Janela de (*)p(*)rtunidade - 73



A expressão janela de oportunidade ficou popular de uns tempos pra cá. Provavelmente foi resgatada de outros ambientes pelos livros de autoajuda empresarial que reinventam a roda a cada semestre. 

Não sei qual seria a origem do termo. Sei que, hoje, ele é usado nas mais diversas situações - de políticos procurando a hora certa para lançar candidatura a atletas querendo saber por quanto tempo, depois do exercício, devem consumir proteínas para ganhar massa muscular. 

Eu sempre associo janela de oportunidade ao mundo das viagens espaciais. Imagino uma nave com um período de tempo limitado para entrar em órbita e voltar para casa. Se perder a chance, vagará eternamente pelo cosmo infinito (trilha sonora tensa, close nos olhos do comandante, propulsores a toda força, tchaaaaaannnnn).

É interessante  que uma imagem tão física - janela: uma brecha nos tijolos, um furo no muro - seja usada para descrever algo tão impalpável: o tempo certo.


(*)

Algumas pessoas levam muito a sério esse lance de janela de oportunidade. Correm ofegantes sob a angústia de que a passagem se feche a qualquer momento; de que seja a única e nunca mais se abra. Nessa ansiedade, acabam fechando - além da janela - os olhos para caminhos alternativos.

Nada me parece ser tão radicalmente definitivo na vida. Ok, ok, tens razão: a morte é. Mas a maneira como nos relacionamos com ela, não. 

São várias as variáveis, sempre. E bastou terminar a frase anterior para que estas variáveis já sejam outras. Mesmo o jogo que termina 1x0 não é decidido por um lance só. Namoros não começam por um único beijo e não terminam por um único motivo.


(*)

Mas, tudo bem, vamos admitir que se feche a tal janela de oportunidade. Então... que tal colar um pôster ou fazer um desenho na parede? Isso não te basta? Entendo... Hey, o que tens na tua mão? Uma picareta? Vais abrir uma janela na marra? Ok, tô na torcida!


Bah: A blessing in disguise é uma expressão gringa que acho linda. A versão brasileira é mais direta e menos poética: há males que vem para bem. Seja em que idioma for, o importante é ter em mente que se alguém bateu a porta na tua cara, se concretaram a janela de oportunidade, talvez seja uma benção disfarçada – a blessing in disguise.


o que estava escrito em pedra, 
mesma merda lesma lerda dissolveu 
o farelo, as migalhas com o tempo o vento espalha 
isso não me cheira bem 

o tempo vai passando o passado vai pesando 
o futuro ninguém sabe ninguém vê 
vai abrir uma janela de oportunidade 
esteja pronto de verdade pra saltar 

bora...

braços abertos
janelas abraços
30out2012

117 comentários:

  1. Que texto maravilhoso!!!

    Abraços
    te amo

    ResponderExcluir
  2. Muito bom, o texto veio muito certo para a ocasião, você é um mestre HG!

    ResponderExcluir
  3. Em meio a tanta fisiologia renal, é bom mergulhar por um momento nos textos Gessingerianos!

    Texto fantástico!

    Feliz 3 anos e 5 meses do meu namoro! Que a janela do amor, se mantenha sempre aberta para mim, seja do jeito que for!

    =)

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Na cara, na cara, na cara...
      Gata assim nao fica a toa,
      chora muleque.

      Excluir
    2. Feliz 2 anos e 3 meses de namoro pra nós: um baterista e uma bailarina, um historiador e uma filósofa.

      Belo texto Gessinger, sempre há janelas abertas, senão não poderíamos respirar.

      Abraços !

      Excluir
    3. Que amor!! Parabéns!

      Adorei teu blog, Stéfan!

      Abraço! =)

      Excluir
    4. Obrigado Dani! Tempos que não escrevo lá hehe, mas fico feliz que você tenha gostado de algumas "ondas" que vieram do oceano da minha mente (só pra gessingeriar :P)...

      Abraços !

      Excluir
    5. Me desculpe Sr Anônimo, mas não posso deixar de compartilhar tua frustração...

      Se uma janela se fechou, tente abrir outras!

      Excluir
  4. Nossa,profundo e claro

    ResponderExcluir
  5. E no momento que eu acabo de falar se não for agora não vai ser mais, apareceee este texto... Como assim?? Transmimentoo de pensaçãoo...
    :)

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Tbm tenho dito isso ultimamente. Maravilhoso ler isso ;)

      Excluir
  6. Ando meio assim , fechando os olhos para as varias alternativas, em busca de uma unica janela. Mais uma vez belo texto, HG Sempre.
    Aquele abraço.

