FRAGMENT(*)S C(*)M N(*)TAS DE R(*)DAPÉ - 54


(*) A estrada que liga Blumenau a Joinville estava especialmente bonita. O sol, na inclinação certa, dava a cada árvore a sombra justa. Se eu olhasse o relógio, ele diria: hora certa para ver as coisas como elas realmente são.

Passei por alguns pequenos cemitérios que, numa tarde tão cheia de vida, me lembraram  estacionamentos (onde estarão os donos daqueles carros de mármore e sem rodas? Validando o ticket?). Virei a cabeça para conferir se os túmulos pareciam mesmo carros estacionados mas uma curva havia bloqueado com árvores a visão.

(*) Não estranho cemitérios, mas um estacionamento é um espaço estranho, né? Esteja completamente cheio ou vazio, sempre parece que não deveria estar como está, tomando espaço de coisas mais interessantes. É um triste subproduto do automóvel (outro objeto estranho, híbrido de sofá e cavalo - que já significou liberdade e hoje representa uma prisão - símbolo da confusão entre público e privado, barbárie e civilização).



(*) Quando cheguei à cidade, postes e fios da rede elétrica, que sempre passam despercebidos, chamaram minha atenção. Um ruído visual:  linhas desnecessárias numa folha que se queria branca, limpa, para desenhar.



(*) Estou vendo semelhanças demais entre coisas demasiado distantes? Estarei confundindo a claridade deste dia bonito com clarividência? Pode ser... mas aqui vai uma última: me surpreendo ao constatar que algumas rádios ainda usam o duvidoso truque do trote telefônico para gerar risadas. Isso não é muito diferente do golpe das ligações simulando sequestro, né? Grana ou audiência é o mesmo fim...  uma mentira ao telefone é o mesmo meio. Qual é a hora de ver as coisas como elas realmente são?




bah 1: estas fotos não são da estrada entre Joinville e Blumenau. Fora feitas alguns dias depois, entre Rio de Janeiro e Juiz de Fora. Outra estrada, o mesmo caminho. Estou vendo semelhanças demais entre coisas demasiado distantes?


bah 2: E, se eu disser que a janela do ônibus é um espelho e que olhar pra fora é olhar pra dentro,  também estarei vendo semelhanças demais entre coisas demasiado diferentes? 

bah 3: O dia (em que estrada que liga Blumenau a Joinville estava tão bonita) era 14 de junho. Completava um ano exato da primeira destas postagem nas travessias da segunda para terça.
 Eu estava na estrada justamente para o lançamento do NAS ENTRELINHAS DO HORIZONTE, livro que nasceu aqui, no blog. Vocês fazem parte desta travessia, valeu! Se quiserem compartilhar experiências relacionadas ao blog nos comentários vai ser muito legal ler.

bah 4: Falando em travessia... a letra abaixo fiz para uma música do Bebeto Alves... quem já leu o NAS ENTRELINHAS DO HORIZONTE vai reconhecer algumas linhas. 

um travesseiro com teu cheiro
seria a ponte para o dia
seria noite a vida inteira 
se não houvesse travessia

preciso atravessar
a nuvem de metal
que pesa na minha cabeça
    
uma palavra incompreensível
seria a ponte para o dia
seria noite a vida inteira
não fosse a tua caligrafia

preciso atravessar
o caos que há no ar  
e pesa na minha cabeça

o GPS enlouquece
a gente esquece aonde ia
a mil por um milhão de ruas
cadê o portal pra travessia?

partir, romper, cruzar
preciso atravessar
24 léguas
de um dia que não vem
60 toneladas
de um minuto em suspensão

atravessar - a travessia
atravessar - a travessia

partir, romper, cruzar
preciso atravessar
a ponte para o dia

abraços
19jun2012

113 comentários:

  1. GLM é algo muito valioso , tanto é assim que depois de tantos anos passados, nós continuamos aí, esperando essa volta..
    Eu ainda tenho esperança enquanto os 3 estiverem vivos,
    O sonho é popular !

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. O coração bateu mais rápido ao saber q essas fotos foram tiradas na Br. 040 q leva à um maravilhoso lugar chamado juiz de fora... Com todo respeito ao Duca, como ótimo músico e cantor, mas realmente ver o trio tocando seria o começo do fim da nossa vida... Parabéns para o power duo, ótimo show, gessonger interagiu perfeitamento com os juizs foranos, enfim tudo acaba bem quando se vai atras
      daquilo q queremos
      Bah: andei 300 km para ver amigo de fé, carro quebrou na volta, fui rebocado, e cheguei inteiro e feliz!!

      Excluir
    2. Humbertão olha o cara ai doidinho pra tocar novamente
      http://augustolicks.wordpress.com/2010/03/29/augusto-licks-considera-a-possibilidade-de-tocar-novamente/

      Acho que a musicalidade que vocês 3 (GLM) tem Juntos é maior que qualquer desentendimento , prova disso é o trabalho do caralho que vcs fizeram juntos de 1987 a 1993

      Excluir
    3. E por que o Leindecker não poder ser o L do GLM ?

      Excluir
  2. Humberto, passei o fds tomando chimarrão e enxergando as coisas de uma distância ímpar. Recebi uma bala de troco e vi que ela se parecia com uma moeda, com cara e coroa, com prós e contras.
    Quanta sensibilidade! Quanta coincidência, quanto acaso! Terá sido forçado?

    ResponderExcluir
  3. A estrada, entre o RJ e Juiz de Fora, é bela mesmo, Por falar em belo, belo show o de sábado passado, Valeu muito cruzar esta estrada! Nos esbarramos pela highway,
    Saudações Rubro-Negras.

