TUD(*) ESTÁ PARAD(*)? RECARREGAR! - 66



Não sou insensível às ondas. Até tenho bom ouvido para elas. Noto rápido quando muda o design das abas dos bonés e quando elas são usadas para proteger - do sol ? - a testa ou a nuca. Quando a moçada adota chapéus Fedora (...tipo Chicago nos anos 40...) meu radar dispara. Apesar de não ser da minha conta o que se passa dentro ou fora da cabeça dos outros.

Capto rapidamente o espírito da coisa quando, do nada, começo a ver um monte de gente tocando ukelele e escaleta ou fazendo de conta que precisa das últimas traquitanas high tech para saber, em tempo real, com um leve toque na touch screen, qual a umidade relativa do ar no sul do Gabão.

O que eu não sei fazer é surfar essas ondas. Respeitar o tempo delas, às vezes, se confunde com ignorar o meu. E isso ninguém deve fazer. Quem eu seria se não fosse o cara que gravou discos de roque progressivo no auge do grunge?

No meu mundinho, vejo canções rodopiando como fossem dados lançados por uma mão misteriosa. Eles nunca param de rolar. Como pedras que rolam, não criam limo. Que número vai dar? Ninguém saberá o fim desta história. 

(*)

Quando conversei com o Rogério Flausino sobre a participação num show do Jota Quest em POA, ele disse que estavam preparando um novo disco e perguntou se eu tinha alguma letra para "parceriar". Infelizmente eu não tinha nada... nada muito pronto... só uma nuvem de meios caminhos, frases inacabadas, becos sem saída, sílabas esperançosas e confusos embriões. Ideias paradas esperando outras palavras.

Talvez catalisados pelo encontro, no caminho de volta pra casa pintaram uns versos. Confesso ter ficado um pouco constrangido ao mandar para o novo amigo mineiro uma letra poucas horas depois de afirmar que estava passando por um período de seca (digamos encubação, para não ficar tão dramático).

tudo está parado
esperando uma palavra
os carros e o metrô
tudo está parado

o vento que ventava
a janela que batia
tudo está parado
esperando uma palavra

o braço do pintor
o martelo do juiz
o disco voador
todos os satélites

a onda e o surfista
o protetor de tela
tudo está parado
esperando uma palavra

a pancadaria
no filme de ação
o solo da guitarra
antes do refrão

a noite que caia
o ciclo das marés
a fumaça que subia
pela chaminé

tudo está parado
esperando uma palavra
tudo está parado
esperando uma palavra

fiz uma pergunta
no escuro deste quarto
e agora o mundo inteiro
espera uma palavra

diz aí
o que eu quero ouvir
diz aí
o que eu preciso ouvir

(*)

Muito afim que sou de misturar elementos da música regional gaúcha no meu som, mandei pro Duca músicas do Luiz Carlos Borges e do Gaúcho da Fronteira (todas em compasso ternário, o bom e velho 3/4) e pedi que ele compusesse algo desse tipo para eu colocar letra. Pintou Recarga!:

recarregar - reiniciar
reinventar - reabastecer

arriou a bateria
e o dia mal começou
virado num bagaço
o cansaço me pegou

combustível na reserva
troco a erva do chimarrão
não tá morto quem peleia
game over ainda não

alimento pra usina
em cada esquina:
imaginação
o dia só tá começando
começando a reação

recarregar - reiniciar
reinventar - reabastecer

trânsito parado
um trem sem humildade
cada um no seu vagão
queimando o  carvão da vaidade

super slow motion
low battery adeus wi fi
essa fila tá parada
a outra fila vai que vai

a gente vai peleando
não dá pra se entregar
o dia só tá começando
começando a melhorar

recarregar - reiniciar
reinventar - reabastecer

(*)

Por coincidência, toquei - com o Trio Grande do Sul - esta música no Galpão Crioulo (tradicional programa do tradicionalismo gaudério - com o perdão da tradicionalíssima redundância) no mesmo dia em que o Jota Quest gravava o clip de Tudo Está Parado em Sampa. Durante os preparativos e a gravação com o TGS, eu trocava DMs com Flausino sobre palavras a serem "desenhadas no ar" pelas personagens do clipe. Foi só então que me dei conta de que as músicas eram irmãs. Duas manifestaçãos do mesmo estado de espírito: a constatação da paralisisa e a necessidade do movimento. 

Bacana reconhecer que os dados lançados pela mão generosa seguiram rolando. Encontraram seus caminhos e encontraram-se no caminho; apesar da distância entre Porto Alegre e São Paulo. Sons urbanos e pampeanos, noturnos e solares, do bandolim e do pro tools, da pista lotada e do solitário fone. Lado a lado. Ao menos na minha cabeça. Este é meu mundinho: o mundão destes encontros.

(*) 

bah 1: junto com a letra, mandei pro Flausino um video beeeeeeeeem caseiro; só pra ele ter noção da divisão que eu imaginava (às vezes, numa composição, pinta a escolha de Sofia: privilegiar a divisão da frase musical ou do texto?). 

Depois de mandar o video, me dei conta de que era uma péssima ideia. Eu deveria ter mandado a letra  falada. Não queria que a melodia influenciasse ele. Mas obviamente ela ficaria como um fantasma atrapalhando suas ideias. Por sorte, problemas tecnológicos (formatos, plataformas, vivo, oi, claro, tim...) impediram que o vídeo chegasse em Minas antes das ideias para melodia, harmonia e arranjo. Na real, Rogério só vai ver o vídeo agora:
http://www.youtube.com/watch?v=-KY-I2vrQu8&feature=youtu.be


  
bah 2: quase ia me esquecendo: hoje, 22h, twitcam do GLM. Queria escrever algo sobre o disco, mas... o que não foi escrito nos meus livros, em jornais e revistas, nos diários de fãs, em linhas tortas, nas portas da percepção, em paredes de banheiro, nas folhas que o outono leva ao chão, em livros de stória, sem muita pressa, com muita precisão, sem ser impresso, à mão, à luz de velas, quase na escuridão, longe da multidão?