    ResponderExcluir
  7. Ando meio assim , fechando os olhos para as varias alternativas, em busca de uma unica janela. Mais uma vez belo texto, HG Sempre.
    Aquele abraço.

    ResponderExcluir
  8. Cada dia Humberto me surpreende com palavras sabias, simples e verdadeiras! Volte ao Cariri #Defé

    ResponderExcluir
  9. Minhas janelas são tantas que acho q a minha parede é um hall redondo gigante...
    nunca perco muito tempo olhando pra uma só pois sei que cada uma me dará uma paisagem diferente e paralelo a isso tenho, ultimamente, me dedicado a ver um por-do-sol diferente sempre que posso/quero.

    Saudações de um Lindoiano de fé!

    Rob Nicolau, 23.

    ResponderExcluir
  10. “Existe uma maré nos casos dos homens a qual,levando à inundação, nos encabeça à fortuna.Mas omitidos, a viagem das vidas deles está restrita em sombras e misérias.Em um mar tão cheio estamos agora a flutuar.E nós devemos pegar a correnteza quando nos for útil,ou perder as aventuras á nossa frente.”

    Lembrei desse trecho de um livro do Shakespeare!

    Se acontecer algum mal quando passarmos a janela não tem problema, não é? Há males que vem para o bem!

    Sensacional, Gessinger!

    ResponderExcluir
  11. Uau, como tuas palavras acalmam, e são verdadeiras!!
    "Há vida na terra,há chances de erro", e de muitas outras coisas,não façamos de um problema mais problemas!
    A vida não é difícil, nem fácil, a vida é a vida!(minha filosofia barata, rs)
    Bjos, boa noite.
    Tani Kronbauer
    Joinville SC

    ResponderExcluir
  12. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir
  13. Males que vem para o bem: Pros cristãos, "o não de Deus", pros agnósticos (ou pouco interessados em porquês): o não da vida, e assim por diante. Com ou sem janelas: "seguir viajem" =)

    ResponderExcluir
  14. sensasional mestre.era ok eu prescisava ler hoje.as vezez temos a janela aberta escancarada e varias vezez por erros pequenos ou medo deixamos ela fechar.

    ResponderExcluir
  15. Acho que do mesmo jeito que algumas pessoas levam muito a sério esse lance de janela de oportunidade, correm ofegantes e acabam fechando os próprios olhos para caminhos alternativos, devemos tomar cuidados para não "Ficar esperando cartas que nunca vão chegar, não vão chegar "X", e nem chegar com "CH"..."
    Como dizia o próprio mestre!

    ResponderExcluir
  16. Sabe aquelas coisas de Vô que ficam impregnadas nas nossas perspectivas pra sempre?
    Aquelas que ganham credibilidade porque a gente deveras acredita na experiência dos mais velhos têm?
    Então... um dia meu Vô me disse que, "quando o cavalo passar arreado, não pode deixá-lo ir embora sem montá-lo."
    Deve dizer respeito à tal janela da oportunidade.

    Meu medo sempre foi montar o tal "cavalo" e cair dele.


    Abração, e, obrigada pelo texto.
    Até mais.

    ResponderExcluir
  17. Ahhhh essa janela, qdo o tesão pela busca da oportunidade acaba....ta na hr de parar e refletir, algo vai mal!!!!!

    Abraço combatente, boa semana!!!

    ResponderExcluir
  18. para mim isso é um mergulho em busca de ar

    ResponderExcluir
  19. É... de certo... a janela se move no espaço... são sempre janelas... por onde vemos as possibilidades... além da janela... de um buraco qualquer no espaço...

    ResponderExcluir
  20. dizem por aí, que nessas viagens de física quantica e tudo mais (que eu, sinceramente, sei quase nada), cada atitude que você toma gera um universo de coisas. Meio parecido com o que você fala sobre os 'fantasmas'... Existe um universo onde agora eu estou dormindo, outro no qual estou estudando e assim vai... em um desses universos esse texto nem existe.

    Se isso for verdade, da vertigem só de pensar.

    Mas é uma janela que se abre, uma oportunidade que se tem... Olhar ao redor e ver que esses fantasmas estão aí, só esperando para serem reais, ou não.

    Bora é abrir essa janela com a picareta mesmo afinal nós já temos feito nosso caminho...

    ResponderExcluir
  21. Texto foda! Um dos melhores que já li no blog (opa, isto revela mais de mim do que do texto, né?). Acho que é pq veio bem a calhar.

    ResponderExcluir
  22. Achei que ia encontrar alguma menção ao Dia do Livro. Sem reprovações, pelo que me lembro, foi o primeiro ano que lembrei a data...