    ResponderExcluir
  4. Humberto, creio que muitos de nos quando virem um sohw seu pela primeira vez, vao sentir o msm que vc quando viu o show do Roger Waters. abç

    ResponderExcluir
  5. Caminhos de uma única variável, o caminhar...
    Viver a infinita highway...tô devagando...
    É Infinita Simetria..
    ainda devagando, efeitos de uma segunda feira nada blues.
    E aí vai fazer o livro de ficção ??
    Graaaade abraço! Seu 1berto..!

    ResponderExcluir
  6. Legal legal acho que a tecnologia tumultua um pouco sim...

    ResponderExcluir
  7. "...Qual é a hora de ver as coisas como elas realmente são?"

    Perdi uma colega num acidente de carro hoje, tudo faz pensar que não vivemos da melhor forma. Faz pensar que perdemos o tempo que ainda temos, enfim.

    Beejo HG!

    ResponderExcluir
  8. Phoda. Vlw HG!
    Aproveitando a oportunidade...que show vocês fizeram no cultural bar em Juiz de Fora... Sensacional!!!

    ResponderExcluir
  9. Estradas.....sudeste e sul......concreto e asfalto......carros e túmulos.....t disse q conheci o blog no post anterior; valeu a pena cada minuto da semana esperando esta virada simbólica da Segunda p Terça!!!
    Extasiado com tuas "novidades" (livros, blog, twitcam), logo menos estarás me reconhecendo pelo apelido!
    ......essa estrada de Joinville até Blumenau me lembra DEMASIADAMENTE família.....não necessariamente sanguínea!!!!!!
    Forte abraço cara, mto bom t acompanhar novamente!!!!!!!!

    ResponderExcluir
  10. Nossa Parabens! vc escreve muito bem!
    E, se eu disser que a janela do ônibus é um espelho e que olhar pra fora é olhar pra dentro...
    adorei essa frase!
    Incrivel cmo vc desperta a vontade d ler em seus textos ... primeira vez q stou vendo esse blog e adorei!
    PARABENS + UMA VEZ!

    ResponderExcluir
  11. Teus pontos de vista continuam interessantes, apenas incluo que a idade vem acrescentando ainda mais encanto. Opa isso foi um elogio de coração, para quem não tem medo da "maturidade" rsss
    um grande abraço, de um fã atento!

    ResponderExcluir
  12. O blog tem sido o bom companheiros da hora certa, em que a incerteza toma conta, e o dia muda!
    A estrada blumenau/joinville... Sempre passo por ela ouvindo Ouça o que eu digo não ouça ninguem, meu bom companheiro das idas pra casa.
    Legal fazer parte dessa travessia, estou sempre por aqui nas segundas terças feiras, estava no happy art em Joinville sendo o canalha que perguntaria se você ainda era um amador...
    Mas reintero, amadores amam. Profissionais cansam!

    Abraço 1berto, até

    ResponderExcluir
  13. GLM, excelente álbum! Pena que fomos separados por nascimento. rsrsrs Não sei se você ainda se lembra quando eu lhe perguntei pelo twitter que dia do mês de novembro de 92 foi lançado o GLM, daí você me respondeu que foi no dia 9/11/92. Mas eu nasci no dia 19/11/92, diferença pouca! :p

    ResponderExcluir
  14. Acho que já é redundância elogiar seus textos. Tenho um pouco de receio desse desgaste do elogio, porque às vezes parece que nunca é suficiente dizer que o seu texto é muito bom.

    Obrigado pelas palavras leves e sábias desta segunda-terça. Quase sempre vejo nessa janela o reflexo de alguns pensamentos que tenho no dia-a-dia.

    Estou esperando o lançamento no Rio para comprar o Nas Entrelinhas!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Lançamento no RJ, será dia 18 de julho.
      Local ainda não confirmado. Talvez, na Livraria da Travessa de Ipanema.
      Abraços.

      Excluir
    2. Opa, obrigado pela informação!

      Excluir
  15. A hora é agora! Nunca foi tão cool pensar demais e remar contra a maré. Personalidade e fuga da mesmice. Novos Horizontes!

    ResponderExcluir
  16. Estou lendo muito Humberto e Maltz ultimamente!

    As músicas nem preciso comentar!

    Quem me conhece na minha grande-pequena-cidade sabe que sou fã dos EngHaws, sou fã do Humberto!

    Olhar pra fora e se encontrar...
    Olhar pra dentro e se perder...

    Foi bom ler o post de hoje... pra quem é vivo e teve uma segunda-feira FDP de problemas!

    Valeu Humberto!
    e pra não perder o costume... Peço... Comente sobre suas tatoos... um dia desses!

    Fiquem com Deus!

    ResponderExcluir
  17. Viajar é muito bom para observar as coisas (com duplo sentido). Infelizmente a grana é curta para alguns e é trabalhoso para outros. Já comentei aqui que gosto de fotografar cemitérios e que vejo neles uma desigualdade, digamos, igual ao que vemos fora deles. E quando você fala sobre subprodutos relacionados a carros e estacionamentos, mais uma vez me lembro de um cemitério: morei em uma minúscula cidade nos EUA durante alguns meses por um programa de trabalho nas férias e como coincidiu com o natal, foi inevitável notar que o cemitério era todo ornamentado com guirlandas e bolinhas natalinas, uma verdadeira competição para ver qual túmulo era mais estapafúrdio que o outro....achei demasiadamente estranho, mas era o país do capitalismo, era necessário vender natal para todos...todos mesmo.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Que visão! De minoria! Quão bom ver que um bom Portugês ainda é escrito...

      Excluir
  18. Muito obrigada humberto pelo seu trabalho!realmente uma arte.estou aguardando um show aqui em POA pra gente ver tu tocar a sanfona e dizer "Bah que Tri esse show!"
    Abracao e boa semana.