Só me resta mandar um abraço aos queridoidosdeatar Maltz e Licks. E avisar que minhas twitcams partem do repertório mas não querem reproduzir o disco. E te convidar a pintar lá!

bah 11: 11 anos depois do ataque de 11 de setembro eu queria dizer algo, mas... o quê?


abraços
11set2012

111 comentários:

  1. Nossa, faz tempo que não passo por aqui com vestibular,enem e tudo mais..que saudade que eu tava de tudo isso. Mais uma vez(como sempre) um ótimo texto e que vale a pena esperar até agora...estou ansiosa pela Twitcam de amanhã..não vejo a hora! Bjos e abraços Humberto! :)

    ResponderExcluir
  2. Amei a letra da música que foi pro Jota Quest!

    ResponderExcluir
  3. Falta palavras... sempre!!! Pra expressar o quanto me emociona seus textos...

    OBRIGADA!!!
    Forte abraço!!

    ResponderExcluir
  4. A música ficou muito boa. Tem muita gente que não sabe que essa letra é do Gessinger.

    ResponderExcluir
  5. É a primeira vez que leio o texto à meia-noite. Achei demais, atualizar e ver ali, o novo texto! To fascinada com as novas músicas que estão surgindo por aí. Sou amante das tradições gaúchas, e to amando tudo isso... inclusive meu mais novo xodó (como tu bem deve saber) - "essas vidas da gente". Qualquer hora dessas em que a inspiração vier, me pilcho, ponho a música bem alta e danço. To louca por esse momento, qual será a sensação? A dança, minha paixão... junto a essa música tão bem feita. Com certeza será um sentimento único!

    Valeu HG! =)

    ResponderExcluir
  6. Lembro de comprar o vinil GLM e correr para casa para ouvir. Na primeira vez foi estranho, mas foi bom, mas foi estranho, como diz HG. Depois foi só se apaixonar cada vez com cada canção. Lembro das revistas e jornais criticarem... anos depois estava aquela revista elegendo o GLM como um dos mais importantes (injustiçado) disco da década. Mas o que é ser o melhor... e o pior? O real são as canções conversarem uma com as outras e nós conversarmos com elas a todos os instantes. E quem diria... ano 2000 era futuro... Um brinde ao trio que deu nome ao disco Gessinger, Licks e Maltz.

    ResponderExcluir
  7. nada como terminar/começar o dia com um texto teu. aquele abraço

    ResponderExcluir
  8. Adorei a letra, mas fiquei imaginando-a na tua voz, cara. No teu estilo.

    ResponderExcluir
  9. Belo texto mais uma vez. Feliz pelo texto e triste pela data né, sem comentários...
    espero chegar da facu no horário pra poder prestigiar do começo ao fim mais uma twitcam.
    Abraços de Juazeiro do Norte- Ce, vlw!!!

    ResponderExcluir
  10. Daqui a pouco mais uma twitcam , esse disco é muuitoo foda .. Gostei pra caramba dessa letra nova .. será que ela não podia pintar numa twitcam?? ficaria muito legal

    ResponderExcluir
  11. 11 de setembro de 2001... Eu, grávida de oito meses, estarrecida pela destruição que se dava em tempo real, bem diante dos meus olhos. As lembranças da angústia chegam a apertar novamente o coração... Você tem razão... Dizer o que???

    ResponderExcluir
  12. Salve Gessinger ! Vc é a nossa referencia musical e poética! Obrigado por ter composto a minha adolescencia...

    ResponderExcluir
  13. Linda a letra da música, lindo seu texto, lindas suas ideias.

    Estive no show de vocês em Porto Velho,na sexta-feira, era aquela garota da primeira fila que chorou do inicio ao fim do show!

    Me emociono demais com tudo o que você faz Gessinger <3

    Abraçoos'

    ResponderExcluir
  14. Hoje comprei seus três livros que faltavam na minha coleção, Mapas do Acaso, Pra Ser Sincero e 366 Variações...O livro Nas Entrelinhas eu comprei na sessão de autógrafos aqui em Caxias do Sul. Espero conseguir seu autógrafo neles também. =)
    Grande Abraço.
    P.S. Mais uma vez, um baita texto.

    ResponderExcluir
  15. Um alÔ pra ti agora cedo... e um até de noite!

    ResponderExcluir
  16. Dá uma vontade absurda de desabafar no teu blog...

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Rsrs... Dá uma espiadinha ali: http://bloghugoalencar.blogspot.com.br ?

      Excluir
    2. Bah... tri bom!

      "O que eu vou ser quando crescer?
      Tenho que fazer essa opção sozinho?
      Como é difícil ter que escolher
      Como é difícil trilhar um caminho"

      To bem nessas...

      Excluir
    3. = ) muito obrigado por dedicar um tempinho pra dar uma olhadinha lá! Thanks! Bj

      Excluir
    4. Imagina... é sempre bom expandir os horizontes!
      Gosto de ler ideia diferentes de pessoas diferentes.
      É bom pra não ficar bitolado naquilo que pensamos ;)

      Beijo =))

      Excluir
  17. GLM foi meu primeiro disco Enghaw, o único vinil. Fascinante. Essa é a palavra.

    ResponderExcluir
  18. Gente, eu nao entendo nada se twitte cam. Como faço pra assistir? Qual o link? Qual o horário? Eu não quero perder! Por favor, alguém me dê uma luz, estou meio insensivel as ondas. Por favor!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Caaaalma meu filho! kkk o link é sempre divulgado via twitter e facebook. O link geralmente é liberado próximo às 22h. Nesse link do facebook certamente será divulgado: http://www.facebook.com/events/333821153375814/

      Espero ter ajudado... abs.