    ResponderExcluir
  23. Me identificou muito com o momento da minha vida. Curso superior e sem emprego, a espera da janela de oportunidade. Desesperança com um pontiho de otimismo que amanhã será melhor. Talvez seja a mão do destino me dizendo que outro caminho será melhor. Afinal, se nos desviamos da estrada é porque ela não foi bem construida.

    ResponderExcluir
  24. "Algumas pessoas levam muito a sério esse lance de janela de oportunidade. Correm ofegantes sob a angústia de que a passagem se feche a qualquer momento; de que seja a única e nunca mais se abra. Nessa ansiedade, acabam fechando - além da janela - os próprios olhos para caminhos alternativos."

    Vou deitar e ficar pensando nesse trecho.. Sempre fazemos isso, né? Chega a ser engraçado.

    Boa Humbertão!

    ResponderExcluir
  25. "Chegou a hora! A luz da aurora boreal"

    ResponderExcluir
  26. No meio dessa bagunça eu sabia que era disso que precisava, tuas belíssimas palavras, Humberto! Cara... no meio do fim do mundo que vejo algumas vezes dá pra pensar que nenhuma janela irá se abrir novamente, mas sabe o que eu ouvi hoje depois de uma noite de inferno, de desespero...? "a minha vida tá meio bagunçada mas ao acordar encontrei um real de pão na mesa, já é um motivo pra continuar a viver, assim pensei." e é justamente isso, há sempre uma luz no fim do túnel, e sempre terá uma janela que se abrirá para cada um de nós, mesmo quando a esperança já estiver pequena, no último suspiro ... eu tenho um amigão e ele sempre me faz erguer a cabeça, é incrível como me sinto bem em tê-lo comgigo e esse eu sei, é fiel a mim para todo o sempre além da morte definitiva, ele estará ao meu lado tenho certeza, ele é Deus, ele é o nosso pai, eu o amo, isso é minha família vei, taí uma janela aberta (: e depois de todo o amor e calmaria que meu Deus me passa, depois de todo o conforto e amor que ele me dá... eu posso estar mais magoada infeliz, com todos os problemas do mundo mas tudo o que tu diz consegue me acalmar e seguir em frente, e lembro sempre das suas palavras, super! Um pouco de Deus na minha vida, um pouco de mãe na minha vida, e um pouco de Humberto Gessinger na minha vida, e tudo está perfeito! Muito amor pra uma pessoa só vei. Não consigo entender tanto amor contido em mim. Ei epa, (quando eu quis dizer "um pouco" quis dizer muuuuuuuuito" ) É FODA VELHO!

    "Algumas pessoas levam muito a sério esse lance de janela de oportunidade. Correm ofegantes sob a angústia de que a passagem se feche a qualquer momento; de que seja a única e nunca mais se abra. Nessa ansiedade, acabam fechando - além da janela - os próprios olhos para caminhos alternativos."
    - Vô te dizer uma coisa seu moço, todos os dias você me surpreende, incrívelmente! Só a mim nãaao, a todos os De Fé, tenho certeza. É demais. BELÍSSIMO, PERFEITO, SUPREMO, INCRÍVEL, MÁXIMO, SENSASIONAL E PROFUNDO TEXTO!!! Valeu, vou dormir linda e feliz.! =))) Muito feliz mesmo"

    ResponderExcluir
  27. Esse Humberto é fera...É de caras assim que a música e a cultura precisa.

    ResponderExcluir
  28. Lindo o texto Humberto! Falar de tempo, como você fala, é singular! Parabéns ! VOLTA PRA LORENA-SP !

    Tales Duarte

    ResponderExcluir
  29. o seu texto é de uma profundidade, é uma janela aberta para filosofia. Obrigado!

    ResponderExcluir
  30. Entendi as entrelinhas, ou não! Mais um excelente texto...

    ResponderExcluir
  31. O melhor poster ainda é aquele da capa do disco Ummagumma

    ResponderExcluir
  32. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir
  33. Gessinger e "Gessingerianos",

    Agradam-me janelas, portas, pontes, esquinas, caminhos, reticências... é lindo ver a vida pintada em mim à mtas mãos e com mtas cores. aos poucos, rabiscos e riscos. afinal, q vida há sem os tais riscos e as tais cores? aos poucos aprendo ou ensino, desaprendo ou desensino, a mim ou a outros... e é tão lindo e angustiante viver: criar asas, recriar ninhos, ver o céu. e se o céu é de um tamanhão sem igual? que bom! esse é um tamanho de vida, um tanto de possibilidade!

    Que venha a vida! Que venham janelas escancaradas... ou não!! Que venha logo o próximo 24!!! Que vc, Humberto, venha a Cachoeiro...

