T(*)PACA - 64



segunda feira blues
a vida no maior sufoco
e os caras de papo furado

Além do silêncio, é preciso estar com a cabeça vazia para ouvir os próprios passos. Não é comum. Seria insuportável ouvi-los sempre. Dar-se conta de cada piscada de olhos, ser consciente da escura fração de segundo cada vez que a pálpebra desce para lubrificar o globo ocular, fragmentaria tudo que vemos. Quebraria para sempre tudo que queremos unir.

É preciso ignorar algumas coisas para conhecer outras. Vale o mesmo para os sentimentos. "Sentir tudo com intensidade total" são palavras que ficam bem em livros do século XIX ou canções dos anos 60; na vida real, a tradução pode ser "não sentir nada".

Mas estados de hipersensibilidade ou sensibilidade embotada (opostos que dão na mesma) às vezes pintam. Há que lidar com eles. Para mim, eles costumam acontecer no fim dos ciclos, quando o cansaço  acumulado - que era contido pela excitação do vir a ser - cobra seu preço.

Datilografo este texto e ouço o barulho das teclas. Não é comum. Seria insuportável ouvi-lo sempre. Estou naquele (neste) estado em que tudo parece falar alto demais. Por sorte, tenho um mantra salvador que me redime. Quase uma oração. Num misto de desabafo e súplica, exclamo mentalmente: “Chato pra caralho!”. Pronto, descarrego. Alívio imediato.

Não bastam as palavras, o ritmo também é importante: ênfase nas consoantes, um "ch" longo, pausa dramtática depois do "a", desfecho percussivo como patas de cavalos velozes em tonalidade descendente. Mais ou menos assim: “Chhhhhhhá - - Topaca - Ralho!”.

Mensalão, futebol, mesa redonda?
Chhhhhhhá - - Topaca - Ralho!
Telefone, email, menu?
Chhhhhhhá - - Topaca - Ralho!
Gracinhas na TV, candidatos a vereador?
Chhhhhhhá - - Topaca - Ralho!
Hotel, aeroporto, solos de guitarra?
Chhhhhhhá - - Topaca - Ralho!
Gente fina, sorriso, cara mala, chororô?
Chhhhhhhá - - Topaca - Ralho!
Beijinho, rockinho, diminuitivinhos?
Chhhhhhhá - - Topaca - Ralho!
Filmão, sonzão, vamo tirar o pé do chão?
Chhhhhhhá - - Topaca - Ralho!
Perguntas, cobranças, planos, promessas,
juras de amor, camaradagem de elevador?
Chhhhhhhá - - Topaca - Ralho!

Nem tudo é chato pra caralho. Dizer “tudo” é morrer. O mantra ajuda a chegar às coisas que nunca são chatas pra caralho: um par de olhos, um por do sol... 
...um abraço
28ago2012.


bah 1: Nietzsche deve ser o pensador mais mal citado da história, se tal ranking houver. Os gênios causam este efeito colateral: dão a impressão de que é fácil repetir seus feitos. Por isso há um bando de bandas guinchando inspiradas no Led Zeppelin; um monte de barrigudos sentindo-se Federer no fim de semana.

Numa livraria de aeroporto me assustei com o título: “Nietzsche Para Estressados”. Estão de sacanagem!

“Quando Nietzsche Chorou” é mesmo de chorar. Ele choraria se visse, êta filme ruim! Não sei se a culpa é do livro que o originou; intuo que não seja.

Quando eu estava na faculdade, o rádio-relógio me acordava muito cedo. O sono e o silêncio eram interrompidos por um programa de notícias e variedades. No encerramento, o locutor lia um pequeno texto motivacional que sempre terminava com as palavras “sim à vida”. Segundo ele, o bordão era inspirado no velho Friederich. Às 7 da manhã?!? Nietzsche numa rádio AM de POA?!? Sei...

bah 2: Paro de escrever por um isntante. O pensamento voa. O screen saver entra em ação. Por um momento a tela fica escura. Reflete meu rosto. Eu, Chhhhhhhá - - Topaca - Ralho!

bah final: Sempre quis terminar um texto com um emoticon:

=)


94 comentários:

  1. Respostas
    1. Emoticon?
      Curtir, compartilhar, cutucar?
      xaaaaaaaatu pacaraio.

      Excluir
    2. Humberto é único, muito foda mesmo!

      Excluir
  2. Ao meu ver " Nem tudo é chato pra caralho. Dizer “tudo” é morrer. O mantra ajuda a chegar às coisas que nunca são chatas pra caralho: um par de olhos, um por do sol, HUMBERTO GESSINGER.. "

    24 de agosto de 2012 - Santo André - SP.Data na qual consegui realizar um grande sonho,objetivo,vontade. Ter a chance de ver o cara que acompanho desde os 12 anos de idade, logo ali, apenas 8 metros de mim. Foi difícil segurar a emoção, naquela hora eu era apenas uma grande fã prestigiando seu maior ídolo, e diante disto lágrimas e mais lágrimas já eram de se esperar.Morar numa cidade chamada Ibitinga (interior de SP), próxima do fim do mundo, infelizmente me privou de ver esse grande show antes. Mas graças a Deus, a vontade, a coragem, ao dinheiro guardado e a escapada da aula de AUTOCAD fizeram com que eu viajasse 500 km, chegasse 10 horas antes e conseguisse uma visão incrível. Estava eu ali na grade, de frente com Humberto Gessinger, podendo cantar as músicas que passei anos ouvindo, músicas que meus pais ouviram. Que orgulho ! Estava eu ali uniformizada com a camiseta da Trilogia, numa sinestesia de sentimentos. Claro, tirei várias fotos, gravei vídeos porém, quando gritei " Canta De Fé " e você soltou um pequeno sorriso, tremi de contentamento. Não sei se você se lembrará de uma pequena garota, que estava ali na grade, bem chorona, com um sorrisão. Bem, era eu. Torço pra que se repita um dia como esse.