      Excluir
  19. Pampas e minas, chimarrão e pão de queijo, gaita e "putzputz", filmes de guerra e canções de amor?
    Deu super certo!
    Uma daquelas surpresas que faz a gente se perguntar: "por que ninguém pensou nisso antes?".


    Bah 1: Faz lembrar uma piadinha sobre gaúcho e mineiro:

    "O gaúcho:
    - Bah, tche, no Rio Grande do Sul, só tem macho.
    O mineiro:
    - Uai, em Minas, tem metade macho, metade fêmea, e nóis vive muito, bem."

    ahahhaahhahhahahhaha...

    ResponderExcluir
  20. Gessinger,

    Décadas q compro teu cd, na primeira vez ao ouvir, eu sempre vou lendo a letra qdo ponho a música p tocar. É como ouvir trovão olhando pro céu nublado.

    Desculpe-me, mas não entendi a última parte (e/ou não fiz entender por ser pontoseguido), "E te convidar a pintar lá!", vc está convidando diretamente o Maltz e Licks??? , ou os Dfé ?

    "Só me resta mandar um abraço aos queridoidosdeatar Maltz e Licks. E avisar que minhas twitcams partem do repertório mas não querem reproduzir o disco. E te convidar a pintar lá!"

    GLM atual seria: G de Gessinger , L de Leindecker e M de Maltz !!!

    Que showzaço lá em PortoVeio !!!
    Abraço do tamanho da Amazonia

    @SLDECASTRO

    ResponderExcluir
  21. Quase esquecia de dizer:
    GLM pra mim é o melhor(dos melhores) de todos!

    ResponderExcluir
  22. Muito bom!!! acompanho o blog a muito tem e nunca comentei. então vamos lá, eu não faço na minha vida a pratica da leitura de livros de capas renomadas, acho que é tolice minha, mais a poucos meses percebi que estou enganando a mim mesmo e agradeço à Você 1berto e Tico Santa Cruz que por seus livros comecei a perceber a riqueza da leitura. Parabéns

    ResponderExcluir
  23. Uau! Percebi que elas eram irmãzinhas enquanto estava lendo a segunda ;-) Ufa! Pensei que já estava viajando, mas aí vem a sua confirmação.

    Agora uma historinha bem rápida, só "pra entender" o que vem depois: Um dia meu pai me escreveu uma carta, em resposta a carta que eu tinha enviado para ele, resmungando sobre a escolha de ser artista e tal... ele me manda essa na carta: "só vence quem peleia, Tchê!" Bem... confesso que na época não sabia o que queria dizer, pesquisei e guardei "ainda uso isso numa letra minha"... e fiz... ficou bem fraquinha, forçada, sei lá, nunca usei, mas tá aqui na pasta de letras, guardada, esperando ser reescrita, acho... (tenho até vergonha... aff... vá lá...)

    Só vence quem peleia

    Letra : Márcia Tondello

    Quero resultados das minhas ações
    Não confio em promessas vãs
    Faço minha parte, quero conseguir
    Não vou ajoelhar, cansei de pedir.

    Não estou sentada, quero enxergar
    Luz no fim do túnel, alcançar
    Meus objetivos, minhas ambições
    Recompensa por trabalho que já fiz.

    Quero mais que sonhar
    Quero mais que correr
    Quero mais que chegar
    Quero mais uma vez

    Quero perspectivas, não tentar em vão
    Não descanso nem prá dormir
    Estou ligada, quero entender
    Porque temos que sofrer tanto.

    Não vou desistir de lutar
    Só vence quem peleia
    Quero mesmo encontrar
    O doce sabor das conquistas.

    27/03/2005 - 21:53h

    Êita: Nem acredito que mostrei isso aqui para vocês...hahaha... mas essas coincidências...

    Abraço!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Legal a letra... Não tenha medo de expor... Segundo Maltz, quem tem medo do ridículo nunca fará que faça diferença. Parabéns! Tb tenho trabalhado em mim o medo de expor os textos e músicas que crio. Se quiser dar uma conferida: http://bloghugoalencar.blogspot.com.br

      Excluir
    2. Parabéns, Márcia! Pela letra e pela coragem...

      Excluir
    3. Valeu, mas eu realmente acho ela muito bláh...rs
      Não mostraria a ninguém, mas não resisti a coincidência do PELEIA...hahaha ;-)

      Hugo, vou lá, sim. Deixo recadinho ;-) Se quiser aparece nomeu, é só clicar no meu nome que vai para meu perfil e lá tem o link do blog ;-)

      Excluir
  24. Uma graduanda em história que AMA suas histórias!!!

    Parabéns Gessinger!!!!

    ResponderExcluir
  25. Muito, muito bom! Vale a pena esperar e parar pra ler! "Agora que o tempo é relativo, não há tempo perdido, não há tempo a perder"

    Falando nisso, quando é a próxima twitcam? Sei que tem uma por esses dias...

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. amanhããããããã =)))))
      Aliás, hoje! ;)

      Excluir
    2. Você leu o texto até o final, DalmoliN?...rs

      "bah 2: quase ia me esquecendo: hoje, 22h, twitcam do GLM. Queria escrever algo sobre o disco, mas..."

      Excluir
  26. Com eu faco pra nao perder sua rwtican de amanha? Vc e simplismente maravilhoso!

    ResponderExcluir
  27. Cara, esse estilo baixista-vocalista-bermuda-cabeludo... foi foda!!!

    GLM...
    eu juro que gostaria de ver essas 3 letras e seus 3 donos juntos de novo... mas não vou ficar martelando nessa tecla que deve torrar o saco do HAM (mesmos caras... outra sigla)!!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Ops!!