    ResponderExcluir
  19. A estrada de Raposo (Itaperuna-RJ) é FODA TB! rs

    ResponderExcluir
  20. As coisas mais belas e simples... não são consideradas importantes... uma pena

    Vlw HG

    ResponderExcluir
  21. A hora de ver como as coisas realmente são?
    Acho que na hora em que a iniquidade deixar de existir e o povão ir a luta (O texto ta aí pre ser interpretado né, interpretei da forma de como mais vejo as coisas cabendo ou não no contexto).Mudando o contexto como quem muda radicalmente de assunto, acho que quando as pessoas começarem a ver certas coisas com um olhar especial(sem preça e com precisão), as coisas vão começar a andar pra frente, de forma reta e vertical, sempre pra cima quase nunca pra baixo!

    ResponderExcluir
  22. A hora certa de ver as coisas como elas são é segunda, 23h55; 23h56; 23h57; 23h58; 23h59; 23h60 - ops: 00h; 00h01; 00h02; 00h03; 00h04; 00h05...

    ResponderExcluir
  23. olhar a tua obra pra mim é como olhar pela janela do ônibus pra vc... semelhanças demais entre coisas demasiado diferentes?
    todas as estradas tem sua beleza...todos os pontos que ligam as coisas e facilitam travessias são belos....

    ResponderExcluir
  24. 1 ano já de blog? que bacana!, sempre estou por aqui quando a segunda vira terça... sempre bom ler os teus textos!

    Abraço!

    ResponderExcluir
  25. Entre a razão e a emoção, um raciocínio intimista e um modo personalizado de ver o mundo, pura sinceridade; espero um dia escrever tão bem quanto você, Humberto (não é delírio de fã, apenas reconhecimento quando vejo um palavras escritas na base da sinceridade).
    quando eu era criança costumava admirar os fios das redes de alta tenção quando eu viajava, agora eles representam fios suspensos que me prendem a uma civilidade que preferiria viver sem, a natureza sempre é mais bela em seu estado mais puro possível

    ResponderExcluir
  26. Mesma estrada, outra paisagem....Também fui do Rio de Janeiro para Juiz de Fora para assistir ao show, talvez minutos antes de você, mas com certeza a paisagem era a mesma, mas que não pude desfrutar por estar dirigindo...hahahaha...
    Minha paisagem era o velocímetro, retrovisores e placas...
    Abração.

    ResponderExcluir
  27. É.. Realmente estamos tão próximos e distantes, dia 12/06 você estava em Içara e eu perguntava a você, "uma singela pergunta", sobre o power trio, acho que todos perguntam sobre, e você se saiu muito bem, diferente de algumas entrevistas suas que vi. O problema do "www" (acabei de ler seu livro), é que a memória é permanente, e temos que conviver com a nossa falta de percepção momentânea, achei muito sincero o seu comentário destilado pela maturidade: "Vai aqui meu abraço ao Carlos e ao Augusto com a esperança de que tomemos outro café sem glamour numa hora dessas".
    Muito legal cara, gosto de você agora muito mais como pessoa do que como músico.

    Abraço.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Klaus ... Bem colocado: Admiração à pessoa!
      HG é 1 kra bacana/simples que tem gestos nobres!
      O que mais me cativa é o respeito/carinho que ele tem pelo seu publico, e também por toda dedicação a família que ele constituiu. E valoriza!
      Abraços

      Excluir
  28. A estrada + bela
    A frase + bela
    O texto + belo
    ... Nasci em MG ... Me criei (criaram) na BA ... E hoje crio meus filhos em SP.
    A estrada + bela? Litoral e sertão da BA!
    A frase + bela? A da bandeira de MG!
    O texto + belo? O da próxima semana ... E vem do RS.

    ResponderExcluir
  29. Sempre que estou viajando, por estradas distantes, penso na cidade. Quanta diferença. E nessas horas vejo tudo de outra forma. A correria, som, buzina, relógio, despertador...pra quê mesmo? É outra ótica quando a gente consegue olhar pra algo, sem estarmos ali, de perto.
    Acompanho o blog desde o início. Comecei a comentar aos poucos, é um bate papo legal, bem próximo. Geralmente leio durante madrugadas de estudos pra faculdade, principalmente em fim de semestre como agora. Uma pausa nos números e textos para ler o blog me reabastece para virar a noite estudando, dormir umas 3 horas e acordar as 6 da manhã para fazer as provas. É uma rotina cansativa, mas sinto que estudar no silêncio das madrugadas é mais positivo e o blog é sempre uma boa companhia!

    Abraço!

    ResponderExcluir
  30. Bom ler antes de deitar , quando o hoje já é amanhã.

    ResponderExcluir
  31. O bom de ler essas postagens após essas entrelinhas do alemão que de cada 100 postagens 90 delas citam o GLM e quase ninguém fala do tal "Pouca Vogal" (ainda existe?)

    É melhor escrever livro mesmo....#ficaadica

    ResponderExcluir
  32. Ler os seus textos é como olhar pra dentro de nós mesmos, a gente percebe coisas que sempre percebeu, mas nunca tinha percebido...
    Valeu cara

    ResponderExcluir
  33. Terça nunca foi meu dia preferido na semana... era estranho e sem graça.
    Agora as terças são mais inspiradas... pensantes...

    Obrigado HG

    ResponderExcluir
  34. Pô Humberto, essas fotos ficaram bem legais!
    Me lembram o recurso de "múltiplas exposições" que, às vezes, uso em uma Nikon analógica (saudosismo gostoso de saber o resultado das fotos apenas na revelação dos filmes, dá aquele frio na barriga de ansiedade para ver como as fotos sairam; sim é apenas um hobby, imagino que profissionais nem tenham mais essa excitante espera e a surpresa final). As fotos ganham "sombras" interessantes.