    Abraços :D

    ResponderExcluir
  3. O emotion foi o melhor!!! HAUSHAUSHUAHS
    Depois dos olhos da esposa, claro!!

    No dia que você for Chhhhhhhá - - Topaca - Ralho, vou ter uma séria crise de identidade!!! O que é uma pessoa que adora um cara assim?? ahsuahsuhaus

    Uma boa semana Gessinger!
    Obrigada pelas palavras!!!
    ABRAÇOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOO

    ResponderExcluir
  4. o bah final foi simplesmente fantástico hahaha... sério, obrigada pelo Alívio Imediato...

    Chhhhhhha - topaca - ralhooooooo

    ResponderExcluir
  5. Logo no dia em que resolvo ler o post ouvindo Bob Dylan você me vem falando de silêncio logo no início - Conselho contrário ao caminho tomado. Ignorei e desisti do impulso de pausar o player.
    Mantra: "Cha-topaca-ralho" obrigado, Humberto, de coração. Posso adotá-lo? Estou realmente precisando - logo antes de me transportar pra cá (sim, eu me desligo de [quase] tudo nos últimos momentos da segunda-feira blues e nos primeiros momentos da terça-feira-"acoisatápreta") conversava sobre coisas "cha-taspraca-ralho", até chegar no por-do-sol da segunda.
    É, o sol se põe à meia-noite nas segundas.

    ResponderExcluir
  6. Sincero, simples. Natural, flui. Fã da sua obra, sua arte. Lindo.

    ResponderExcluir
  7. As vezes nos temos que atravessar a loucura pra entendermos o que tudo esta ao nosso redor , os loucos aqueles que vem tudo ao seu redor e realmente compreende o que se passa

    um brinde a nos

    ResponderExcluir
  8. ...longe o profeta do terror, que o 11 de setembro anuncia, vai ter twitcam do GL&M para nossa alegria \o/ e toca uma musica apaixonada pra mim reconquistar minha guria ₪Hugao ₪De fe ₪hugo_gk.1@hotmail.com

    ResponderExcluir
  9. obrigada por sempre escrever
    abraços

    ResponderExcluir
  10. Texto ótimo pra quem está passando por uma segunda-feira blues. Tomara que a terça-feira seja samba ou, quem sabe, bossa nova. Enfim, o livro Quando Nietzsche chorou é ótimo, vale a pena conferir. Nunca vi o filme, e, pelo cometário, talvez nunca o veja. Mas não sei o que acontece com os filmes (Talvez eu só seja boa pra sentir os personagens com a leitura) mas o filme "O retrato de Dorian Gray" é muito ruim também. Dorian queimaria o seu retrato se visse àquele filme, totalmente diferente da obra-prima que é o livro.
    Ops, a terça-feira já começou com decepções. Ainda bem que o texto da semana salva a semana.
    Agora termino o comentário com a minha cara quando terminei de ler o texto: :)

    ResponderExcluir
  11. Como sempre ótimo o texto! Sempre espero para ler, por mais que eu tenho que acordar cedo para trabalhar! serei eternamente de fé! próxima twti
    sera minha favorita! espero que seja perfeita! tenho a impressão, que a sanfona sera indispensável! kkkkk :D

    ResponderExcluir
  12. Me senti ouvindo Banco também rs, e a história da fã ali em cima me fez lembrar da minha história, no show que era meu maior sonho ir, sentir e cantar com os olhos fechados as músicas, com um de seus livros na mão, e ao cantar a música que deu o título do livro pulei igual um sapo para mostrar que eu tava com o Livro Pra Ser Sincero levantado, não consegui falar com o mestre, mas vivi o momento mais foda de minha vida ao estar perto do palco no show do Pouca Vogal em Lavras. Me senti agora ''Chhhhhhhá - - Topaca - Ralho!''

    ResponderExcluir
  13. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir
  14. Vou rir. huahuahuahuahuahuahua (chááá...ok). Ótimo mantra.
    Curioso você escrever sobre "tudo" e "nada", ou quase isso. As vezes estamos em sintonia de pensamentos (reflexões), ou quase isso de novo...rs
    É que iniciei um blog com uma ideia que já vem martelando há tempos, e que não quis mais ficar guardada (coisa boba, não pra mim, claro!). Só fragmentos. Reflexões que o trabalho as vezes traz pra gente. E aproveitei para atualizar meu perfil no blogger (que eu nem lembrava que tinha). A Frase de introdução? Uma junção de dois fragmentos de pensamento que têm me perseguido:

    "De fato, quase nada é fato e tudo é muita coisa."

    :-P

    Abraço.

    ResponderExcluir
  15. Eu pensava que você interagia com seus leitores e fãs, mas que pena, é só pra te ler o que escrever e dizer "Amém", continuarei gostando de seu trabalho musical com certeza, mas confesso meinha decepção em se negar uma simples resposta, quem sabe nos encontramos novamente e talvez eu diga "Olha Humberto, sou aquele cara que te entregou por duas vezes CD´s e uma foto lá me Mossoró com meu trabalho e você nunca respondeu" ... Obrigado Humberto!