    [ Abraços ]

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Tai gostei !!! ... "final, q vida há sem os tais riscos e as tais cores? "

      =)

      Excluir
  34. (1 )berto ^^]bastante orgânico, estamos vivendo isso.

    ResponderExcluir
  35. Talvez estar preparado para se jogar na "janela de oportunidade", não seja a melhor coisa (ou escolha), a ansiedade de dar o maior e mais belo passo faz com que ficamos com tampões de burro, esquecemos de olhar de lado e ver que na parede do lado tem uma porta semi-aberta, e talvez atras da janela tenha uma grande roseira cheia de espinhos que permanecerão lá mesmo depois que todas as rosas secarem..

    ou talvez o talvez seja só um talvez.. e nada mais..

    ResponderExcluir
  36. "Não se pode experimentar a sensação de existir sem se experimentar a certeza que se tem de morrer..."

    Lembrei desse trecho do Livro " O mundo de Sofia - Jostein Gaarder"

    ResponderExcluir
  37. PROVIDENCIAL! É o mínimo que posso te dizer sobre este texto fantástico (como sempre!)! Bom pra eu me animar pela janela de oportunidade que me foi fechada e pela qual ando choramingando, bom para eu me animar a abri-la na marra novamente ou abrir uma outra na mesma parede... Ou seja, HUMBERTO GESSINGER, Mestre das palavras, vc fez minha noite, minha semana e meu momento presente melhor! Obrigada!!! Lindo!!! Te vejo em Poços!!!

    ResponderExcluir
  38. Dá uma sensação tão estranha não ver o Humberto replicando os comentários: "De fé's à deriva?" rs

    Gostei muito do texto! Esses textos que o Gessinger fala sobre algo, sob seu olhar... onde a conclusão é subjetiva... são fantásticos!

    ResponderExcluir
  39. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir
  40. Texto fantástico, como sempre!
    Pobre dos que não tem a oportunidade, por falta de vontade ou motivo superficial, de ler as ideias, passagens e análises deste grande poeta caracterizado em músico.
    Abraços, De FÉ!

    ResponderExcluir
  41. Caramba, deve ter umas duas ou três terças-feiras que não passo por aqui. O trabalho/faculdade tem me deixado cada vez mais longe dos meus "passatempos" (e cada vez mais perto dos meus objetivos).

    Estava conversando hoje com uma amiga sobre oportunidades que a gente perde por medo de tentar. Se for parar para analisar a gente não perde (quase) nada ao tentar alguma coisa. Mas e se a gente tentar e conseguir? Valerá muito a pena ter tentado.

    Quem fecha a janela de oportunidades, sem perceber, somos nós mesmos. Ninguém consegue nada sem correr atrás daquilo que deseja.

    "Bora, há uma ponte
    Pro horizonte no teu quintal"

    Abraço Humberto!
    Até semana que vem, ou não.

    ResponderExcluir
  42. Esse lance de Janela de Oportunidade é muito irônico. Já perdi uma ótima oporunidade de trabalho em uma quarta, e na sexta seguinte, apareceu uma melhor.

    "Bem, a vida tem um jeito engraçado de aprontar com você,
    quando você pensa que tudo está ok e tudo está indo bem.
    E a vida tem um jeito engraçado de te ajudar, quando
    você pensa que tudo está dando errado e tudo explode
    na sua cara". (Ironic/Alanis Morissette)

    Saudações.

    ResponderExcluir
  43. É como esperar o brinquedo no natal, quando se é guri...sou eu assim, esperando para ler o texto que vem quando a segunda vira terça.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Opa, vamos encontrando familiares distantes por aqui...

      Excluir
  44. Grande texto! Inspirador, animador, como o sol entrando por uma janela recém aberta.

    Aline

    ResponderExcluir
  45. "Pela JANELA alguém estará
    de olho em você:
    completamente paranóico".

    ResponderExcluir
  46. "Há um tempo certo para tudo, e para tudo uma razão...ou não..."

    Há uma frase certa para tudo...se for 1berto

    ResponderExcluir
  47. Texto Fantástico. É incrível o tão quanto genial é o 1berto.
    Parabéns pelos textos.

    "Nessa selva a gente se acostuma a muito pouco / A gente fica achando que é normal"

    ResponderExcluir
  48. 'Janela de oportuniade', algo muito complexo e ao mesmo tempo simples, se ficarmos como já dito 'focados' nesta janela, poderá dar tudo certo como poderemos deixar passar várias coisas, coisas estas que vão desviar o caminho e não passarão nesta 'janela', como vou vê-las se estou focada em um único lugar?