    Parabéns pelo aniversário do blog!
    Tudo de bom para ti! :)

    ResponderExcluir
  35. Caracas...parabéns por 1 ano de textos superbacanas HUmberto!!! Que tu continue por vários anos aí pela frente!! E vamos ao quinquagésimo quinto ( se eu não errei nas contas...he he he)

    Abraço!!!

    ResponderExcluir
  36. É engraçado enxergar a mesma coisa de vários pontos de vista e mesmo assim, encontrar uma relação. A janela do ônibus pode ser um travesseiro, onde você encosta a cabeça e reflete sobre o dia, a vida e encontra uma nova versão(um novo ponto de vista) para a mesma visão do dia. Perfeito, como as coisas se encaixam no final. Surfei Karmas & DNA!

    Abraço, 1Berto!

    ResponderExcluir
  37. HG, obrigada por fazer nossas terças, sempre mais belas, como esta estrada, texto perfeito, estou apreciando agora O DVD DO POUCA VOGAL, trabalho muito lindo e emocionante... Parabéns ao Duo... Um grande abraço da De Fé...sempreeeee****Elaine

    ResponderExcluir
  38. Adorando o livro...lendo bem devagar que é pra não acabar logo... Eu agora posso sentir o cheiro dos textos...54 segundas que viraram as melhores 54 Terças na minha vida...obrigada

    ResponderExcluir
  39. Sacada muito top essa do blog, cara... Parabéns pelo aniversário!
    Pros de fé, que admiram seu jeito de interpretar a vida, vem sendo um prato cheio...
    (mesmo que ele seja só uma ponte, um travessia pra promover seus livros).

    ps.: Preciso urgentemente comprar o EDH...os outros já li 2 vezes cada! haha

    abraços fraternos!

    ResponderExcluir
  40. Muito boa a participação na Web Rádio Mondo Verde!

    ResponderExcluir
  41. Esse blog foi uma grande ideia! Além da qualidade de teus textos Humberto, que trazem reflexões importantes, é uma maneira de nós que somos teus fãs, de nos sentirmos mais próximos a ti. É o que acontece também quando lemos teus livros. É uma viagem tão bela que podemos fazer em meio as palavras. Obrigada por compartilhar tuas ideias e sentimentos, seja na literatura ou na música. Viva o primeiro ano do blog! E parabéns pelo maravilhoso trabalho no Pouca Vogal, você e o Duca juntos são demais! Assim, como os outros shows que vi de vocês, o de Caxias do Sul sexta feira passada foi incrível!Abraço.
    Monia Wazlawoski - Campo Bom/RS

    ResponderExcluir
  42. 1berto, como não gostar de ler seus textos?! Acompanhar o blog virou rotina nas madrugadas de segunda pra terça, um ano de blog e parece que foi ontem que eu li o primeiro post, bom, espero poder ler muitos outros, e a cada nova leitura minha admiração pelo seu trabalho se renova ainda mais.
    Um abraço!

    ResponderExcluir
  43. Travessia... quem nunca a fez? Novos Horizontes.

    ResponderExcluir
  44. HG, fotos e texto perfeitos ... adoro teus textos, espero com ansiedade as terçar feiras ...
    valeu! valeu pelo show em Caxias , foi muito melhor do que eu esperava, surpreendente, emocionante!
    agora te espero pro lançamento do livro, o meu já tá comigo ...

    :)

    ResponderExcluir
  45. Estas realmente são paisagens perfeitas, onde fazem com que o tempo pare, podemos nos transportar para um mundo de paz, tranquilidade e perfeição, e ainda existem queles que não gostam de ficar ao lado da janela, ou aqueles que não aproveitam as paisagens ou simplesmente não ligam...Mas o importante é que ligamos e estas ficam registradas e não se apagam mais.
    Quanto a ver as coisas como realmente são é tudo, mas infelizmente fazemos de tudo para fugir dessa realidade, achando um caminho de esperança. Mas precisamos ficar acordados. Ontem me assustei quando estava 'na janela' na volta do meu 'dia', ou seja é meu dia e esqueço do tempo, hora, problemas...Almocei em um lugar diferente, fui ao cinema e na volta me surpreendi como a cidade está crescendo, a quantidade de carros, pessoas, engarrafamento e obras na cidade... assim está o RJ.
    Beijos e vida longa, até um dia próximo...

    ResponderExcluir
  46. Excelente post dessa semana ! HG, valeu por compartilhar com os de fé pensamentos tão interessantes transformados em posts, poesias e prosas quando a segunda vira terça. Não faz muito tempo que descobri o Bloggessinger, pouco mais de 1 mês, mas desde então, tem sido muito bacana a espera e a degustação de cada texto. Show de bola !!!
    "Novos horizontes, se não for isso, o que será ? Quem constrói a ponte não conhece o lado de lá"
    Saudação HG e aos de fé.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Apenas para contextualizar, não que seja interessante, conheci Bloggessinger recentemente mas conheço e sou fá de EngHaw desde 1989, no auge da formação GLM, quando eu tinha 13 anos de idade e estava começando a aprender a tocar violão. Continuo sendo fã de EngHaw, continuo a aprender a tocar violão (rs) e também baixo (por causa de HG). É muito bacana poder acompanhar "mais de perto" HG através do blog e também do twitter, além de poder curtir o fantástico projeto Pouca Vogal.

      Excluir
  47. Quem me conhece sabe... sou mais que fã de Engenheiros e admiradora incondicional do HG... mas infelizmente (ou felizmente, não sei ao certo)não sou muito chegada em twitter, facebook, orkut e afins, por essa razão demorei praticamente um ano para descobrir o blog e as twitticans...

    Mas estou viajando no tempo relendo os posts mais antigos (desde o "bem vindo...") e seus comentários que são tão enriquecedores quanto os posts que os originaram (os textos as vezes mal escritos revelam muito das pessoas que circulam por aqui, a pressa em ser o primeiro, o nervosismo e até o vou comentar pq tenho q mostrar que passei por aqui...) e pior também faço meus comentários (é clichê eu sei, comentar um post que "já foi", mas sinto uma vontade incontrolável de escrever, até por considerar os textos atemporais, fazer o que neh!)