    José Walter (Walter Silva)

    ResponderExcluir
  16. "Os gênios causam este efeito colateral: dão a impressão de que é fácil repetir seus feitos. Por isso há um bando de bandas guinchando inspiradas no Led Zeppelin; um monte de barrigudos sentindo-se Federer no fim de semana."

    Grande sacada Humberto, parabéns pelo texto.

    ResponderExcluir
  17. 1, 2, 3 testando...
    Chhhhhhhá - - Topaca - Ralho!
    Relax. Agora, paciência.
    =) Um abraço caloroso típico de nós, amazonenses!

    ResponderExcluir
  18. Um amigo de passagem por uma dessas cidades cariocas, me contou de uma tal rádio poste. É uma radio que toca o dia todo com caixas de som instaladas nos postes públicos da cidade. Não sabia que ainda hoje existia esse tipo de coisa. Mas isso deve ser Chhhhá-Topaca-Ralho!

    Muito bom poder acompanhar um pouquinho dos seus pensamento semanalmente. Nisso tudo o que mais tem me impressionado são os comentários dos DE FÉ e admiradores do seu trabalho. Deve ser muito gratificante ver que muitas pessoas se importam de coração com seu ofício, sem receber nada em troca, apenas por prazer. Sem contar a qualidade dos comentários. Todo mundo de parabéns! Isso mostra o valor da sua obra.

    Grande abraço e até semana que vem! (:

    ResponderExcluir
  19. Texto de hj: Vc é demasiadamente humano (graças)!!!! Gostei do mantra....tem menos palavrão q o meu...comprei esse livro p estressado ( chato p caralho!) e vc tem o par de olhos mais lindo! Espero q esteja perto de vc agora...beijos nos 2!

    ResponderExcluir
  20. Muito bom, como sempre!!! Reflexões acerca do cotidiano que nos passam despercebidos graças a essa loucura que é vida da gente!

    ResponderExcluir
  21. Acordar ao som de jingles das campanhas políticas, ouvir comentaristas de arbitragem comentando as polêmicas da rodada de clássicos, notícias de que a greve nas Universidades Federais continua aqui, terminou ali, não houve acordo...

    Chhhha-Topaca-Ralho-Também!

    =)
    Abraço!

    ResponderExcluir
  22. go live me - guessing her like sweet my in all this


    Há tantos quadros na parede e tantas formas de se ver o mesmo quadro
    Há pouca água e muita sede, a vida seca os olhos úmidos
    O que me espanta é que tanta gente sinta (se é que sente)...
    Ou minta (descaradamente) da mesma forma...

    Sou dado a sonhos como um dado em tuas mãos...
    Eu estive longe, longas tarde a procura...
    A loucura esteve perto eu estive longe dela...
    Sem você eu fico longe, com você tudo volta ao lugar...

    Te vejo infinita em meu túnel do tempo...
    Se você for eu vou, se vier, eu estou no mesmo lugar...
    Há vida na terra, há chances de erro... nada a nos proteger...
    Acontece a qualquer um, não há nada de errado com a gente...
    Há tempo certo para tudo e para tudo uma razão (ou não)...

    Ame-o ou deixe-o... no mundo que nos cerca é só pular a cerca...
    Não viva pra sempre nem morra a toda hora...
    Vamos duvidar de tudo que é certo, plantar flores no asfalto...
    No inverno fica tarde mais cedo... e a escuridão é...
    A hora da colheita pra quem semeou vento...

    Juntos podemos criar clichês inéditos...
    Déja vu nunca visto, overdoses homeopáticas... etc e tal...
    Olho-me para longe... a distância não nos separa...

    Eu roubei esses versos como quem rouba pão...
    Uma mão urgente com urgência no coração...
    Nunca mais saiu de minha boca o gosto amargo da palavra traição...
    Nunca mais saiu de minha boca nenhum elogio a nenhuma paixão...

    Não fui eu nem foi você quem matou a poesia...
    A última palavra é a mãe de todo o silêncio...
    Façamos silêncio para ouvir o último poema...

    Passo à passo à eternidade... conquistaremos o espaço...
    Lá do alto deve ser bonito... Lá do alto deve ser esquisito...
    Mas lá do alto o corpo flutua... E como bem sabes...
    Há muito já não somos como já fomos...


    Rick Alex


    Gathering
    Álbum: GLM - Guessinguer, Licks e Maltz

    ResponderExcluir
  23. Um dia escutei um cara dizendo: "A mecânica do universo não precisa de um deus. De um deus que criasse tudo em linhas perfeitas. Pelo contrário, há inúmeras provas de imperfeição constante e talvez por elas TUDO exista."

    Será que a imperfeição não foi arquiteta para produzir perfeição???

    O texto inspirou a foto do pôr-do-sol? A foto inspirou o texto? Os dois caminharam... por aí, até produzirem o perfeito?

    Comentários em transi de fãs: Chhhhhhhá - - Topaca - Ralho!

    ResponderExcluir
  24. Kkkkkk, essa do emoction não parece contigo não chefffffia......ao menos p mim q fique claro rs.....sono ta brabo então o comentário do texto fica p amanhã, forte abs!

    ResponderExcluir
  25. Graças ao primeiro parágrafo, li o texto todo prestando atenção em cada piscada...chhhhhhhh...rsrs Foi praticamente um estado alterado da mente! Ótimo texto, Humberto :-)

    ResponderExcluir
  26. Foooooooo-Dapaca-Ralho, também sempre quis terminar o comentário com um emoticon.