    Interessante que nunca usei o termo 'janela', costumo usar 'portas'. Sempre digo: Quando uma porta se fecha, sempre abre-se outra, muitas das vezes uma porta que nunca esperei que fosse aberta.

    Quanto a morte, o que podemos fazer é: Conseguirmos na estrada da nossa vida, fazermos um bom nome, que tenham boas lembranças de nós. Assim valeu a pena o caminho que trilhamos.

    Até breve, e espero que um dia o meu caminho esbarre com o seu, e assim poderei lhe dizer pessoalmente: 'Vida longa'.
    Esta seria uma: janela de oportunidade?

    ResponderExcluir
  49. Lindo texto!
    E o negócio é esse mesmo: não existe apenas uma janela, existem várias! e picaretas também para abrí-las.
    Humberto, esta foto que vc está de frente para a janela vc tirou no hotel fazenda em Itapecerica, minha cidade natal, no show dos Enghaw em 2006 :) me lembro de já ter visto a foto na ocasião.
    um grande beijo de sua fã de fé

    ResponderExcluir
  50. essa janela vai dar no mar?

    HG, estou escrevendo a palavra que falta,
    e é um nome próprio...

    ResponderExcluir
  51. Pela janela passa o brilho do sol que ilumina as minhas manhãs; entra o ar que eu respiro. Se eu a fecho vou viver eternamente na escuridão. Cabe a mim, então, julgar o critério de fechá-las, ou não. As janelas, assim como as portas e as pontes, poderá ser a travessia que nos conduzirá ao outro lado almejado, ou não. É subjetivo. É subliminar. É preciso decodificar.

    PS: camisa nº 33 - a idade de Cristo.

    ResponderExcluir
  52. Pra mim, tua canção mais positiva! Bóra!!!
    Me lembra da Amélie ainda no ventre da mãe, minha esposa, até mesmo pela frase do filme onde inspiramos o nome, que está de certa forma presente na canção.
    “Quando chega a hora, precisa saltar sem hesitar” (o fabuloso destino de Amélie Poulain).

    A nossa Amélie completa 60 dias dia 1/11! :-)

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Não sabia que era por causa da personagem, que bacana! Já chegou enchendo a vida de alegria, né? Igual a mocinha lá... :)

      Excluir
  53. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir
  54. Precisava ler algo desse tipo.
    Precisava tirar da minha mente que a primeira vez é sempre a ultima chance

    Obgd

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Isso Jorge...

      Nada é uma chance única.
      Nada é a última vez...

      Excluir
  55. Bom.. Zooom... Cá estou ,. pra contar 72! ^^

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Sempre encontrando barreiras, as tais, sais da terra. Elas que de eras em eras detonam a possibilidade de nada acontecer.

      Excluir
    2. Iguais, ou desiguais, mas umas mais cheias de querer ser que as outras..

      Excluir
    3. Mas Ismael...

      Tudo acontece, está sempre tudo em movimento, acontecendo. O sol sempre está nascendo e se pondo e nascendo de novo por essa janela que emoldura a nossa incapacidade de SENTIR o calor, levar um bronze n apele, até umas queimaduras, depende da pele, do corpo em questão...

      Quem nos limita somos nós mesmos, com o nosso medo de sofrer.

      :)

      Excluir
  56. cara demais belo texto
    valeu gessinger

    ResponderExcluir
  57. Eu estou sempre de olho na janela de oportunidade !!! “Pela janela alguém estará de olho em vc” EngHaw

    Ao meu ver, num ambiente interno, a janela traz Luz, Ar e Visão externa, o que não tem nada haver com a Janela de Oportunidade, cujo objetivo é de ti dar uma visão externa do mundo ao teu redor. As oportunidades que vão passando, enquanto as portas estão fechadas. Se ti influencia ou não, aí é a questão que cabe a vc apreciar, ou ir para o outro lado da janela.

    A Janela da Oportunidade traz uma visão do que irá ocorrer no próximo segundo...ou na próxima década...ou no próximo milênio !!! “Ano 2000 era futuro, a pouco tempo atrás” EngHaw

    Espero que a Janela da Oportunidade ti traga p\2013 aqui em Manaus-Am

    Belo texto
    T+

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Exatamente, exatamente...

      Janelas são só para isso mesmo, ver o mundo sem viver nele.
      De uma certa segurança.

      Fernando Pessoa, no seu pseudônimo da onde saiu minha obra favorita, "Livro do Desassossego", descreveu maravilhosamente uma janela:

      "Entre mim e a vida há um vidro ténue. por mais nitidamente que eu veja e compreenda a vida, eu não lhe posso tocar."