      HAC**
      (Humberto, Augusto e Carlos)
      kkkkkkkkkkkkkk

      Enfim, que venha a twitcam ;)

      Excluir
  28. Pô! Muito fera! Acordei com sede, tomei um copo d'água e lembrei de ler o texto, simplesmente de mais! Kkkkkkk
    Bjs @Kim_derOvo

    ResponderExcluir
  29. Meu disco de cabeceira hahaha....
    Comprei a k7 em 93, a distância ainda presente na ausência da globalização fazia parecer irradiação fóssil. Eu adorava aquilo...

    Vlw HG, pessoal ta esperando o PG no Sul de SC....
    Criciuma/Morro da Fumaça/Tubarão/Araranguá..praias......

    ResponderExcluir
  30. Parei no tempo e me movi na correria. Parei no tempo e esqueci de visitar o blog na hora do seu renascimento - seg~ter. A correria é só a erva na cuia e a garrafa que hoje eu esqueço de fechar a toda hora - assim a água esfria, meu velho! Parei no tempo pra correr com a facul, com uma reunião virtual num chat de rede social (sim, redes sociais às vezes nos ajudam sem nos deprimir). A correria não me permite parar pra comentar de forma "movimentativa" o post de hoje.
    Deixo só um abraço e o pedido de desculpas por chegar atrasado. Será que eu parei? :)

    ResponderExcluir
  31. Tô louco se o arranjo não foi chupado do Maroon5...
    De qualquer maneira, ainda bem que o Flausino veio a ti.
    A mão continua boa, teu senso de observação, apurado!

    ResponderExcluir
  32. Bendito seja seu "enter" - GLM foi um disco que me fez faltar ar, marejar os olhos, apertar o coração. Desde 93 guardei o medo do futuro ano 2000 (ano que perdi minha mãe) Tenho ainda a fita k7 do rock in rio que desgravei pra gravar o GLM. tá aqui. Vc era muito raro no interior de SP, no sitio (na escuridão, na solidão) Enfim, tua arte te torna uma das minhas pessoas favoritas no mundo ahahahhahaah. Vc sempre está por "perto" nos discos e agora nos livros...desde sempre! Valeu!

    ResponderExcluir
  33. eu adoro sua versão de coração de luto ;]

    ResponderExcluir

  34. PO, UM DOS MELHORES POSTS DO ANO, COM TANTOS BRINDES.. A BELA CRONICA COMO DE SEMPRE ACOMPANHADA DAS NOVAS COMPOSIÇÕES E MÚSICAS.. TUDOAVER A PARCERIA COM MEU CUMPADRE MINERO FLAUSINO E CIA.. ABCS E ATE OS PROXIMOS LANCES DE DADOS!

    ResponderExcluir
  35. Como bom mineirucho que sou(ou como queira;gaúcheiro), amei essa parceria minas porto alegre. um bate bola entre um genuino gremista e um, assim como eu, atleticano inapelável...se isso nao der rock, ao menos vai pintar uma ponte astral. o rock gaucho aki tao perfeitamente representado pelo brilhantismo de 1berto, e o rock faceiro desse exelente cantor, flausino.paralelas que se cruzam, e no fim de tudo, tudo se difunde, se confunde e produz. espero ansioso por isso que considero meio "EU", meu ser mineiro com o meu estar gaucho. uma musica meio "EU".

    djeferson.hoed@hotmail.com

    ResponderExcluir
  36. Infelizmente não poderei assistir a twitcam, pois tenho a missão ensinar o filosofar aos meus pequenos filósofos,. O disco GLM, suas canções nos fazem refletir sobre um mundo marcado pela padronização do homem, retrata muito bem o período de polarização do mundo, com fim da Guerra Fria, a dita globalização, o fim do Apartheid, não sei se esta era sua intenção, mas enfim é como entendo o disco, com frases como Ninguém é igual a ninguém, vamos duvidar de tudo o que é certo, na canção chuva de containers mostrando a desigualdade de uma país, refém de uma elite burra que ainda se empanturra com biscoito fino. Enfim só posso dizer que o disco é fantástico juntamente com o Várias é o meu preferido. Cara mais um 11 de setembro, mais uma data para lembrarmos-nos da intolerância Humana e religiosa, que a cada dia limita mais e mais nossa liberdade. E por falar em liberdade hoje farei uma sessão cinema na escola com o filme V de Vingança tratando justamente do controle social e limitação da liberdade das mentiras da impressa e dos governos. Ah só para lembrar: "Onde estavam as armas químicas?"

    ResponderExcluir
  37. Curioso para ouvir Tuneo do Tempo ao vivo.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Não ouço Túnel do Tempo, desde o show do Imperator/RJ, na tour GLM. Foi a única vez que tocaram ao vivo.
      Só não lembro, se foi no show de sexta ou de domingo? =)

      Excluir
  38. Bah, Recarga, do jeito que nasceu, Duca mandando a musica, tu fazendo a letra em cima, mostra que Pouca Vogal tem muuuiitaaaaa lenha pra queimar. Pense nisto!

    ResponderExcluir
  39. Bah, Recarga, do jeito que nasceu, Duca mandando a musica, tu fazendo a letra em cima, mostra que Pouca Vogal tem muuuiitaaaaa lenha pra queimar. Pense nisto!

    ResponderExcluir
  40. Muito massa e tu lembra quem tava jogando ali atras de ti no vídeo que supostamente tentou mandar para o Rogério??? Ou tava revendo algum jogo???

    ResponderExcluir
  41. Fui ao lançamento do disco Gessinger, Licks & Maltz, no Rio de Janeiro/RJ, na sexta e domingo. Moro no Méier, a 5 minutos do Imperator.

    Lembro de ir com a camisa do Internacional (Umbro/Aplub). Sempre me diverti com as "discussões futebolísticas" do trio.

    O show de domingo, teve um setlist matador. Lembro da sequência "Conquista Espelho - Problemas - Conquista Espaço".

    Foi a última vez que, vi a Santíssima Trindade ao vivo.