    ;*

    ResponderExcluir
  27. puxa vou tentar esse mantra no meu próximo sei lá se é fim, começo, meio de ciclo mas nos dias que estiver precisando de um chá topaca ralho!

    valeu o show sair de sorocity na cara e na coragem passear em Sto André ver, ouvir vcs, passear por Sampa foi meu combustível do meu momento do meu ano tudo novo de novo, valeu HG tu e o Duca estão marcando novamente uma mudança enorme em mim, pode parecer estranho mas obrigada!

    ResponderExcluir
  28. Quando fiz o meu "Chato pra caralho", sorri. Olha, primeira vez que comento, me pergunto se tu lê os comentários todos. Deve ler, tem jeito de quem lê. Pelo menos os pequenos que dizem "muito bom!" ou será que lê os grandes? Eu gosto de ler os grandes. Mas essa sou eu, mesmo que eu me identifique contigo quando leio, bem sei que tu não te identificaria com uma garota de 18 anos, que vive em belém do pará... Até parece. Aproveito pra falar (vai que tu lê isso aqui, né) que tem um cara na oficina de Lutheria (ao lado da minha oficina de marcenaria) que lembra muito tu... Ou pelo menos ele se parece, tem um cabelo loiro assim meio comprido e é alto, parece o Humberto, sempre penso. Hoje ele me falou sobre uma guitarra vermelha que tem lá, cheia de poeira, quebrada.

    Eu gostei bastante desse texto curto, tou pesada. Tem um cara falando comigo sobre como a vida dele é ruim, tou pesado porque apesar de ter pensando nele como chato pra caralho, não funciona. Ele não é todo, um chato.

    Abração!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Sempre que vejo algum loiro de cabelo comprido, penso "parece o HG..." =)

      Excluir
  29. À música 3 minutos, para o show em Jaboticabal - SP, gentileza acrescentar: "Devem haver alguns textos que ainda te emocionem, e te façam esqueceeeeer ooooo"

    Obrigada!

    Bah: Beijinho, rockinho, diminuitivinhos?
    Chhhhhhhá - - Topaca - Ralho! (essa é para as (mulheres) meninas que trabalham comigo na minha sala...

    ResponderExcluir
  30. e eu me lembro da facudade de filosofia, eu lendo um monte de livro, sem saber que pra entender "basta um carinho qualquer"... e vc sempre passando, talvez por isso ainda sejas tão permanente... ainda fecho os olhos fundo e lembro daquele momento que de tão intenso só se pode ter um em toda a vida... as vezes eu preciso disso pra sobreviver, as vezes preciso de alguma dose... quase sempre estamos juntos com podemos estar... obrigado por mais um texto Gessinger e diz a ela que eu a amo.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. ...

      (Atrasada dessa vez, mas tô aqui!
      E me desculpe Gessinger, mas tô mais interessada nos textos "dele")

      A 'MOÇA'!

      Excluir
  31. Humberto, o filme Quando Nietzsche chorou realmente é muito ruim, claro que o livro não tem culpa. Isso prova mais uma vez que a leitura de uma obra literária pode ser transformada em uma produção cinematográfica. A obra literária nos permite viajar, e de certa forma interagir com as personagens ali citadas. Nietzsche talvez seja como você disse o mais incompreendido filósofo, talvez por ser aquele que melhor retratou o que somos realmente, afinal mostras as fraquezas humanas, em um mundo cercado de falsidade moral seja algo que ainda não estamos preparados. Mais uma vez vou agradecer ao ótimo show de Santo André.

    ResponderExcluir
  32. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir
  33. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir
  34. Hahahahaha Magnífico (,espirituoso e um pouquinho bipolar (mérito do emoticon no final!)) o post de hoje, Humberto! Saiba que foi o texto "Chhhhhhhá - - Topaca - Ralho!" (dei ctrl+c e ctrl+v pra não errar) mais divertido que eu já li! Você deveria escrever mais nesse estado de espírito... e postar, é claro! É curioso, mas essas fases de "mau humor" costumam me render boas tiradas... geralmente irônicas, mau humoradas, mas boas! rs
    Poxa Humberto, falar de "Federer de fim de semana" foi sacanagem, é a alegria de muitos... acho que até sou um desses, só me resta saber jogar tênis... rs Confesso que me perguntei se você seria um desses (ou quem sabe um Borg de fim de semana... se não no esporte, certamente musicalmente existiria uma equivalência válida!), já que imagino que você também goste de jogar. Sou um grande fã desse esporte e dentre todos os jogadores o Federer é o meu cara.
    Assim como quando comecei a gostar de engenheiros (na turnê do FGCA, no Olympia, meu primeiro show) eu penso que tive muita sorte também quando comecei me apaixonar por esse esporte, pois em ambos os casos eu peguei os astros no auge; assim como você teria (e tem) muita lenha pra queimar acho que o Federer ainda tem, e ser contemporâneo e acompanhar os gênios fazendo história não tem preço...
    Engraçado... escrever esse comentário foi como conversar com um amigo, peço desculpas pelo tom intimista, não foi por mal, mas a forma como você escreve nos deixa um tanto à vontade... sua culpa? (ou seria mérito?)


    ps: Dica pra ficar "Jjjjjjóóia - -Paca - Ralho(!)" : Vá assistir o Federer tentar conquistar mais uma vez o US Open, pois eu sei que de "gênio" você entende! (a dubiedade é sempre válida!)

    ps2: “Nietzsche Para Estressados”??? E eu que li "Kant Para desencantados"!!! E olga que resolveu meu problema! Recomendo! =P

    ps3: Ah, e fico muito contente em saber que você exorcizou a sua "chatice" ao longo do processo de escrita, conseguindo em tempo hábil terminar o texto já com um espírito renovado... ora, se você discorda ao menos "no link que me trouxe até aqui o emoticon me dá razão: yo soy un hombre feliz..."