    Ler o que o Humberto escreve, me faz sentir mais próxima dele, mesmo separados por centenas de kms e sem ter passado na vida sequer 5 minutos juntos... é como se eu o conhecesse bem e tomassemos "um suco ou chopp" juntos frequentemente...

    Ao ler "Pra ser sincero" viajei com a banda... fui "holdie" e pude imaginar até o o que não estava escrito... o "Nas Entrelinhas" está lá aguardando, pois quero degustá-lo suavemente, depois de ler os quatro livros que estou lendo simultaneamente...

    A experiência esta sendo fantástica...

    Um super abraço,

    Anacléia

    ResponderExcluir
  48. Grande HG, grandes fãs te acompanham, isso está claro...não precisamos de milhões, mais de qualidade, e é isso que encontramos aqui. Não há porque se preocupar se sua MÚSICA está topo das mas tocadas, mas que esteja no todo das melhores cabeças, e essas encontram-se aqui.

    Rinaldo *fã desde 1989*

    ResponderExcluir
  49. Realmente na primeira foto não era a estrada que liga Blumenau e Joinville, só na primeira foto, pensei, essa era é a BR 040, onde liga Juiz de Fora ao Rio de Janeiro. Estradas iguais? Pra quem vive só no pé da estrada já está acostumado. Mas sempre tem umas paisagens diferentes, que chamam a atenção. Enfim, valeu pelo show de sábado aqui em Juiz de Fora/MG. Adorei! Voltem sempre!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Percebi a mesma coisa rsrs

      Saudações Juizforanas e Cruzeirenses :)

      Excluir
  50. 1berto,

    As crônicas têm essa mágica da pseudoefemeridade que nos remete ao resgate de memórias sensitivas: o que vemos, ouvimos, tocamos, saboreamos ou inalamos. Expressar em palavras o presente no passado que escreve o futuro é uma habilidade para poucos e vejo que fosse faz parte desse seleto grupo de humanos. Um grande abraço. Carlos

    ResponderExcluir
  51. Em 2009 fui a primeira vez para Santa Catarina, a cidade foi Florianópolis. Fui com amigos e no período que lá fiquei fiz novos amigos. Catarinenses em sua maioria. Iniciei um romance com uma Catarina de Blumenau. Por longos e bem vividos dois anos saia da Bahia e ia para Santa Catarina, vezes pelo aero de FLN, outras pelo de CWB. QUando descia a serra em direção a Blumenau, ficava refletindo sobre a vida e contemplando toda vista. Ao iniciar a leitura, não identifiquei a paisagem!rs!Parei a pensar, rapaz... tenho detalhes dela ( paisagem) em minha mente. Ao final da leitura veio a confirmação que a estrada não era a mesma!

    Estou vendo semelhanças demais entre coisas demasiado distantes? Estou sim. Vivencias, tempo, espaço, conexão entre os mundos.BA-SC-RS ou RS-SC-BA
    Abraço e Boa Semana!
    Bruno Veloso
    Salvador - Bahia

    ResponderExcluir
  52. Na semana passada retornando de uma viagem inédita por ser de caminhão e não de avião como de costume, em cada situação se utiliza os recursos que tens, estava voltando de Pouso Alegre-MG cidade de minha namorada (futura esposa) para o meu POA-RS.Em uma parada no Paraná, posto de caminhoneiros ao tomar meu banho com a letra de 'Camuflagem' em minha cabeça sem saber por que, saio do banho e aproveito o tempo sem as conversas de estrada para abrir o 'Nas entrelinhas do horizonte' que estava aguardando a ser lido na página certa, levo um susto na página 107 exatamente a próxima a ser lida e lá estava a letra de camuflagem, um tanto quanto estranho e o mais engraçado foi perceber que algumas coisas que procurava estavam tão perto que se fossem cobras me picavam, uma delas no papel de parede de meu celular que não é trocado há muito tempo. O que isso tem a dizer o futuro dirá.

    Gostaria de compartilhar e está ai.
    Agradeço a quem leu e a quem escreve.
    Vlw HG por toda tua obra que acompanha muita gente onde menos imagina..Abraços

    ResponderExcluir
  53. Que coincidência, escrevo em um blog: http://vezenquandopub.blogspot.com.br/ , sempre nas quartas (quando terça vira quarta) na mesa 3... onde está a coincidência? Completamos um ano de blógue exatamente no dia 14/06 =)


    Comprei o “NAS ENTRELINHAS DO HORIZONTE” ... depois de várias passadas na vitrine da Livraria Cultura, em POA. Li, gostei... guardei junto com os outros, na bolsa que carrego comigo caso te encontre pelas ruas... autografo na capa!

    ResponderExcluir
  54. Grande HG!!! Desde sempre vendo coincidências onde não existem, similaridade entre coisas diversas...um poeta, um gênio à frente de qualquer perspectiva, que capta a imagem pela lente certa da vida, aquela lente que poucos têm, a sensibilidade perdida na esquina entre o real e o abstrato dos nossos hightec-virtuais-multidimensionais...
    Forte abraço!!!

    ResponderExcluir
  55. Ótimo texto...Excelente letra (Música)

    Parabéns! Humberto, ( Kleber de BH seu grande e antigo fã)

    ResponderExcluir
  56. Depois de uma semana inteira vendo e ouvindo na maior parte do tempo o que não se quer, na terça é dia de purificar a alma e espirito com seus textos e suas idéias.

    HG (mestre) estamos sempre por aqui, abraços.