    Prá sempre na memória e coração.

    Saudações.

    PS: Alguns recortes da época.

    Anúncio do show GLM no Imperator/RJ:
    http://twitpic.com/atgp1j

    Entrevista O Globo/RJ:
    http://twitpic.com/atgpq1

    Cartaz de lançamento do disco:
    http://twitpic.com/atgq2d


    Agradecimentos a Sabatinelli pelos recortes.


    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Twitcam GLM salva para a posteridade.
      http://youtu.be/Na4MkKxJsNQ

      Excluir
  42. GLM no 11 de setembro?
    Deve existir algum signficado nisso.
    Nem que seja uma chuva de containers,
    um inverno que chegou mais cedo no mundo,
    extremistas, querendo nos lembrar, que ninguém é igual a ninguém,
    problemas que sempre existiram.

    E o refrão, que voce nao tinha a menor ideia:
    "Tudo está parado, diz aê!/ Esperando uma palavra,
    Tudo está parado diz pra mim!/ Esperando uma palavra".

    Para quem já curtiu um remix de "O Papa é Pop" numa pista
    de dança...

    ResponderExcluir
  43. sou suspeita em dizer, mas prefiro a versão H.Gessinger, bem melhor..rs.. ms como tantas outras, ótima letra.. parabéns!!! :)

    ResponderExcluir
  44. Cara como é mágico a criação de uma música!

    ResponderExcluir
  45. Vi o show do J. Quest na Multi show um dia desses (só assisti pra ver a participação do Hg, o que não houve), e não vi em momento algum o Rogério Flausino falar uma vírgula se quer do Mestre HG. Não sou e nunca fui fã das músicas dos J.Q, não aguento a voz e o jeito forçado de adolescente da terceira idade do Flausino, o cara já passou dos quarenta e não se toca. Me lembrei agora do Paulo Ricardo, quando Humberto regravou a música Rádio Pirata, o cara na época tava mais esquecido que guarda-chuva em rodoviária, mas também não lembrava do nome do Gessinger nas entrevistas que dava. Parece que pra eles não soa bem o nome dos ENGHAWS nessa mídia que controla os pensamentos dos iguais.

    Rinaldo_1

    ResponderExcluir
  46. Gessinger.

    Lembrei de uma expressão que vc cita em um de seus livros: música para dançar. Muita gente faz essa divisão... e até outras: músicas para dançar, outras para pensar, há aquelas para sentir.. Estranho essa caracterização, esse fracionamento. "Tudo está parado" me diz que música é pra mover "corpalma"!

    Obs.: Não seria incubação? Encubação me causou incômodo.

    Abraço

    ResponderExcluir
  47. Só uma palavra - Genial. Como sempre!!!

    ResponderExcluir
  48. Hey Gessinger !

    Belas letras como sempre !
    Muito bom o projeto Trio Grande do Sul, seja papai noel e nos dê uma tour com este projeto de presente !

    Ah, deixa a barba crescer de novo pra ficar looking like a jedy ! :)

    Abraços !

    ResponderExcluir
  49. " diz aí
    o que eu quero ouvir
    diz aí
    o que eu preciso ouvir"
    É tudo que eu NÃO quero agora...

    "tudo está parado
    esperando uma palavra
    tudo está parado
    esperando uma palavra"

    A palavra do poeta...
    E como ele falou...
    A certeza da surpresa já não é mais surpresa, é espera!
    Eu reafirmo... Essa espera vale a pena... e não é nada angustiante... é uma espera diferente!!!
    E continuo aqui... na espera...

    GLM...
    Tuas palavras... duras palavras...
    Um espelho... uma prisão...

    E ele deve se perguntar... até quando eu vou ficar sem saber o que quero dele...

    Não... ele sabe sim, tanto quanto eu!
    Sabemos...
    Isso que dói!!!

    Mas não diz à ele Gessinger!
    Não diz...


    Até...

    ResponderExcluir
  50. Pois é Mister Gessinger...

    When the Trees Were Silenced
    Mas o legal é observar que é na inércia, no silêncio, na escuridão, no parar, que mora o mais alto grau de energia e forças trabalhando.

    Basta lembrar quando vais recarregar o celular e o deixamos lá quieto, até o bip do recarregamento gritar completo. As sementes plantadas também ficam quietas, como mortas no fundo do solo, respirando vida tão longe da superfície, que no período certo, e nem sabemos como e quando exatamente, galhos e folhas e flores e frutos enfeitarão o vazio na paisagem da terra. Também o silêncio do útero não conta os passos do crescimento do feto que abriga quietamente. A vida se faz toda no escuro primeiro, na inércia, no silêncio sem palavras, sem chamar atenção dos olhos ou mãos de quem poderia julgá-la, e assim, matá-la sem antes de ser...
    A aragem bruta de hoje, é o colher generoso de amanhã.

    Uma sabedoria in natura que demoramos de aprender.

    Let life return
    http://www.youtube.com/watch?v=uy7a2oEszOw

    Sim, tombamos desaparecendo no silêncio do ser que se dispersa e se contrai com o esgotamento na voragem que o cansa. Depois vem o sono, o escuro, a morte...
    Despertamos quando está claro, quando brotamos novamente...
    Cheio de vida, vida pura e selvagem, nas entranhas.


    Boas Recargas.


    Meu Olá.
    ;)

    ResponderExcluir
  51. 1 - Não entendo bulúfas sobre criação de canções, só digo q apreciei os dizeres....não sou compositor, nem músico.....mas minha ferramenta de trabalho é o idioma português por escrito, e assim como VOCÊ, tenho grande respeito pela palavra escrita!!!!!!!!!!

    2 - Não espero a reprodução do disco......IMPOSSÍVEL, só quem viu o supertrio pode se deliciar com as memórias.......MAS ESPERO SIM, escutar todas as canções q serão tocadas com teu velho toque de mudança.......esse eu conheço, tenho fé cega e meio pé atrás!!!!!!