    =]


    Abraço fervoroso do fã de fé(rro & fogo),
    Flávio

    ResponderExcluir
  35. Chhhhhhato paca ralhou comentários maior que o txt da semana. O txt da semana? Nem chatopc nem marromenos, bem legal.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Não digo que comentários grandes são "Chhhhhhato paca ralhou". Não todos =)

      Excluir
  36. Legal, eu tbm sempre tive um mantra...mas eu normalmente exorcizo dizendo: "ai, que merda!!" - variando mas com o mesmo intuito!!! rs

    ResponderExcluir
  37. Na minha opinião o elevador é o local mais chhhhhhhhato do mundo. Acho que dever ser mesmo o silêncio entre duas ou mais pessoas num lugar tão pequeno.

    ResponderExcluir
  38. "É preciso ignorar algumas coisas para conhecer outras."
    Deu vontade de pegar nessa frase agora, pra saber se ela estava morna ou ainda quente. Porque apesar de ser um chiclê pareceu que saiu agora do forno, como uma comida que tem uma receita conhecida, mas que tem um gosto diferente quando feito por um alguém. Putz.. refleti demais nessa frase, e ainda estiquei ela para meus pensamentos. Pensei, na verdade é preciso ignorar tudo para se ter nada; é preciso ter nada para consegui ignorar tudo. É quase isso, mas eu sei que se não houvesse a palavra 'ignorar' o ato de ignorar seria muito mais fácil. É que quando existe a teoria escrita; a pratica é um rascunho que nunca conseguimos colocar a limpo. Mas fiquei pensando, um dia eu cheguei pra uma pessoa e falei: 'Quem rascunha tem no mínimo a intenção de passar a limpo..' Agora fico a me perguntar, o que é verdadeiro em nossas crenças? E até onde conseguimos provas o que fazemos sem pensar e o que pensamos em fazer? Então é isso, foi tudo o que acarretou essa pequena frase tua humberto- reflexão.

    ResponderExcluir
  39. Humbertão, tá estrassado ai na Serra? com o tempo, nem mentalmente, achamos tudo isso ai chato pra caralho... faz parte do sistema. kkkkk abrs.

    ResponderExcluir
  40. Hum... Ciclos se fechando?
    Acho que logo pintarão novas ondas nessa praia.

    Dezembro em São Léo? Hora de "sangrar" o porquinho.

    Bom conversar com vocês.

    ResponderExcluir
  41. Ultimamente, tenho soltados uns "Chato prá caralho!", em algumas situações, quando eles deviam ter permanecidos mentalmente.
    Isso causou alguns momentos embaraçosos.
    Mas,também (ou talvez) devem ter me livrado de um enfarte que estava por vir.

    Saudações.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Ah, Flamengo x Botafogo, domingo passado, foi Chhhhhhhá - - Topaca - Ralho!

      Excluir
  42. Olá 1berto!

    Comecei segunda feira recebendo uma pilha de livros de um gaúcho gremista!
    Agradeço muito por ter autografado os 4 livros. Curti cada um dos vários autográfos.
    Desculpa ter te obrigado a escrever Thiago tantas vezes...
    As vezes thiago demais enjoa!


    Grande abraço e mais uma vez obrigado pela atenção!


    Thiago Panichi

    ResponderExcluir
  43. O Ministério das constatações adverte: Ler e ouvir Humberto Gessinger faz bem em qualquer idade.

    Testemunho: Não sei se vocês ouviram falar (fala-se em várias mídias) da menina de 13 anos que criou uma página no Facebook para retratar o estado precário de sua escola (pública) em Santa Catarina. Bem, eu ouvi, ou melhor, li por aí, me interessei em ver a página da menina e o que encontro em uma de suas postagens? Hein? Hein?

    "Diário de Classe - 14 de Julho

    Se te disseram que prá não virar a mesa
    Se te disseram que o ataque é a pior defesa
    Se te disseram prá esperar a sobremesa
    Ouça o que eu digo não ouça ninguém

    Esse refrão diz muito por eu ter criado essa página, mas eu não vou desistir, não estou cometendo nenhum crime, estou mostrando o que de fato é a pura realidade.
    Os regimentos internos deveriam punir os maus, que roubam, que quebram, que estragam a escola, que agridem os outros, esses sim deveriam sofrer punição!"

    Coisa de inspiração à reflexão e às atitudes ;-)

    Achei muito legal e achei que você gostaria de saber disso, Humberto.

    Isso não é chhhhááá--Topaca-Ralho, é? Eu ficaria orgulhosa...rs

    ResponderExcluir
  44. Hey Gessinger, ontém fui deitar mais cedo pois tudo tava/tem estado tão desmotivador que preferi tentar dar uma chance ao sono, e largar essa vida de insone de lado. Bem, o que fiz foi deitar apagar a luz, enfiar debaixo das cobertas até ficar sem ar e continuar pensando...joguei uns joguinhos no celular, perdi a paciência e fiquei mais ansiosa ainda, larguei pra lá! Pensei em levantar e ligar o computador pra ver o seu post, mas aí estaria saindo da minha tentativa de dormir cedo (nisso já tinha passado de 01:00 da madruga) pensei no que poderia ser o tema do seu post...e não sei como, dormi. Hoje por incrível que pareça acordei mais cedo que o de costume e com uma música sua na cabeça: "deve haver alguma coisa que ainda te emocione". Tenho a sensação que acordo e sei como o dia vai ser, de tão previsível. Espero que seja uma fase, estado de espírito, uma má onda... só que tudo realmente está chhhhááá--Topaca-Ralho!!!!! Suas palavras mais uma vez traduzem o que estou passando e isso já acontecei outras vezes em seus post. Foi mal por meu comentário/desabafo chhhhááá--Topaca-Ralho!!!!!
    Abraçãozão!