    Não, eu não posso negar
    Não adianta disfarçar
    Agora você me prensou contra a parede
    Eu não passava por aí por acaso
    Não, eu não olhava pra você por acaso

    :D

    ResponderExcluir
  57. Olá HG venho me encantando mais ainda com sua obra, já era fã do seu projeto "Engenheiros" e não vou fazer tipo aqui dizendo que sei tudo da sua vida e vc é meu ÍDOLO desde criança,até pq não o conhescia seu trabalho assim tão a fundo.Enfim... Fui ao Show do "Pouca Vogal" em Fortaleza nesse mÊs e fiquei mais que encantada com o projeto, ví dois artistas lá encima e verdadeiros poetas. O formato me encantou, e não faltou banda nenhuma viu, pq vocÊs suprem por total nossa necessidade de musica boa.

    E deixo relatado que poucos tem a sensibilidade como a que vc relata assustos e opniões.

    Um grando beijo!

    ResponderExcluir
  58. 1Berto!

    Texto super bacana!

    Eu queria ter só um pouco da sua criatividade para se inspirar, da sua facilidade para escrever e se expressar.

    Estou cada vez mais apaixonada pelo seu trabalho!

    Bjs

    ResponderExcluir
  59. Adoro seus escritos e a maneira como valora coisas simples, sem que elas deixem de ser simples. Exatamente neste sentido que há a beleza de ver as coisas, sem deixar que as abordagens lhe ofusquem a magia da simplicidade. Bjs.

    ResponderExcluir
  60. Acredito que o que falta para o mundo de hoje, e fonte de inspiração. O mundo precisa de um norte, de mapas e bússolas, de sorte e acaso.

    Novamente mais um belo post de um belo músico e escritor que considero tanto, mesmo sem saber.

    Fico com o primeiro post, GLM é algo incomparavel, chega um ponto que a gente nem escuta mais e é so sentimento.

    "GLM" vocês estão sob a mesma lua, e na realidade o barco ainda flutua, procuro acreditar. o que seria de nos sem a esperança e fé? ;*

    p.s mrd

    ResponderExcluir
  61. NA VEIA
    VOCÊ SEMPRE SABE DIZER O QUE EU QUERO SABER


    Morrer ao seu lado

    ela deita por já ser noite
    o compasso do descanso
    marca o mesmo para os dois

    avôa passarinho
    avôa que eu quero ver

    mais tarde é agora
    agora nunca será tarde
    na falta do que ser feito
    sacrifiquei minha sanidade

    26/06/2012 (o ano em que começou)

    POUCA VOGAL
    Flamboyant Shopping Center (Goânia)

    Eu vou Humberto
    e tenho presentes

    Leonardo Daniel

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Humberto, um dos momentos mais sinceros da minha vida foi quando fui ouvir você cantar ao vivo! Você é muito especial e sua especialidade é fazer com que as coisas se tornem tão simples e tão tocantes ao mesmo tempo...Temo pela música brasileira daqui a alguns anos, não vou falar o porque para não ficar criticando quem ta milhionário da noite pro dia. Mas cara, não sei se você vai ler isso, mas se ler quero te falar o quanto você é importante na minha vida, que Deus te ilumine sempre e continue enchendo sua vida de felicidade e saúde! Pra terminar quero te dizer que "Quando o Carnaval Chegar" salvou a minha vida, um dia te conto a história se a vida permitir! Abração Toinzinho - Paineiras

      Excluir
    2. Toinzinho

      muitas músicas também já salvaram
      literalmente a minha vida

      são anjos
      com suas mensagens divinas

      manda um e-mail com sua história para o próprio Humberto... mas contar pessoalmente é muito melhor!!!!!

      o e-mail dele mais conhecido é: gessinger@terra.com.br

      Excluir
  62. Que bela forma de fazer a travessia! Transformar em palavras o que vai sentindo pelo caminho.
    Gostei muito!
    Continue!
    Abraços,
    Áurea Coura
    Dom Silvério-MG

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Áurea quanta saudade, como estão os shows aí por Minas?

      Seu rapaz já entrou na faculdade?

      O livro que escrevemos e que eu organizei foi entregue o boneco em mãos para o nosso Rei...

      Excluir
  63. E aí tchê!
    Fiquei sabendo do teu blog ao ler a Zero Hora de ontem, onde estava publicada uma entrevista tua.
    Onde eu andava que nunca tinha acessado?
    Parabéns pelo trabalho, cara...é sempre bom lembrar que tuas músicas fizeram parte da minha infância e adolescência e continuam fazendo sentido até hoje.
    Grande abraço tricolor!
    Diego Nascimento
    Poa/RS

    ResponderExcluir
  64. Humberto espero que vc tenha gostado tanto do show de sábado em JF quanto nós, foi muito prazeroso poder cantar com vcs! Cada show do Pouca Vogal que eu assisto é ímpar, mas nesse vcs se superaram!

    E nesse ano tbm o Duca num tava roco como ano passado... Rsrsrsrs...

    Seja sempre bem vindo a Juiz de Fora! =)

    ResponderExcluir
  65. Poxa HG, você não se deu conta? Era você que iluminava o caminho... É como os rostos dos De Fé ficam quando você nos visita! Espero então que volte mais vezes, para inspirar e iluminar os nossos caminhos.
    Legal ter citado minha cidade, 14/06 , foi um dia muito especial mesmo! E estarei no show dia 13/07. Sexta-feira 13 cheia de alto astral, rsrs Te Adoro!
    Tani Kronbauer (construção torta em alemão, rsrsrs)
    Joinville SC.

