

    ResponderExcluir
  12. Deixe q eu odeio por nós dois

    ResponderExcluir
  13. Fui no show do Araújo Vianna... Cantei todas junto contigo e com a galera, pro desespero do desconhecido ao meu lado...

    Continuas sendo o máximo, o Insular ficou espetacular.

    ;)

    Parabéns!

    ResponderExcluir
  14. Cara show de bola te espero em Fortaleza.Boa noitee

    ResponderExcluir
  15. As aventuras de Pi ... uma graça de filme e realmente, texto reflexão. Boa Semana.

    ResponderExcluir
  16. Sensacional! Essas músicas citadas dariam um belo disco... claro!

    ResponderExcluir
  17. Coração Blindado =D
    Desde 2008... Belém continua te esperando!

    ResponderExcluir
  18. Sempre palavras fantásticas Humberto Gessinger.

    Estamos esperando Insular em Goiânia!

    ResponderExcluir
  19. Dia 21/10 aqui no RJ, Humberto. No Palco MPB. o/

    ResponderExcluir
  20. Esse texto deu a mesma sensação de quando eu ouço Cidade em Chamas

    ResponderExcluir
  21. Ainda estou sentindo falta de tchau radar nessa setlist... acho uma música que funciona bem ao vivo e que os fãs em geral gostam bastante.

    ResponderExcluir
  22. "Qual o sentido de seguirmos falando como se cada um fosse o dono absoluto da verdade se estamos, de fato, todos nos cagando nas calças?"

    Taí uma boa questão a ser discutida.

    Gessinger, entre essas músicas que você citou, várias delas podem ser consideradas clássicas. Letras simplesmente espetaculares.. Seria um belo livro de contos.

    Infelizmente não poderei vê-lo, dia 25 em Fortaleza =/ Mas, aguardo ansiosamente sua vinda ao Cariri!

    Abraços!

    ResponderExcluir
  23. Valeu HG pelo PocketShow na FNAC POA, uma pena que não consegui chegar próximo a ti para mostrar o BOX que fiz com todos os seus trabalhos, os quais guardo com muito carinho, talvez na próxima, que espero que seja breve. Valeu!!!

    ResponderExcluir
  24. Esses belos contos que ouço são acalento para o bichinho assustado que cisma em morar em mim há 28 anos. Já virou dependência, parte do ser. Nem sem como seria viver sem ele... Há vida sem ele?
    Humberto, feliz que vem para Campinas, com certeza estarei lá para prestigiar seu trabalho!
    Abraços!

    ResponderExcluir
  25. Super legal esse texto...Entendi como uma leitura do que anda rolando nas nas questões mais recentes do quadro político...(Algumas partes do texto).



    É muito bom saber que o mês que vem tem show em BH - Não tenho mais a ansiedade de antigamente mas continuo com a mesma convicção de que é a música e as letras que mais me identifico é que você continua fazendo.

    É...isso aí Grande Humberto Gessinger...abraços.

    ResponderExcluir
  26. uma ideia: vou gravar um cd-r com essas 17 musicas, assim que achar um titulo ideal ehehe

    ResponderExcluir
  27. É... crianças em parquinhos de shopping... "seguras", mas de olho no amplo espaço convidativo dos corredores; cansados dos mesmos brinquedos de sempre...ou não... Ainda bem que tem muita gente encerando o chão, trocando as lâmpadas... enfim.

    Boa semana de trabalho. A agenda se foi, mas mantenho a fé no dia 21 (tá mais perto agora).

    Abraço.

    ResponderExcluir
  28. Bah bem isso mesmo, somos tão frágeis quanto nossa prepotência e arrogância conseguem esconder (tentam esconder).

    ResponderExcluir
  29. Muito bon o show do Araújo Vianna, e quando tu puxou do lado B do fundo do baú A violência travestida, cara foi demais, foi como estar pós inverno de 1990 ouvindo no LP, muito bom, apesar de eu ter nascido em 89, quando ouço teus discos até parece que vivi aquela época... Abraços de um admirador do seu trabalho.

    ResponderExcluir
  30. "Muito prazer, meu nome é otário!"

    Essa música ficou na minha cabeça enquanto lia o texto!

    Maravilhoso como sempre!

    ResponderExcluir
  31. ... O capitalismo engatou a quinta, a sexta, mas a velocidade está baixando e se ele não reduzir, vai afogar e morrer, inclusive seguido de uma colisão causada pela "furada" no sinal vermelho da ecologia... Quem sabe aí não começamos a recomeçar com menos equívocos...

    Texto profundo, muito bom.