    ResponderExcluir
  45. O cara é demais! Tenho admiração sem fim!!! Parabéns..

    ResponderExcluir
  46. HG, parece que é hora de PAUSE no Pouca Vogal e PLAY no EngHaw !

    De qualquer forma, STOP no horário eleitoral, Chhhhhhhá - - Topaca - Ralho!

    Abraço ao HG e aos "de fé".

    ResponderExcluir
  47. E o que nos devem
    Queremos em dobro
    Queremos agora...

    Acordar em plena segunda-feira com amigdalite, calafrios e lesado.Chhhhhá... TOPACA... RALHO!!!

    Descer no elevador com o síndico 13 andares fingindo simpatia pro meu lado.Chhhhhhhhhhhhhá... TOPACA... RALHO!!!

    Ver novamente que o técnico do meu time encheu o meio campo de cabeças-de-alho.Chhhhhhhá... TOPACA... RALHO!!!

    Trânsito parado, buzina nos ouvidos e pagode no rádio.Chhhhhhhhhhhhhhhhá... TOPACA... RALHO!!!

    Beijo sem química, com gosto de cigarro.Chhhhhhhá... TOPACA... RALHO!!!

    E a ressaca no outro dia??!!Chhhhhhhhhhhhhhhá... TOPACA... RALHO!!!

    Morena linda, conversa boa , porém sem rebolado.Chhhhhhhhhá... TOPACA... RALHO!!!

    Vinho sem queijo, noite vazia, um filme entediado.Chhhhhhhhá... TOPACA... RALHO!!!

    Chegar em casa, olhar no espelho e ver que o cabeleireiro cortou mais que o necessário.Chhhhhhhhhhhá... TOPACA... RALHO!!!

    Ligar a TV, e ter que assistir uma entrevista com a platéia do jô soares.Chhhhhhhhhhhhá... TOPACA... RALHO!!!

    Postar ou não postar esse texto
    Nem tijolo, nem barro...

    Vou ficando por aqui
    Um abraço aos de fé
    Antes que percebam que:
    EU SOU CHHHHHHHHHHHHHÁ... TOPACA... RALHO!!!

    ResponderExcluir
  48. Se é pra ser sincero...odiei...De todos os textos que vc já escreveu aqui, este foi um que achei que não deveria ter sido escrito...
    Abração...

    ResponderExcluir
  49. Oxi, essas 'palavras-chave' me lembraram o carinha do tempo, do Jornal do Boris...xD
    Como tá em tal lugar?
    CHHHHHHHÁ-Topaca-Ralho!!
    kkkkk...
    Aew, HG, a gnt aqui de Teresina-PI espera um show teu.Abração

    ResponderExcluir
  50. Você não é chhhhhhhá-topaca-Ralho (é legal escrever isso,rs), vejo que gostas de muitas coisas, e tens muita paciência! Mas concordo que os olhos da pessoa amada e a música são suficientes, e muito do que foi citado é chato mesmo! Belo texto!
    (B)Ah, eu é que sou chhhhhhhhata, "ontwiter" hehe. Bjos.
    Tani Kronbauer
    Joinville SC.

    ResponderExcluir
  51. eu conversava isso com um colega hoje a noite horas antes da publicação....
    porque seguir regras, seguir o conjunto, porq isso ou aquilo, CHHHHHHHÁ-Topaca-Ralho!!

    eu quero seguir o que eu gosto e acredito....
    seus textos são magníficos e nos trazem uma sensação de liberdade.

    parabens e ate segunda/terça.

    att;

    Mickaell Medeiros
    Mossoró-RN

    ResponderExcluir
  52. Ta se tornando divertido ler os "posts". Afinal parece que todo mundo resolve colocar aqui um pouco de sua "essência interior humbertiana" rsrsrrs
    Eu, só tenho uma coisa pra dizer hoje: O Grenal de domingo não foi Chhhhhhhá - - Topaca - Ralho!
    Sds tricolores!

    ResponderExcluir
  53. Ta se tornando divertido ler os "posts". Afinal parece que todo mundo resolve colocar aqui um pouco de sua "essência interior humbertiana" rsrsrrs
    Eu, só tenho uma coisa pra dizer hoje: O Grenal de domingo não foi Chhhhhhhá - - Topaca - Ralho!
    Sds tricolores!

    ResponderExcluir
  54. O mantra "Chhhhhhhá - - Topaca - Ralho!" está rendendo bem pra kralho. rs..

    Creio que cada um tem os seus mantras para estes momentos que nos achamos solitários mesmo numa multidão. Pior que agora qdo alguém te encontrar no elevador, na rua, no camarim, etc e te pedir pra tirar uma foto, autografar um livro, etc vai pensar: -Putz, será que eu sou Chhhhhhhá - - Topaca - Ralho? ^^

    Mas é aquele lance de postagens atrás, ônus e bônus são siameses...etc e tal.


    Oxente: Ontem lembrei de vc duas vezes, numa delas devido a uma imagem que é a tua cara, talvez tenha passado alguns anos com ela na cabeça sem saber que existiu tal caso:


    http://img820.imageshack.us/img820/2144/23369105.jpg


    Abraço.