    ResponderExcluir
  66. Humberto!
    sou a Gabriela de Luís Alves/Blumenau (difícil de lembrar, mas valeu a tentativa).
    Queria compartilhar que este blog já marcou importantes etapas da minha vida. A primeira, foi numa postagem que falava sobre escolhas e qualidades, que eu achei o máximo e acabei citando em uma entrevista para o Programa Jovens Embaixadores, que, aliás, eu conquistei e foi a melhor experiência da minha vida.
    A outra foi esse ano, sobre a postagem que falava do seu desafio no ano de vestibular. Vestibulanda estudando feito louca que sou, conhecer a insegurança e saber que não sou a única anormal a fazer apostas malucas me aliviou.

    Continue o magnífico trabalho. Não terminei As Entrelinhas do Horizonte ainda por culpa do vestibular, é claro.

    ResponderExcluir
  67. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir
  68. Cara, a espontaneidade dos seus textos me impressiona.
    É interessante a narrativa tão pessoal de uma experiência que a quase todos passa despercebido. A cada “terça-feira” me apaixono mais por esse tipo de literatura.
    Penso que as pequenas coisas da vida devem ser vividas assim: sentindo o cheiro e sabor de cada encontro e desencontro.
    Já, a forma que você escreve nos transmite a pessoalidade das experiências do autor, mas também possibilita a reflexão em que lê. Por isso, tanto na literatura, quanto na música, você consegue falar aos “de fé”.
    Por esse motivo, seus livros que comprei apenas para ter sua obra completa, se tornaram figurinhas cativas na minha escrivaninha.
    *** A vida vista pela janela é melhor compreendida. Nesse caso, a segurança que a distância dá nos permite tomar decisões mais acertadas.
    Abraço, e muito obrigado por sua arte/ofício.

    Janaúba, MG.

    ResponderExcluir
  69. Travessias, caminhos...escolhas..." quem constrói a ponte, não conhece o lado de lá!" Obrigada por deixar as terças feiras melhores!

    ResponderExcluir
  70. Uma travessia para exteriorizar a alma, palavras, músicas, melodias e harmonias, ritmos, luz e sombra, sempre há um pouco de alma de quem fala de tudo o quê vê, do jeito que cada um vê. Abraço amigo!

    ResponderExcluir
  71. Vanilce Nascimento - Bh20 de junho de 2012 08:38

    Olá querido Humberto.
    Passei pra deixar um beijo pra vc.
    Hoje atolada de trabalho não posso escrever demais.
    Que Deus te abençôe nessas estradas.
    Vanilce Nascimento - BH

    ResponderExcluir
  72. Olá Mister Gessinger...

    "Estou vendo semelhanças demais entre coisas demasiado distantes?"

    "...a janela do ônibus é um espelho e que olhar pra fora é olhar pra dentro"

    Vamos dizer que aqui, fez-me recordar um outro Mister, só que o Mister Hermes Trimegistos, com o seu notório pensamento: "o que há em cima é como o que há embaixo, o que há dentro é como o que há fora"... O que concordo. Vejo tantas semelhanças entre céu e mar, e o que nos seria demasiado diferente, torna-se algo tão semelhante, como irmãos siameses... Vida e morte, luz e escuridão, já não soam tão distantes e opostos assim... Aquele símbolo do Ying e Yang vai bem a calhar aqui...

    E a vida mais pura, mais além do que os olhos podem ver, não é assim mesmo, um espelho a devolver reflexos que sonhamos contrários? Dê uma segunda olhada, uma terceira, use os outros sentidos, e um mundo até então desconhecido descortina-se á nossa frente...

    Digamos que nas Entrelinhas do Horizonte, a linguagem do inefável é datilografada em CAPSLOCK... Percebe e sente quem realmente quer ultrapassar a forma de ver, olhar, notar essa travessia pelo túnel a mostrar uma luz...

    Estranho como sempre tenho a nítida impressão que a todo momento, nesse caos aparente que nos envolve, estamos constantemente sendo paridos...

    No meu caso, à ferros.
    Mas não por medo de nascer, nem das travessias, é algo mais como percorrer de olhos abertos e ir reconhecendo lentamente o túnel, pedra a pedra, parede a parede e passo a passo...


    Um abraço travesso

    :)

    ResponderExcluir
  73. legal a sequencia de imgs refexo no vidro + estrada, parece meio "fantasmagórico" e tb poético..

    ResponderExcluir
  74. Tuas escritas fazem de ti, o meu ícone, vejo na forma como tu vê o mundo, a tua realidade, algo além da compreensão humana, sou mto admiradora do trabalho, das tuas músicas, e agora tbm deste blog.

    Abraçãooooo!

    Lidiane de Assis.

    ResponderExcluir
  75. Estou muito feliz por você ter citado minha cidade:Juiz de Fora-MG!Valeu!

    ResponderExcluir
  76. Ótimo os teus textos aqui no blog.. tuas músicas, teus livros..impossível dizer qual é o melhor, desde criancinha que eu sou muito sua fã, mesmo não sabendo o que cada palavra significava eu adorava colocar os cd's no som e ficar a tarde inteira ouvindo, e até hoje faço isso.

    Abração

    Eloíse Boeira

    ResponderExcluir
  77. O Quanto um músico pode ser tão simpático quanto Gessinger?

    Aturar um adolescente de cabelo grande maravilhado ao ver seu ídolo?

    MUITO OBRIGADO POR SÁBADO PASSADO GESSINGER E LEINDECKER!

    Lucas Panisset - Juiz de Fora/MG

    ResponderExcluir
  78. Que lindo post. + q perfeito esse texto, as fotos e a letra da musica que ja se tornou uma das preferidas depois de ver o video de lançamento do nas entrelinhas. Sobre o blog, descobri este ano essa preciosidade. Hoje as segundas fazem sentido. Valeu Humberto! Achei esse um dos melhores e mais completos posts, com direito a muitas fotos, musica, poemas. Tudo que adoro ler e ver sobre vc. Abraços!