    FALANDO SÉRIO, que beleza de setlist desse pocket show, inclusive a anotação pra não errar a harmônica, aahahaha... (Tentei fazer o solo de "sua graça" com a harmônica em E ( por que parece que o tom da música é E) mas não deu certo)

    ... Deve haver alguma coisa que ainda te emocione, e te faça... Dar autografo no fim do show sexta em Maringá PR 18/10!!!!!!

    ResponderExcluir
  32. Valorizem esse HGênio, o cara merece...

    Obrigado por tudo Humberto, pelas canções, pelos textos, livros, por tudo que você nos propôs em todos os seus anos de carreira solo e de EngHaw!!

    Nós te amamos...

    ResponderExcluir
  33. Belo Horizonte dia 22. te esperamos aqui (:

    ResponderExcluir
  34. Como eu queria compor bem como você Humberto! Venha algum dia fazer um show no interior de São Paulo. Somos meio carentes de boa música pra cá

    ResponderExcluir
  35. Poxa.....vc soltou um post falando q viria pra Ribeirão Preto!!! Confirma ae chefia, pq não ta na agenda.....como disse a ota, la no facebagual: "quase infartei"!!!!!!!!!!

    ResponderExcluir
  36. bem, acompanho o blog de gessinger, sou fã de muitas de suas musicas. Mas nem toda semana as crônicas são legais...às vezes mais é menos...

    ResponderExcluir
  37. Senti falta do abraço no final... mas cara, falando nisso... como faço pra te dar um sincero abraço de bom show em Maringá? =) Se de alguma forma eu não conseguir, já se sinta abraçado. =)

    ResponderExcluir
  38. Este "Post" é 1 dos melhores, concordo com a tese de que estas canções dariam um belo livro de contos, são músicas muito bonitas e com letras especiais como outras tantas lançadas em "discos" mais conceituais. Sobre o Insular, está no meu carro desde que chegou, não consigo parar de ouvir, é sensacional o álbum, espero que faças um DVD desta Tour, ela merece! Já fui no Araújo e irei se vier à Rio Grande ou Bagé, abraço HG.

    ResponderExcluir
  39. Medo!

    Acho que não há quem sinceramente diga que não vivencia o medo.
    Ontem, empaticamente em meu trabalho, vivenciei-o.
    Amarras, postura, omissão dos desejos, paradas constantes e adoecedoras. Eu vivi e me vi no outro.
    Mas em um lindo processo, como borboleta que perde o medo de destruir sua casa, vi também a construção d"A ponte para o Dia": "Romper, partir, cruzar; preciso atravessar a ponte para o dia".
    No final, medos escancarados e postos como potência, um abraço afetuoso, um obrigado mútuo.

    Acho que não há quem sinceramente diga que não vivencia o medo. Acho que não há quem não possa aprender com ele.

    Abraços terapêuticos a todos! :)

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. A terapia de vencer nossas fobias para deixar a alma amadurecer.

      Um grande abraço.

      Excluir
    2. É bom poder participar da construção de pontes para o dia, né?

      Amo amo!

      Vivendo e aprendendo...

      Beijão, queridona!

      Excluir
    3. Carlos,

      Entender o que nossas fobias dizem de nós...

      Abraços

      Excluir
  40. Mais uma vez espetacular continue assim piazão...

    ResponderExcluir
  41. Me lembrei de uma canção do meu ídolo que diz assim:
    "Medo de voltar pra casa, medo de sair de casa e encontrar tudo no mesmo lugar, medo de abrir os olhos, medo de fechar os olhos e enxergar o que não quer nem imaginar"...
    HG: é genial, tão antigo quanto atual;
    tão espirituoso quanto animal;
    tão louco quanto normal...

    sensacional!

    ;)






    ResponderExcluir
  42. Talvez quem banaliza os sonhos alheios, e também quem "vende" que é feliz todo dia, deveria ler seu texto de hoje...

    Abraços, querido ídolo!

    ResponderExcluir
  43. Somos bichinhos assustados, mas, como todo susto, temos o pico de tensão que é seguido pela adaptação como meio de sobrevivência, sem juízo de valor, apenas instinto, e nada mais.

    ResponderExcluir
  44. Sidnei Rodrigues - SP15 de outubro de 2013 13:22

    Canções maravilhosas.
    Belo texto como sempre.
    Show em São Paulo Humberto.
    Abraço.

    ResponderExcluir
  45. Sem comentarios, esta tudo explicito, isso resume o homem, racional irracional......abs

    ResponderExcluir
  46. Como você prefere morrer?? Se suicidar no capitalismo ou ser morto logo a sua esquerda ??? escolha um caminho, não dá pra ficar dos dois lados =) Ecologia...Hunf....Ecologia é puro papo furado.