    ResponderExcluir
  55. Sem a música a vida seria um engano. (Friederich W. Nietzsche)
    \@/

    ResponderExcluir
  56. Coincidentemente, acabei de ler essa matéria da revista Super Interessante sobre citações filosóficas mal-feitas. Vale a pena uma conferida, Humberto:

    http://abr.io/37Sc

    ResponderExcluir
  57. Também o livro 'Quando Nietzsche Chorou' é péssimo, não percam vosso tempo.

    ResponderExcluir
  58. Têm dias que quero que passe o mais rápido, que dia péssimo! Ainda bem que amanhã é um novo dia e melhor ainda que os dias não são iguais, amanhã será melhor!
    Procuro ser positiva e não reclamar, pois quando se reclama se torna um vício. Procuro a Paz e muitas das vezes esta está dentro de mim mesma basta procurar.

    (Sinceramente não gosto quando leio seu texto e me deparo com palavrão, pode-se mudar estas palavras, substituir por outras, pois quando se usa tais palavras perde o valor e o conteúdo do texto.) "O sábio nunca diz tudo o que pesa, mas sempre pensa em tudo o que diz’(Aristóteles).

    Peço-lhe desculpas, mais é o meu ponto de vista.

    Até! Beijos e vida longa.

    ResponderExcluir
  59. Mister Gessinger
    Mister Gessinger...

    Sentir na sua totalidade só é belo nos livros do século XIX?

    Talvez porque, nesse silêncio intrigante que deixou-te extremamente perceptivo demais de si mesmo, chega-se aquela temível conclusão sobre o mundo que nos cerca (além próprio umbigo):
    "Posso ver o seu arranhão. Não posso SENTIR a sua dor"

    E isso vale para tudo mesmo quando o assunto é sentir.
    Por isso um dia, uma pessoa extremamente sentida em relação a TUDO que a afetava, comovia, chateava, entristecia, arrebatava nesse piscar consciente e solitário demais, resolveu traduzir num alfabeto disposto das mesmíssimas letras em zilhões de formas diferentes, esses estados século XIX que o homem "moderno" foge a custa de tarja preta, drogas, alcoolismo, novela, futebol, carnaval, para entorpecer-se...

    But...
    Eu sou apenas uma dramática ridícula do século XIX, que nas horas vagas, pego-me apenas a tentar sair um pouco de tão perto demais de mim mesma. E com um sorriso Snoopy, apenas dançar Peanuts, com minha Jukebox alheia dos olhares críticos e musiquinhas de eleição...

    http://www.youtube.com/watch?v=2f6FS1dn6No

    Divirta-se.
    Meu Olá
    :)

    ResponderExcluir
  60. Gessinger vc é realmente um deus da musica, kra vc fez um belo show aki em SMO-SC, kra volta aki e faz outro, eu queria muito conheselo (minha tia e minha mae diz que vc é meio que um parente) kra eu escuto suas musicas desde os 8 anos hoje tenho 16 e numca vi musicas melhores que as suas. Boa Sorte e tomara que vc continue tendo esse sucesso toda parabéns...

    ResponderExcluir
  61. são teus os desenhos?

    ficou bem legal o fundo ...

    ResponderExcluir
  62. Humberto, parabens pelo seu trabalho...a muito tempo admiro ele...e parabens pela pessoa que você é!!! continue nos dando essas musicas com letras fantásticas e esses belos textos, que mais parecem poesia!!!
    e novamente

    Admiro muito o seu trabalho.

    ResponderExcluir
  63. Mister Gessinger...

    Vim apenas trazer-te algo familiar, algo condizente com a vida destroçada em meio a essas chocantes engrenagens fakes...

    http://www.youtube.com/watch?v=PTdzCAGH3lU

    Num comentário condizente do mesmo, lê-se: "she realized that the only life around her was her love and the flower that HE threw out"

    Esse vídeo faz pensar...(e sentir)
    Sim, no quanto tornamo-nos apenas máquinas, engrenagens de dar bom dia, de dar autógrafos, de dar oi no elevador, máquinas de produzir, de gritar gol no clássico de domingo, máquinas com 80.800 amigos no facebook, máquinas RT do twitter, máquinas eco a repetir e repetir tudo, enquanto reclamamos da falta de naturalidade, da natureza viva que jogamos displicentemente pela janela em troca do quê mesmo?


    Meu Olá
    :)

    ResponderExcluir
  64. sinceramente;a vida é muito mais!mas é a nossa imperfeição que faz com que achemos tudo chaaaaaato d+,nós mesmos muitas vezes chaaaaaaatos d+,tolos d+,sábios de menos!

    ResponderExcluir
  65. às vezes o meu silêncio
    parece um filho da puta egoísta
    querendo somente a própria paz
    e nem uma bandeira branca a mais.

    porque o meu silêncio se ouve
    e bem sabe que não serve
    como exemplo para nada
    não é mister universo
    não desfila
    babando ovos
    lambendo pintos
    cantando de galo
    soltando pombas
    para a humanidade
    fantasiado de pacífica voz.

    às vezes o meu silêncio
    quer somente um campo aberto
    para se implodir sem fazer alarde
    com o barulho que em si mesmo faz.

    ResponderExcluir
  66. Sonhei contigo hoje, já era de manhã. E quando ia chegar próximo a vc, e eu estava até correndo pra isso...acordei!!! do naaadaaa!!! =(

    Culpa do meu superego Chhhhhhhá-Topaca-Ralho me chamando pra realidade! =(

    Abraçãozão!