      Portas.
      Sabe aquela coisa, bater e bater e bater até que alguém a abra.
      E fazer o mesmo com as nossas fechaduras.

      Boa Sérgio.
      :)

      Excluir
  58. A tal janela de oportunidade tem uns significados bem distintos pro ladrão e pro suicida.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Sim, por isso é bom não perder muito tempo com janelas...
      Nem as construindo, nem pondo grades, nem as pondo em todo canto para usufruir da luz e da vida sem em nada tocar o corpo e as mãos, transformando a existência numa réplica do queijo suíço...

      Concordo soberanamente contigo J.Endres
      :)

      Excluir
    2. Fantástico! Quebrou a ordem das coisas. Onde há luz, há sombras. Às vezes, é melhor manter as janelas fechadas. E ocultar a luz que vem de dentro. Às vezes, o suicídio é manter tudo fechado, não deixar seu sol brilhar pra vida. O lance é discernir quando abrir ou fechar, entreabrir ou escancarar.

      Excluir
  59. Bom texto, mas tenho uma pergunta: vc escreve isso pensando exclusivamente em alguém?

    []'s

    ResponderExcluir
  60. Sir Gessinger
    Sir Gessinger...

    As vezes janelas são fechadas porque uma pessoa simplesmente resolveu usar as portas...
    Sempre há portas, por mais que a torre de marfim tenha ficado imensa, labiríntica e alta.

    Lembrei-me de Alice entediada junto a irmã no quintal da própria casa, e correndo atrás do Coelho Branco que a levou a cair sem saber no País das Maravilhas... Nos longos corredores de um lugar que se desvenda imensamente desconhecido e curioso, encontra uma minúscula porta, de um palmo de altura descreve Carroll. Ela se ajoelha, e lá ao fundo, vê um lindo jardim. E na hora ansiosamente quer passear entre os canteiros de flores, respirar ar puro, correr descalça por aquela relva verde...
    Ela a priore se depara com a pseudo impossibilidade de passar pela porta, (já que é grande demais [egos e orgulhos?] e a porta bem pequena [só crianças herdarão o reino dos céus?]). Ela pensa no quanto seria bom espichar e encolher como um telescópio (adoro essa parte). O que ela consegue com falsos venenos, biscoitos, bolos, cogumelos malucos... Sim, ela adentra o Jardim bonito e conhece toda sorte de coisas e seres mágicos, fantásticos.

    Enfim, é uma parte do livro que sempre leva-me a pensar, nessa de aumentar e diminuir, dos nossos próprios estados mentais, emocionais, psicológicos, sentimentais que nos impedem de simplesmente usar a porta.
    Sempre tão ocupados que estamos a ver a vida passar por janelas... Imaginando "e se fosse assim, e se fosse assado".

    (E falo de mim mesma, falo só de mim)

    But...

    A história de um único homem, é a história de toda a humanidade)

    Quero portas.
    Abertas e livres para correr entre varandas com vista para grandes e verdes, azuis, amarelas, vastidões.

    Janelas é como disse (e concordo) J.Endres: são para ladrões (oportunistas) e suicidas (escolheram morrer).

    Gente que é gente, sonha e vive o que sonha, usa portas.

    http://www.youtube.com/watch?v=hlfPpPvGFS4

    Meu Olá.

    :)

    ResponderExcluir
  61. Para todos nós, algo condizente em película, ao tema, filosofia, assunto Gessinger proposto...

    Jimmy Bolha
    http://www.youtube.com/watch?v=LSOB1_VhgQ0

    Alguém que via o mundo somente de uma janela.
    Só da janela.

    Faz lembrar também do Dr Bactéria, discursando cientificamente e perfeitamente e monstruosamente que tudo está repleto de germes. Por isso manter distância segura das portas...

    E enquanto engrandecemos o ego assustado das doenças, o verdadeiro eu lambe a testa nesses vidros, bolhas, whatever.

    (Falo de mim, só de mim)

    E não tenho opiniões sobre o assunto, só pensamentos, só meros pensamentos.

    :)

    Divirtam-se, é hilário.
    O filme.

    :)

    ResponderExcluir
  62. A poucos dias (24/outubro/2012, pra ser mais preciso) eu vi uma grande oportunidade surgir a minha frente. Soube por uma amigo que um cara que muito admiro (desde tempos idos) estaria lançando mais um de seus livros na FLIQ Natal. Resolvi arriscar todas as fichas pra conhecê-lo e apesar de morar a 216 Km de distância da capital Potiguar, fiz as malas e embarquei nessa janela pra realizar um sonho.
    Resultado: Comprei o livro NAS ENTRELINHAS DO HORIZONTES (autografado por HUMBERTO GESSINGER) e tirei foto com HG.
    QUANDO UMA JANELA SE ABRE, AS VEZES É PRECISO APROVEITAR A CHANCE OU UMA PRÓXIMA QUE SE ABRIR TALVEZ NÃO ESTEJA AO SEU ALCANÇE.
    "PRA PEGAR A ONDA TEM QUE ESTAR, NA HORA CERTA, NUM CERTO LUGAR." HG
    valeu HUMBERTO. ATÉ A PRÓXIMA.