    ResponderExcluir
  47. 1berto, vamos tocar Engenheiros do Hawaíi, fazer uma jam...

    []´s
    Leonardo Lima/RS
    www.ufrgs.br

    ResponderExcluir
  48. Aí a pessoa vem super tranquila pra ler o texto e ao passo que lê, chora!
    Acho que ainda estou muito sensível por causa do show em Uruguaiana. Foi intenso demais! Saudade que transborda...

    Eu realmente não creio que esse mundo seja tão seguro assim.
    Tenho meus medos, minhas fragilidades, e também quero colo, carinho.
    Mas tão bom quanto receber, é poder dar colo e carinho pra quem precisa... às vezes mais que eu. E isso é uma coisa da qual eu não me canso!

    Quantos às músicas que "passaram despercebidas": Os romances que me desculpem, mas esses contos são fascinantes.
    É uma sensação muito gostosa ouvir os clássicos em diferentes versões, na vibe que os álbuns pedem. Mas, tão bom quanto, é ouvir as inéditas que vêm pra dar corpo, forma, pra deixar a característica evidente daquele disco. E é quando as percebemos em sua essência, que identificamos o sentido/intenção do álbum.
    Das músicas citadas no final do texto, não posso dizer que gosto menos de alguma delas! Se estivessem na minha lista de reprodução agora, não "pularia" nenhuma.
    Cada uma com seu jeitinho, com sua força, leveza e delicadeza (como diria uma querida De Fé de Guarapari - ES).
    Cada uma delas já me ajudou a refletir em diferentes momentos do meu dia, da minha vida.
    Muitas vezes quando me encontro sozinha na cidade onde estudo, e algum medo vem atormentar meus pensamentos, sabe quem me dá colo e carinho? Os contos lançados entre romances.

    Sempre falei que tuas palavras, HG, me tocam como um abraço... daqueles bem sinceros!

    Obrigada por mais uma reflexão, e muito obrigada pelo show inesquecível no dia 11 em Uruguaiana!

    Ao HG e a todos os de fé... uma ótima semana! =)

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Dani...

      Sorri ao descobrir que me referenciou no seu comentário...

      Mesmo sem conhecê-la pessoalmente, admiro-a e compartilho ctg o movimento e a admiração produzidos pela arte do HG.

      Quantas vezes melodias e letras me impulsionaram ou me consolaram. Independente da canção, álbum ou versão, elas me tiram do lugar!

      Ao HG, obrigada!

      A você (ou como dizem, a ti), obrigada e um abraço repleto de afeto!!!

      Excluir
    2. os comentários de vocês dá pra fazer um post rs

      que isso, hein

      Excluir
    3. Este comentário foi removido pelo autor.

      Excluir
    4. haha Não é sempre que escrevo tanto. Dessa vez tive vontade.
      Acredito que o BloGessinger funcione para os de fé como um "diário" interativo.

      Eu curto... os comentários sempre agregam e complementam o post! =)

      Excluir
    5. Dá quase pra lançar um livro! haushaushaushuah

      Excluir
  49. Texto muito bom Humberto
    Ps: vem fazer um show aqui em Petrolina-PE

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Seria ótimo se você viesse aqui! Ando louca para ir em um show seu, aqui têm muitos fãs...

      Excluir
  50. O que mais me revolta é que eu sei que esse cara NUNCA VEM EM BELÉM - PA. Aqui só vem o tipo de lixo que anda em exposição na mídia. Talvez, se Insular viesse com o nome Engenheiros do Hawaii, TALVEZ. Mas Gessinger... pro povo ignorante não é ninguém. Revolta...

    ResponderExcluir
  51. uma ótima seleção de musicas-poesias.

    ResponderExcluir
  52. É...ninguém é o dono da verdade. Belo texto.

    ResponderExcluir
  53. Os dados objetivos afirmam q nunca se viveu tão bem....e tão isolados cada um "queimando o carvão da vaidade"...

    ResponderExcluir
  54. belo Texto,Humberto ''Goulart'

    ResponderExcluir
  55. Bah, Humberto, se superou no texto hoje! Nossos pensamentos se cruzaram em algum momento desta semana, quando me questionava: aonde vamos, afinal, com tanta pressa? Nos atropelando no trânsito, no caixa do supermercado, na vida? Pra que, no fim, tudo isso? Perguntas, perguntas.... "Desde quando poluição é progresso, e desde quando progresso é melhor? Acho melhor começar tudo de novo do que acabar pela primeira vez." Eu também! Beijo!