    ResponderExcluir
  52. Esperei ansiosamente essa tc.... não vejo a hora de ouvir túnel do tempo.... não gosto de dizer que é o melhor disco, mas acho que é um dos que mais gosto de ouvir. Imperdível!!!
    Qto a músiva do J Quest, sempre gostei das músicas deles, algumas falam muito bem das coisas da vida, mas preferi a original de Tudo está Parado. Não tem muito a sua cara, não combinou, não sei... talvez muito dance...sei lá....
    Abçs

    ResponderExcluir
  53. Não suporto Jota Quest. E quem tá acostumado com as boas bandas da década de 80, JQ é um saco.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. CONCORDOOOOOOOOOOOOO...O JQUEST É CHATOOOOOOOOOOOOOOOOO...MUITO CHATOOOOOO.PRA CARALHOOOOOOOO.

      Excluir
  54. Quem não tem, compre.
    Ukulele é muito legal! hahaha

    ResponderExcluir
  55. Muito bommmmmmmmm... Mas uma pergunta fica no ar, sobre o Trio Grande do Sul, o HG fala que no final do ano eles podem gravar e o Pouca Vogal, vai parar?

    ResponderExcluir
  56. Cara que bacana ver como a mesma letra pode mudar em cada percepção!! Muito bom ver como era a sua ideia inicial e como ficou na interpretação do Jota. Nem melhor, nem pior...diferente! Muito legal.

    ResponderExcluir
  57. Nunca pensei que nos seus mundos imaginários engenheiros e jota quest estivem tão perto, nada contra o jota quest, pelo contrário...só um impressão que tive. A mesma coisa pra acústico mtv, uso de mídia socias, etc..., como já falei nada contra, muito pelo contrário. Você um vez disse que capricornianos envelhecem ao contrário né? Abraço, sou seu fã.

    ResponderExcluir
  58. Cara, a letra é ótima, uma mente brilhante como a de Gessinger não podia decepcionar, neh? Jota Quest criou uma música bem legal para se juntar a letra, ficou mto bom a parceria de duas mentes musicais com visôes diferentes, é a mesma ideia com diferentes interpretações. Genial!!!

    ResponderExcluir
  59. Os EUA tinham, entre suas vantagens estratégicas, a distância dos campos de enfrentamento das duas guerras mundiais e a suposta inviolabilidade do seu território ((Sem ter que sujar as mãos). Até que os atentados de 2011 quebraram essa característica e geraram a paranoia, que os EUA exportaram para o mundo.

    Por Emir Sader, em seu blog. Aqui com algumas citações hawaiianas.

    A partir dali, os EUA desencadearam o que chamaram de “guerra ao terror”, a exportação do terrorismo “preventivo” para todos os territórios que eles considerem de risco para sua integridade (o medo nos leva a tudo sobretudo à fantasia). Reivindicaram para si o direito de fazê-lo de forma preventiva, o que elimina qualquer necessidade de provas concretas, porque supõe um risco potencial.

    Foram assim as invasões do Afeganistão e do Iraque, esta sem sequer aprovação do Conselho de Segurança da ONU, com acusações que os próprios países invasores – EUA e Inglaterra – confessaram posteriormente não corresponder à realidade (onde estavam as armas químicas?).

    O projeto norte-americano era reeditar o que fizeram com o Japão – uma civilização tão distante da dos EUA como são as do Iraque e do Afeganistão, que se tornou o maior aliado norte-americano na região. Mas para isso tiveram que atirar duas bombas atômicas, em Hiroshima e em Nagasaki.

    A invasão norte-americana era presidida pela ideia de levar a democracia liberal a um mundo considerado “bárbaro”, hostil à civilização – sem se dar conta que se trata das civilizações mais antigas da humanidade. Nada revelou, rapidamente, o caráter das invasões, quando os poços de petróleo foram protegidos no Iraque, assim que as tropas desembarcaram, mas os museus e outras relíquias foram saqueadas.

    Desde então, uma década não foi suficiente para que a ordem norte-americana reinasse na região. Os atentados e as vítimas aumentam e nenhuma ilusão resta de que qualquer simulacro de democracia liberal pudesse ser imposta.

    Mesmo vencedores (gripados) na guerra fria, os EUA são incapazes de estabilizar a ordem mundial. Desde o fim da bipolaridade mundial, há mais guerras e menos paz no mundo. Os EUA se revelaram incapazes de participar de duas guerras simultaneamente, apesar da imensa superioridade militar.

    O mundo, 11 anos depois do 11 de setembro de 2001, é um lugar menos seguro, mais instável, dominado pelas turbulências, econômicas e militares, e deve seguir assim por um bom tempo, até que novas forças possam impor um mundo multipolar, de paz e de conflitos negociados politicamente.

    ResponderExcluir
  60. Quando o disco GLM foi lançado eu tinha apenas 1 ano de idade. Queria tanto ter presenciado e acompanhado de perto a banda que mais esteve presente em minha vida. Mas eu ainda tenho esperança de um dia ver os Engenheiros do Hawaii novamente nos palcos, sonhar não arranca pedaço, né?

    Confesso que quando li a letra de Tudo está Parado não foi tão agradável quanto ouvir a versão feita no estúdio pelo Jota Quest. Acho que o conjunto (instrumentos + letra) me fez mudar de ideia e percebi que realmente a letra ficou muito bacana. Não é que a combinação do meu Pão de Queijo Mineiro e do seu Chimarrão Gaúcho deu certo? Digo o mesmo para Recarga, linda canção.

    Hoje é dia 11 , faz 11 anos do atentado as Torres Gêmeas em NY e faltam 111 dias para o fim do ano! Mas o que importa mesmo é que hoje tem a tão esperada twitcam GLM.