    ResponderExcluir
  63. Humberto,
    Falando em oportunidades, o que você tem a dizer sobre a dificuldade de achar seus discos pra comprar (os lançados pela Universal Music) ?? tenho procurado constantemente pra comprar mas sao hiper difíceis de encontrar.
    abraço! belo Texto!

    ResponderExcluir
  64. Humberto , me acha no FACE e fica meu amigo!!!!bjs

    ResponderExcluir
  65. Cara, aproveitando a janela da oportunidade, queria te pedir um favor.
    Sou estudante de pedagogia em Pindamonhangaba-SP, próximo a Aparecida do Norte. Tenho um Trabalho de Sociologia da Educação sobre Ideologia, e dentro desse trabalho tenho que fazer um estudo de caso. Bem, no caso eu escolhi a musica Freud Flintstone. Me lembro que a muito tempo tentei fazer uma leitura da ideia que você tentou transmitir com musica, apenas pelas palavras, e fiz a seguinte leitura:

    "Freud Flintstone representaria o lado obscuro, controlador e alienador da TV, e que de certa forma, torna-se o ídolo de muitas pessoas. Entendi também que, a letra descreve a busca pela violência gratuita na media, tanto física, moral, politica, social, etc. E finalmente finaliza com a mensagem de tirarmos a TV do Altar e enterra-la viva, ou seja, não vê-la como fonte de Verdades Inquestionáveis."

    Isso foi um resumo da minha ideia, bem descontextualizada, mas se você puder me indicar algum texto na Internet em que você contextualize a ideia da musica, ficarei muito grato.

    Sei que você não trabalha com ideias fechadas, mas seria bom entender o seu ponto de vista.
    E antes de mais nada, me valeu os valores de suas musicas.

    Talvez teria sido melhor, que as pérolas fossem arremessadas aos porcos!

    ResponderExcluir
  66. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Humberto! Essa semana peguei um autógrafo contigo na feira do livro!!! Sabe de uma coisa, ás vezes eu travo, e não consigo dizer as coisas, bem... queria ter te dito ''Bah!obrigada pelo teu trabalho,...com as tuas músicas e teus textos eu conseguir ver algumas coisas por ângulos novos, e isso me fez sim ser uma pessoa melhor!! Ter dito que admiro além do teu trabalho , a pessoa que tu é - esse cara paciente que deu atenção e carinho pra cada fá teu que estava naquela fila enorme, tirando foto e sendo simpático!-
      Um abraço,daqueles de aniversário,em que a gente balança a pessoa hahaha =D

      Excluir
  67. que bom ligar o PC e ler coisas que prestam, a internet tem muita coisa boa de se ler, um texto trilegal meu irmão!!
    1berto vc é um iluminado, suas palavras não definem apenas um texto conceitual, mas vai além define o indefinido, subjuga a criatividade nas entrelinhas de uma composição cativante e surpreedente, fazz bem ler HG tanta gente se identifica, de coração mesmo amigo! OBRIGADO por oescrever para nós brasileiros com ´pouco incentivo à leitura, iniciar uma criança a tter gosto pela leitura ainda é um problema cultural muito sério por aqui!!!!
    somos crianças de ontem (anos 70 80 90) que graças aos POSTs HG voltamos a ter gosto pela leitura


    ResponderExcluir



  68. SOBRE AS JANELAS DE OPORTUNIDADES ELAS SE VEM E SE VÃO... Então? porque este medo de ficar prá trás
    De não ser sempre mais
    De nunca mais poder?
    CULTURA E HORA CERTA PRA VOCE!!!
    LoUco DE sATISfaÇaO
    du herreira SJ RP SP

    ResponderExcluir
  69. Quem sabe não devessem se chamar de "Janelas de oportunidades", mas sim de "Janelas de Atitudes" ou algo do tipo, não sou muito bom com nomes... Como é lei, toda ação gera uma reação. Quem sabe essas tais "janelas", sejam fruto do nosso próprio esforço. Porém, como na vida estamos sempre preocupados em vencer, deixamos de notar todos os caminhos que se formam a partir de nós mesmos... Então existe o medo de que nunca apareçam as chances de ser "alguém na vida", mas o que acontece é que as pessoas hoje em dia se preocupam mais em encontrar um atalho, do que um caminho longo, cheio de lembranças e aprendizados, enfim coisas que levaremos para a vida inteira... Lembre-se o dinheiro acaba, as pessoas mudam, um dia todos vão embora... E você tem o que, fora o que viveu , o que viu, o que aprendeu? Então não ligue se perder algo, afinal, a vida é feita de escolhas, porém no final de tudo... Restam apenas as lembranças.