    ResponderExcluir
  56. Bah, um set-list desses numa próxima tour seria tri, hein? Isso seria algo do tipo "músicas do labo B atuais, num tempo em que não existem lados"? Nah, os lados estão aí, só quem enxerga é que os vê

    ResponderExcluir
  57. Excelente texto!
    Criamos máscaras, fingimos que esta tudo bem, mesmo sabendo/sentindo que ta errado.
    O INSULAR ficou fantástico 1berto, eu esperava muito do cd e descobri que ficou muito melhor :D Tu é o cara. Abraço boa semana

    ResponderExcluir
  58. "Afinal, o capitalismo engatou uma quinta marcha evidentemente suicida, as opções à esquerda parecem nubladas"

    Nubladas? As Opções a Esquerda ou melhor o PT Que nunca foi Esquerda "O Ultimo bom Velhinho da Esquerda Nacional foi Leonel de Moura Brizola" é o CAOS é Tempestade de Corrupção e BANDIDAGEM é Suicidio..

    Obrigado PSDB por ter criado o Plano Real Obrigado PSDB por ter Criado a Nossa Moeda Forte o REAL Obrigado PSDB por ter Acabado com a Inflação no Brasil Obrigado PSDB por ter Criado a Lei de Responsabilidade Fiscal Obrigado PSDB pelos Genéricos Remédios Baratos para pessoas humildes Obrigado PSDB pelo PSF nossa Saúde Funcionava Obrigado PSDB pela Privatização das Teles que deu ao Povo Brasileiro Telefone, Celular, Internet e Computadores já que no passado uma linha de telefone custava 6 Mil Reais e só Rico Podia Comprar Obrigado PSDB pelo Bolsa Escola Vulgo Bolsa Família que tirou os mais pobres da Miseria nos Ultimos 11 Anos. . O PSDB com FHC ganhou duas eleições no Primeiro Turno de LULA já o PT Lula e Dilma nunca ganharam eleição no Primeiro Turno e só nos Governos Collor e Lula / Dilma o Povo foi as Ruas Protestar porque os Governos Collor e Lula/ Dilma são os mais Corruptos da História do Brasil. Vale lembrar que o PT foi contra o Plano Real e o Bolsa escola "Vulgo Bolsa Familia" o PT foi contra tudo de bom que existe no Brasil Graças ao PSDB. Essas denuncias contra os tucanos privataria etc é tudo Oposição suja tudo fabricado pelo PT acostumado a Fabricar Dossies e atacar Adversários PT que sempre usa os mais Humildes para fazer politicagem barata e o pior o PT prega luta de classes sempre atacando as elites.. se alguém neste pais ajudou os mais pobres foi FHC/PSDB não o PT ou Lula e Dilma estes sim governam para as elites e são aliados de corruptos o PT Governa com Sarney, Collor, Renan Calheiros, Maluf, José Dirceu e os Mensaleiros..Vergonha

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. A QUESTAO É QUEM ESCAPAR , QUEM É HONESTO. NAO VEJO DIFERENÇA NO TRONO VAZIO OU OCUPADO TANTO FAZ....

      Excluir
  59. Parabéns pelo Texto Poeta 1Berto..
    e me desculpe não posso ouvir falar em "Esquerda" kkkkkkkkk
    Concordo com você e lembrei de Muros e Grades os Bichinhos presos entre Muros e Grades..
    viver assim é um Absurdo

    ResponderExcluir
  60. Que texto, heim! Como quem diz:

    "Fica pra outra dia
    Ser uma obra-prima
    Que não fede nem cheira
    Não fode e nem sai de cima"

    Deve de ter passado isso pela cabeça do Humberto, antes de escrever esse texto.

    Abraço

    ResponderExcluir
  61. Como você sabe, HG, um mundo melhor é possível e passa obrigatoriamente por Jesus Cristo. Nada a ver com religião, simplesmente fé. Sabendo-se que fé é a certeza daquilo que não se pode ver. Temos no maior best seller de todos os tempos, a orientação: "Não temas!", por isso não podemos ser bichinhos assustados.

    ResponderExcluir
  62. O problema não é ser um bichinho assustado. O problema é ver as coisas com olhos que não são nossos. O problema é que o seu ray-ban tem as lentes escuras de mais.

    ResponderExcluir
  63. Bichinho assustado...
    Olha aí o diminutivo!
    O tigre gaúcho não gosta.
    Tá magoado ou o quê?