    ResponderExcluir
  67. Humberto aparece logo em brasília. só falta vc vir aqui

    ResponderExcluir
  68. Sabe Gessinger, sempre acompanho seus pensamentos aqui registrados, sempre que a segunda vira terça!
    Confesso que pensei em te dizer algo sobre o que falavas, mas algumas vezes não soube o que falar, outras achei que não fizesse sentido... você não iria ler (provavelmente)!
    Mas sempre acho fantástico o seu jeito de desenhar o mundo com suas palavras... Ficava sempre na expectativa de saber sobre o que seria seu próximo desenho...
    No entanto, hoje resolvi te escrever, sem saber se escrevo mesmo para ti, para dizer que, apesar de continuar admirando seu jeito de desenhar o mundo, quando venho aqui, é na expectativa de saber o que te disseram... sim, o que disseram para você aqui, acho que você tem muitos recados à me passar!
    Peço desculpas por você não está sendo “prioridade” aqui... Sinto-me usando seu espaço... mas a culpa é “dele”, é sempre “dele”! ... “Ele”: seria insuportável ouvi-lo sempre! (Ele sempre me dizia exatamente o que eu queria ouvir, só que eu não queria ouvir)
    Mas não ouvi-lo nunca também seria insuportável!
    Por isso tenho a voz dele guardada aqui numa pasta, quando tenho necessidade vou lá e pronto...
    (Quantos “sempres”...e eu nem sei ao certo seu significado. Quanto tempo tem um sempre? O sempre contém quantas horas, dias, anos? ... vidas?)

    ...
    Segunda-feira blues...
    Deixar a porta aberta para a vida poder circular...
    Será que foi isso que fizemos? Talvez por isso que ainda sejas tão permanente!!!

    Espero o próximo texto Gessinger, pois além do prazer do próprio texto, é só a partir dele que terei o meu texto.
    E não me diga nada que eu não deva ouvir!!!

    ResponderExcluir
  69. Independente do assunto, quando vc escreve um ágil e nadvertido clipe me vem a cabeça. As imagens mudam depressa, e raramente dizem aquilo que parecem dizer.

    ResponderExcluir
  70. Independente do assunto, quando vc escreve um ágil e nadvertido clipe me vem a cabeça. As imagens mudam depressa, e raramente dizem aquilo que parecem dizer.

    ResponderExcluir
  71. "sim à vida"
    amor fati e tal... amor fati, rs.

    ResponderExcluir
  72. Boa noite, adoro e acompanho tua obra já à muito tempo!É incrível! Sempre que ouço suas músicas tento sugar ao máximo as palavras ditas ai. E mesmo tudo mundo que começo dizer que Refrão de um Bolero é uma música de amor, eu sempre achei que fosse mais um desabafo de arrependimento, e para mim neste momento seria muito importante saber, ela diz muita coisa para mim. Caso você possa responder a essa dúvida eu ficaria imensamente grata. Sucesso e saúde sempre!!!!!!

    ResponderExcluir
  73. cara eu sei que estou dando bobeira e ate te enchendo o saco mas gostaria que vc desse uma olhada no versos abaixo e seria um sonho que vc utilizasse alguma coisa em uma canção sua.

    O TIC TAC DO TEMPO
    ÀS VEZES RAPIDO, ÀS VEZES LENTO.
    VARIAVEL PARA CADA SER.
    ANTES MESMO DE EINSTEIN O ENTENDER.
    ...................................................................
    ANTES, IMUTAVEL E FRENETICO.
    E AO SURGUIR DE UMA IDEIA,
    NÃO HAVIA QUEM NÃO SE TORNARA CETICO.
    MAS, MOSTRARÁ, ELE, DO TEMPO A VERSÃO PANGEIA.
    ...................................................................................
    O TEMPO E SUA INFAME ENVERGADURA.
    COMO UMA COORDENADA HOJE SE ROTULA.
    ESTE DEUS QUE CAIU DO CEU OUTRORA.
    TROUXE-VOS A CAIXA DE PANDORA.
    ...............................................................................
    VERDADES QUE SEU PROPRIO CRIADOR TEMEU.
    O UNIVERSO ENTENDENDO SEU EU.
    ELE QUE SEMPRE EXISTIU.
    UM DIA NÃO EXISTIU.
    .........................................................................
    A BARREIRA INQUEBRÁVEL DE UM PONTO.
    IMPEDINDO A PERFEIÇÃO DE UM CONTO.
    VESÃO MODERNA DO GENESIS!
    POR ESTAS PALAVRAS ESPREITA-ME A IRA DE NÊMESIS.
    ..............................................................................
    O TEMPO QUE JÁ FORA CÓSMICO.
    TORNOU-SE ATÔMICO.
    NÃO HÁ DIFERENÇA QUANDO SE COMPARA.
    A ÚNICA VARIÁVEL E A ESCALA.
    ..................................................................................
    NAVEGAMOS NO CONTROVERSO RIO DO TEMPO.
    SOBRE NOSSA JANGADA REALIDADE.
    COM OS VENTOS DA RAZÃO MUDANDO A CADA MONENTO.
    EVIDENCIANDO NOSSA ETERNA AMBIGUIDADE.
    ...................................................................................
    E É ESTA AMBIGUA DUVIDA EM EXISTIR.
    QUE NOS FAZ RESISTIR.
    JÁ QUE EM ALGUM LUGAR DO TEMPO.
    NOS AINDA TEMOS TEMPO.

    ResponderExcluir
  74. Qualé a do Nietzsche nesse post?

    ResponderExcluir
  75. Além dos seus mantras, que tal também orar (e olhar) com palavras santas e consagradas - pelo teu bem, pelo bem do próximo e de toda humanidade. Pode ser que realizem seus sonhos com mais suavidade, proteção e saúde

    ResponderExcluir