    ResponderExcluir
  70. Isso é um belo texto.
    Quantas janelas se fecham, algumas até mesmo sem percebermos. Outras que não deveriam se fechar, será? Outras que se abrem cada vez mais.

    Se uma janela se fecha, quem sabe a porta estará aberta, ou quem sabe há formas de entrar pelo basculante escondido pelos fundos, ainda que apertado?
    Alternativas. Sempre haverá um lugar que te agrada.

    "Hoje eu sei, só a mudança é permanente."

    Abraço Gessinger!

    ResponderExcluir
  71. Revelador esse texto...
    Eu sempre achei que o HG fosse reencarnacionista, pois ele sempre brinca com "as vidas" em suas letras, mas se ele acha que a morte é definitiva...

    Acho que se perdemos a janela de oportunidade, sempre podemos reconstruí-la, nessa ou em outras vidas, ahahhaha...
    Como diz o poeta: Tente outra vez!!!

    ResponderExcluir
  72. " Sim, eu poderia abrir as portas que dão pra dentro.
    Percorrer correndo corredores em silêncio... Mas... eu prefiro abrir as janelas para que entrem todos os insetos."

    C.V.

    ResponderExcluir
  73. " Sim, eu poderia abrir as portas que dão pra dentro.
    Percorrer correndo corredores em silêncio... Mas... eu prefiro abrir as janelas para que entrem todos os insetos."

    C.V.

    ResponderExcluir
  74. eu to alargando a minha janela...algumas vezes com picareta... =) beijos

    ResponderExcluir
  75. Oi Humberto...

    Sempre me jogo p dentro dessas janelas quando ela brilha p mim, sempre... rsrsrs...às vezes me arrependo e pulo de volta... e assim , de rolo, vou levando a vida...

    Vou te contar... Minha avó paterna Maria Gessinger Skrebsky era irmã de sua avó... que janela distante...
    A veia musical aparece em toda a família, tenho 2 filhos com a veia, vários primos, meu pai pequenininho tocava gaita de fole de ouvido...lá na bucólica Vila Clara pertinho de Mata, RS....há mais de 60 anos....

    Tô indo hoje em Biguaçu te ver tocar e se der oportunidade vou lá me apresentar... como dizia Mário Quintana:" conversa de velho é cheio de parênteses e esses parênteses são cheios de parentes".. sabe como é...estamos na faixa dos 40 rsrsrs
    Alessandra Skrebsky

    ResponderExcluir
  76. tudo de ruim é uma oportunidade
    aprender com a dor é um clichê que muitos rejeitam

    quando o sol bater na janela do seu quarto....

    ResponderExcluir
  77. e aí HG não vamos ter twitcam in november????

    ResponderExcluir
  78. Obrigado por mais um texto Gessinger e diz a ela que eu a amo... E que a nossa janela nunca se feche e se fechar que se abra novamente em cada amanhecer para que o Sol e o horizonte possam entrar...

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. ... Eu preciso, é necessário!

      Aqui estou e dentro de vc...e onde mais poderia estar...!

      Excluir
  79. 1berto,

    Hoje, véspera de novo texto da madrugada, deixo aqui o meu registro sobre a metáfora da janela, mas fico surpreso quanto a não ser o único a aproveitar a leitura no decorrer da semana, antes ainda que a segunda se torne terça. Belo texto, bela estrutura, bela reflexão. Um grande abraço.

    ResponderExcluir
  80. Boa noite Humberto!!! Tudo bem cara? Pra mim é uma grande satisfação ter descoberto um blog de um dos meus ídolos da minha juventude!!! Quando virá fazer novos shows no Rio e em Niterói ? Aproveita e siga o meu blog também http://musicandocomlele.blogspot.com.br/, quem sabe você não grave alguma de minhas músicas dando aquela força!!!
    Abraços e saudações tricolores do Rio!!!!
    Lelê Garofle!!!

    ResponderExcluir
  81. Cê tá muito ligado nesse negócio de autoajuda empresarial (ops, li o texto novo primeiro). rs

    ... janela de oportunidade e todas as frustrações que ela acarreta, eu hein. Xô pra lá, baixo astral.

    ResponderExcluir