    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Meu comentário era pra ser uma reposta ao Araújo de Aguiar! Em vez de clicar em "responder", cliquei em "adicionar comentário". Era dele o último comentário e ficou mais fácil de me confundir.

      Confesso que me magoo fácil de mais. Sou um bichinho assustado, sabe?
      Ficou magoada ou o quê, com a minha mágoa ou o que quer que seja?
      O tigre que não reconhece fronteiras nem culturas, não gosta!

      Excluir

    2. Li em algum lugar que O Tigre não gosta de usar palavras no diminutivo; então fiquei surpresa com o texto "bichinho assustado". Até gostei, mineira que sou...
      Prefiro não ficar "magoada de mais", porque dói. Melhor pensar no trecho da canção que diz "finge que não vê, diz que não foi nada"...

      Excluir
    3. "e leva mais porrada..."
      Achei uma certa graça aqui. Mas, entendi o que você quis dizer!

      Abraço

      Excluir
  64. humberto sou seu fa deste meus 15 anos hoje estou com 34 ja faz bom tempo
    sou de joao pessoa

    ResponderExcluir
  65. Sessão nostalgia: hehehehe.
    Memórias muito antigas de nós mesmos..
    Me lembro de um show em Rio Grande/RS, Humberto com um guitarra cinza (ou prata), ginásio acanhado... e somente uma 10, 11 músicas.
    Deve ter ser sido na pré-história (1985)...

    Abraços,


    André Claro

    ResponderExcluir
  66. Gessinger, adooro os seus textos e to amando seu livro, e sendo uma grande fã sua eu te peço, venha para PETROLINA-PE

    ResponderExcluir
  67. Caramba! Sem texto essa semana! Isso é muito pra mim: a ausência dos textos mas também a presença deles! É marcante quando Humberto nos escreve e marcante quando deixa de nos escrever.

    Não sei descrever bem ao certo, porém, a obra e o autor me são como guias invisíveis, amigos íntimos, mimetizando(ou não) as vozes de minha intuição. São auxiliares para o desabrochar dela. Estímulos que vem do exterior para uma qualidade eminentemente interior.

    Dentro, fora!

    Pra saber onde termina você
    Onde começa
    Não existe regras!
    Pra saber do interior
    Pra saber do exterior
    Não existe regras!

    Queria saber quem me diz
    Ao menos, saber se eu é quem digo
    Quando digo,
    E se digo, porque digo?

    Saber se somos muitos
    Saber se somos um!
    Saber se somos um em muitos
    Saber se somos muitos em um!

    E quem sabe se somos nenhum?
    SOMOS nenhum!?

    Queria lembrar de onde nos conhecemos
    Saber porque nunca nos conhecemos
    Entender o porquê de ter nos conhecido
    Prever quando vamos nos conhecer

    Ver a noite, amanhecer!

    ResponderExcluir
  68. Saudações Humberto!
    Após uma daquelas rápidas trocas de olhares entre fã e artista durante o show (talvez delírio meu), percebi efusivamente que eu, um anônimo (entre tantos), e você, um grande artista, falávamos a mesma língua, a (quase morta) língua do anonimato, a linguagem daqueles que não querem ser obras primas, daqueles que não se interessam com o que o bom senso diz... Talvez tenha sido apenas um momento de epifania, ou apenas o reflexo da capacidade que tu possui (quase meta-física ao meu ver) de se expressar...seja o que for, não me sinto mais um estrangeiro, não tanto quanto antes.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Este comentário foi removido pelo autor.

      Excluir
  69. Vish. Será que aconteceu algo com o Humberto? Nunca vi esse blog atrasar uma segunda sem ele explicar o por que.

    ResponderExcluir
  70. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Este comentário foi removido pelo autor.

      Excluir
    2. Isso isso.

      "Estou farto de semideuses" kkkkkk

      Brincar de perfeição.... causar inveja kkkk

      Como é engraçado. Sério, é engraçado!

      Excluir
  71. Esperando a terça que vem vindo.........

    ResponderExcluir
  72. Vem pra Pato Branco, Humberto!

    ResponderExcluir
  73. 'Tempo De Delicadeza'. Descobri que eram crônicas, afinal. Mas não importa, né?
    "Mas de novo vos digo: sejamos delicados. E, se necessário for, cruelmente delicados".Tempo de Delicadeza, Affonso Romano de Sant'Anna.

    ResponderExcluir
  74. Fiquei uma semana desconectada do mundo virtual e acabei por deixar um dos posts mais bonitos para trás...

    Obrigada Gessinger!!
    ABRAÇOS!!!!

    ResponderExcluir