    Grade abraço Humberto,
    até semana que vem ;)

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Putz, pareceu que eu disse que não teve importância o atentado de 11 de setembro, muito pelo contrário, marcou pra sempre a nossa história como intolerância política e religiosa.

      Excluir
  61. Boa noite de 11 de setembro a todos...
    tudo esta parado na Av brasil,
    fodísssimo o Jota quest tocando uma música tua ..!
    mas o eu queria mesmo era um boné vermelho da malboro com a
    aba bem amassada quase quebrada e bem gasto.

    abração Seu 1berto

    ResponderExcluir
  62. Humberto, estou agora prestando atenção na twitcam ao vivo

    e queria dizer que GLM lembra minha infância

    "não foi eu não foi você"
    eu levei para a aula de portguês
    o disco LP é do meu irmão Marcelo Henrique, que o guarda até hoje...

    recarregar - reiniciar
    reinventar - reabastecer

    Está certo;
    "@flausinoJQ: Linda história, mestre! Venceu a palavra"

    e hoje sou professor de Português, para ensinar a viver a poesia e a rescrever sua vida, a partir desta que não será a última for do Lácio.

    ResponderExcluir
  63. Humberto, sua vida não precisa ser reescrita ela pra mim já é perfeita, mas a reflexão traz sinergias para nossa compreensão.

    ResponderExcluir
  64. 11 de setembro é data de lançamento do Projeto Pouca Vogal né?

    A twitcam de hoje foi um excelente cartucho pro disco GLM.

    Voz e violão superou o original, que é excelente!

    Vai virar canção de companhia!

    ResponderExcluir
  65. eu li na sua TL que alguém comentou que você era um artista que não vira cover de si mesmo... admiro também esse teu dom de ta sempre renovando, reinventando.....as músicas são complementares e adorei mesmo "Recarga"....virou mantra! a musicalidade da letra se encaixa direitinho com o repertório do Jota Quest que aliás é uma banda super bacana!parece que foi feita pra eles gravarem mesmo!.... que o seu o mundinho sempre tenha encontros como esses.a gente agradece....um super beijo e obrigada pela twitcam linda de hoje.....fica uma saudade boa.....=*

    ResponderExcluir
  66. Música: Uma Palavra
    Música e Letra: Cláudio Varaschin

    C D7
    Uma palavra bendita
    F G
    Vale mais do que ouro
    C D7 F G
    Se você acredita guarde bem o tesouro
    F G C Am
    Uma palavra infeliz é culpa de quem diz
    Dm
    Uma rima sem lógica
    G A C, D7, F,G
    Uma frase sem fim

    C D7
    Uma palavra maldita
    F G
    Pode ser um estouro
    C D7
    Se você me duvida
    F G
    Então devolva o tesouro

    D G
    Uma palavra
    D
    Uma história
    Em D
    Um coração partido em vão
    G D Em, A
    Uma página perdida na memória
    D G D
    Um dicionário de razões

    Grande Humberto aproveitei o vinho pra te mostrar a minha letra para o cara das Grandes letras hahah, o Duca já produziu um disco nosso mas quem perguntou ahahah grande abraço desculpe os erros é o vinho que engoliu ou engolio as palavras hahaha . At

    ResponderExcluir
  67. Sempre quis ter um baixo headless

    Esse post me fez lembrar desse antigo desejo.

    Que loucura

    \@/

    ResponderExcluir
  68. Excelente texto Humberto!

    A twitcam também foi incrível!
    GLM em minha opinião é o 2° melhor álbum dos Enghaw.
    (Só perde para A revolta dos Dandis).

    Sobre as novas canções.. vejo que o final de 2012 gera novos rumos..
    As twitcams estão a se acabar.. (E sim, isso é triste).

    Quais são os próximos planos?
    O que veremos de novo em Pouca Vogal? EngHaw? Trio Grande do Sul?

    Dedicar aos três, a dois? a um?

    Quanto mais melhor! Um forte abraço!

    ResponderExcluir
  69. Senti firmeza na letra de Tudo Está Parado. É a cara total da Engenharia Hawaiiana.

    ResponderExcluir
  70. Meu velho, parado, e bom comentário de toda terça: Valeu Gessinger! Parabéns mais uma vez! Extremamente inteligente, jovial, underground.. Tenho 17 anos e te admiro muito.. Eterno Gessinger...

    ResponderExcluir
  71. Quando eu a vi... ela possuia uma mistura de luz e escuridão... quando eu a sente era um gosto de doce e amargo... contrastes tão simetricos... ela me invadio de sentimentos que viraram ideis... ou talvez o contrario... o poema fluia como a lágria, ejaculação ou coisa fisiologica que o valha... amor... obrigado por mais um texto Gessinger e diz a ela que eu a amo...

    ResponderExcluir
  72. Fui no Show do J! sexta passada!
    Desde da primeira vez que eu ouvi essa música senti que tinha algo familiar nela, mas não me passou em nenhum momento da onde seria.. agora tudo faz sentido...
    Quanta sincronia!

    HLDZ

    ResponderExcluir
  73. Clichês Inéditos & Déjà Vu, Nunca Vistos , esse foi o 1º nome escolhido para ser o nome do LP (logo após batizado) "Gessinger, Licks & Maltz" como eles não optaram por esse nome, tive o privilégio de "batizar" o Fã-Clube com ele. ( e com esse fã-clube conhecer grandes amigos que cultivo até hj, viajar em várias turnês pelo país...)

    Lembro que nessa época , o lançamento do GLM foi igual ao do "VV", com Rádios (Transamérica e Rádio Cidade) programas TV (leia-se : Faustão) e entrevistas...

    O Melhor disco dessa "Santíssima Trindade", e os shows muito bom, dessa turnê fui nos 3 shows dele a ainda vi "tio" Gessinger fazendo participação no show do Lulu Santos no Imperator (Duvido vc -Gessinger- lembrar disso)e tocou/cantou Parabólica...lembrou? Putz...estamos velhos.