    ResponderExcluir
  79. Eu ia te dizer que te entendia (entendo!acho...). Escrevi que entendia (entendo! acho...) essa percepção e a expliquei. Mas apaguei tudo. Estava um tanto prolixo e confuso. Pouco sincera. Repito, então, suas palavras mais honestas do que repetir vc com outras palavras. Repetir vc, querendo fazer diferente mas do mesmo, seria uma farsa (falsidade ideológica! pior: sou mulher). Preferi não cair na pretensão de te explicar. Por que? Pra que? Houve um tempo em que a estrada me fazia sonhar (será que desse jeito que vc fala? sei lá...), mas eu deixei meu sorriso em alguma curva da estrada e tenho inveja da sua força de espírito: um Dom Quixote latino americano! Só acho que maybe estejas fazendo da estrada e do distante um meio p dar conta de uma coisa muito mais abstrata e não esteja dando conta de cada distante e de cada estrada por onde estás. E isso me parece um erro.

    Abraço

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. É você pode ter razão, mas depender de alguém é a prova máxima de amor... de amar, como já disse o bom e ainda não
      velho ;-.> HG - opa errei, o dente de ouro é desse lado: ;-')

      Excluir
  80. E aí seu 1berto, blz? Acompanho este mix Humberto + EngHaw há anos... e é primeira vez que faço uma interação desse tipo (de qq tipo) enfim, nada há dizer. Não gosto do humberto pessoa e sim do humberto artista. Continue por aí... Não sei se nossas opiniões aqui importe pra vc ou mude algo de nossas vidas, mas fica o parabéns pelo seu trajeto.

    Fábio fabinhofisica@hotmail.com

    ResponderExcluir
  81. quando acordei,nao era mais criança,será que acordei?minha vontade seria de ser ainda criança,mas preciso acordar,seria possível? as possibilidades nao me acordariam,,, ou talvez sim,, grande mestre Humberto,obrigado pelo despertador ,um abraço se seu super fã.

    ResponderExcluir
  82. E o idiota aqui tentando reconhecer o local, hahahaha...pegadinha!!!

    ResponderExcluir
  83. Rio/JF... Br040.... quando passar aqui em Itaipava, liga para pra tomar um café e esticar as pernas....rsrsrsrs

    ResponderExcluir
  84. Sensacional. Fazia alguns posts que eu não vibrava cam as palavras.

    ResponderExcluir
  85. "da janela do busão eu vejo morto alegre"
    mais ou menos isso???

    ResponderExcluir
  86. "Quando cheguei à cidade, postes e fios da rede elétrica, que sempre passam despercebidos, chamaram minha atenção. Um ruído visual: linhas desnecessárias numa folha que se queria branca, limpa, para desenhar."

    Lendo esse trecho, tive que lembrar da letras de simples de coração: "já perdemos muito tempo, brincando de perfeição/Agora é bola pra frente, agora é bola no chão."

    Muito bom!

    ResponderExcluir
  87. as vezes penso que poderia roubar teus pensamentos e então chamá-los de meus!
    Estou vendo semelhanças demais entre seres demasiado distantes?
    Mas seja como for, toda distância de estrada e de história, faz-me um bem danado te ler! E gosto dessa mania de me ver em versos que não são meus!
    janelas de ônibus são como fábricas de teorias! :)

    Um abraço,
    com um sorriso!

    ResponderExcluir
  88. Puxa cara, saudades tuas, saudade do acústico que tu veio fazer na expô da minha cidade em 2006, Votuporanga - SP, abraço Humberto!

    ResponderExcluir
  89. Especialmente,
    Aos DeFé de Goiânia e quem mais quiser, puder!!

    O Humberto está fazendo o lançamento do 'Nas Entrelinhas do Horizonte',

    dia 25/06/2012 (segudna feira)

    Na livraria Saraiva
    do Flamboyant Shopping Center
    ás 19:00 hs

    termos autógrafos e oportunidade para fotos!!!!

    vamos todo muhndo!

    eu chego às 18h...
    quero presente-a-lo com meu livro: 'Da Amizade' (Ed. Baraúna)

    ResponderExcluir
  90. Olá!! Lindo blog, Humberto!

    Ao ler teus posts lembrei destes versos de Drummond:

    "Eu preparo uma canção
    que faça acordar os homens
    e adormecer as crianças" (Canção amiga)

    Há quanto procurava um refúgio literário como este que você criou..Parabéns pelo trabalho!

    Abraços

    Loren

    ResponderExcluir
  91. Parabéns pelos seus textos... Leio os do blog e li seu livro...
    Ler seus textos é como conversar com um amigo e ouvir tudo o que vc precisa...

    Vc é muito bom...

    ResponderExcluir
  92. oiiiiii....bom esses textos são maravilhos como a maior parte
    de suas "obras artisticas", sempre abrindo mentes,
    retirando "pré-conceitos".Enfim fico feliz por um ano de partilha de experiências....ahh e foi muito lindo o show do POUCA aqui em MINAS na cidade de itambé,precisando volte sempre.....
    Sâmela Reis
    Itabira MG

    ResponderExcluir
  93. showzaço em goiânia... e recebemos como uma grande homenagem o uso da viola caipira aki em goiás....tu és mestre...o verdadeiro exercito de um homem só!!!!
    ... parafraseando gesinger, sobre o GLM: "... deve haver alguma coisa q ainda te emocione...." porque aos fãs tudo!

    ResponderExcluir
  94. Pensei em tantas coisas lendo o q vc escreveu,mas dai me lembro d q
    "preciso atravessar
    o caos que há no ar
    e pesa na minha cabeça"
    e fico sem palavras...

    ResponderExcluir
  95. Tu escreves canções que eu sempre ouço.
    As tuas canções me inspiram quando escrevo.
    Hoje escrevo e tu lês.
    ... Ouroboros curioso ...

    ResponderExcluir
  96. sempre fico a pensar nestes textos...

    ResponderExcluir