    Devo ter vistos uns 30 shows da banda, mas dessa turnê foi especial em vários momentos e um deles foi na gravação do clipe Ninguém=Ninguém no Arcos da Lapa e outro foi no "Hollywood Rock" mostrando para aqueles "headbangers" que "já eramos a maioria....".

    E nessa " compartilhamento" de pensamentos, idéias e gostos, que a internet nos dá hoje em dia, consegui a "DEMO" do GLM, que constam as musicas "?Quanto Vale a Vida",As vezes Nunca" que não foram gravadas nesse LP...as versões, os solos, as letras inéditas e os erros dessa demo, produziram um "novo disco" que escuto hoje em dia (como um GLM 2). Quem já ouviu acha melhor que o lançado....

    Então : Pra Sempre GLM

    Paulo Junyor
    F/C Clichês Inéditos & Deja Vu,Nunca Vistos


    ResponderExcluir
  74. Gessinger & Malts... eu acho que seria de muito agrado para os ouvidos de todos que sentem falta dos Engenheiros ter uma nova parceria entre vocês... Nunca lhe passou pela cabeça um TRIO POUCA VOGAL:
    GESSINGER
    LEINDECKER
    &
    MALTS

    ??
    Seria fenomenal!

    ResponderExcluir
  75. O que será essa palavra, que está no meio de duas piscadas?
    Em qual tom que será dita?
    Em qual lugar repousará? Na mente,no coração ou no chão?
    Será um palavra em vão ou não?

    ResponderExcluir
  76. é nois,GLM sempre!!!!

    ResponderExcluir
  77. Rá!!!! Criei um som novo que já existe.... Botei os dois sons prá tocarem ao mesmo tempo.... GOSTEI!

    ResponderExcluir
  78. @leoalencar leonardoalencar@hotmail.com14 de setembro de 2012 16:49

    "Descobri" o blog a pouco tempo, não consigo parar de ler, fiquei sem dormir e não da para contar quantas vezes fiquei arrepiado. Me sinto como um velho amigo seu mesmo nunca tendo ido a algum show ou tarde de autográfo ( sonhos que podemos ter e teremos) felizmente moro no estado de Mato Grosso do Sul e se não me engano engenheiros veio apenas uma vez e minha mãe não deixou eu ir ( tinha apenas 12 anos se não me engano) enfim espero que em breve possamos nos encontrar. Esse blog, as twitticam é muito significativo para nós amigos fãns, rs Simplesmente Obrigado.!!!

    @leoalencar

    ResponderExcluir
  79. cheguei beeeeeeeem tarde mas cheguei! Adorei o texto, um dos melhores no ano! Bjão!
    Tani Kronbauer
    Joinville SC

    ResponderExcluir
  80. Humberto querido do Thi!


    Gostaria de lhe dar minha gaita de presente.

    É uma Hering's Master Blues, fabricada no Brasil, afinação em C.

    Eu uso ela de vez em quando pra atrapalhar suas twitcans aqui em casa, mas tu tocas bem melhor né?

    Fica de retribuição pelos autógrafos queridos que recebi de ti.

    Como faço pra mandar? Arranja um endereço que eu envio... Mas sem caminhando até os correios com uma raquete nas costas... e sem assustar velhinhas na rua...


    meu e-mail é panichi7@hotmail.com

    Um abraço!

    ps: essa tal gaitinha não fabrica mais...

    ;)


    Thiago Panichi

    ResponderExcluir
  81. No meio de tantos elogios, o meu é apenas mais um. Acho que no fim, ele serve mais como reflexão pra mim sobre a sua obra, do que pra qualquer outra coisa.
    Enfim, eu vejo que as suas letras (que aliás, são o fio de ouro das suas músicas) têm esse tom de "urbanidade", apesar de vc se declarar constantemente um gaudério de hábitos campeiros. Essa música (ou essas músicas irmãs) traduzem isso de uma forma genial, como a sacola que voa no filme "Beleza Americana" ou um muro pichado que você vê de dentro de um táxi a caminho do aeroporto.

    Penso que a sua obra devia ser estudada nas escolas. Uma das minhas professoras de português teve o brilhantismo de "dissecar" Piano Bar e foi um dia mega-feliz, discutindo uma música legal com um conteúdo que eu nem sabia que estava lá.

    Essa metalinguística, esses paradoxos urbanos presentes nas tuas composições (doses homeopáticas em escala industrial) merecem ser estudados e compreendidos com a mesma minúcia que um cirurgião tem em seus procedimentos.

    E a sua capacidade de criação textual aqui no blog tem me brindado, semana a semana, com lampejos e racionalizações de como funciona a sua forma de raciocinar, que é uma experiência que eu sempre quis ter.

    Escreva sempre, e poste tudo. Teus fãs aqui agradecem!

    ResponderExcluir
  82. Meu sonho é que o Hg desse pelo menos um " ei eu vi, viu?' embaixo do meu recadinho.. Mas ai eu me lembro: - Caramba, eu nem tenho perfil, um rastro de qm sou eu (Anônimo)... Mas ... isso não quer dizer que não exito, não é mesmo?

    hehehe Ah deixa pra lá.. parece sonho de menininhaa.. rss

    Bjos
    Dayse

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Taí!!! Sonho de menininha! Somos duas querida. Sonho com pelo menos um sorrisinho >>> =) embaixo do meu comentário ou como resposta de toodos os twittes que mando pra o Beto... Já chorei a vida.. esperando esse *-* mas é sonho de menininha mesmo, tem nada não.. Impossível entender como cabe tanto amor em mim... :')

      Excluir
    2. Menininhas... que bunitinho, poxa 1Berto se sensibilize ai.. rsss

      b-jos aos de fé!.

      Excluir