VIDE(*) C(*)M N(*)TAS DE R(*)DAPÉ - 37



Sou um prisioneiro. Escrevo arranhando uma lasca de carvão nas paredes da masmorra onde fui jogado pelos malvados guardas do diabólico Rei Momo... 

Nah! Tá muito dramático. Vamos de novo:


Sou o que sempre quis ser, Bobo da Corte do benevolente Rei Momo...

Nah, desisto! Não há ficção que pareça crível ao lado da incrível ficção do carnaval. Melhor bater um papo com os amigos que me leem, reais ou ficcionais.

em doses homeopáticas
em escala industrial
tudo acaba em samba
é sempre carnaval
...
dançamos no silêncio
choramos no carnaval
não vemos graça nas gracinhas da TV
morremos de rir no horário eleitoral
...
louco pra ficar legal
longe da euforia carnaval
...
neste deserto freezer 
carnaval e solidão
andam lado a lado
em perfeito estado de conservação

(*) Quem conhece estas músicas pode achar que não gosto do carnaval. Não se trata disso, acho que o Brasil pode mesmo se orgulhar desta festa. Só não é pra mim.

Aproveito o feriado para seguir em sentido oposto ao fluxo. Adoro baixas temporadas. “Litoral no inverno, serra no verão” é meu moto. Acho “gente” uma coisa tão especial que deve ser administrada em doses homeopáticas. E o silêncio, ah... este é o verdadeiro luxo! Não me venha com incríveis carros do ano, restaurantes badalados, quinquilharias digitais e passaportes cheios de carimbos exóticos. Luxo é ter o tempo e o silêncio que se quer e precisa.

(*) Pra ser sincero, a música que levaria  meu corpo da inércia à dança é nordestina. Não estou muito certo quanto à nomenclatura: baião, xote, xaxado... Me explico melhor dizendo que é o som de Luis Gonzaga, com sanfona, zabumba, pandeiro, triângulo. Isso exerce forte poder sobre mim. “Baião”, a música, me deixa ao mesmo tempo alegre e triste. Acontece isso quando ouço “Help”. Seja a voz do John ou a sanfona do Luiz, são poucas canções que me causam isso. E isso é bom.

Do samba, gosto mais lento. Este que as escolas tocam, seja pelo astral de competição ou por substâncias aceleradoras na corrente sanguínea do pessoal, me parece uma marcha. Muito ligadinho, sem malemolência.


(*) Apesar de não ser um carnaval muito prestigiado, as escolas de samba portoalegrenses têm os nomes mais divertidos:  Bambas da Orgia, Fidalgos e Aristocratas, Estado Maior da Restinga,  Protegidos da Princesa Isabel, Embaixadores do Ritmo, Sultans of Swing. Ops, me enganei: esta útlima é uma música do Dire Straits.

(*) Tem sido legal meu Carnaval 2012:
No sábado, esperei a barra do dia pra gravar  o video acima (eu sei, na canção o amanhecer é metafórico mas quis ser literal justo no carnaval, onde nada parece ser o que é).
Vi alguns filmes bacanas como Segredos De Um Funeral e li contos do Isaac Bahevis Singer (de tão boa, estou intercalando esta leitura com outras para que o livro dure mais).
Escrevi uma letra que mandei para um novo parceiro (idas e vindas de frases e acordes deixaram um rastro de novas possíveis canções).
Ouvi muitos babacas passarem com carros vomitando som absurdamente ruim absurdamente alto (deixei DVDs do Yamandu, Borghettinho e Dominguinhos rolando, trilhas sonoras do feriado: absurdamente bom).
Assisti, pela TV, meu time perder (derrotas não são nada perto da encheção de saco da futepolítica, futebusiness e outras futebabaquices).
Corri e caminhei intensamente morro acima e abaixo (ah, a endorfina é um trago que a gente mesmo destila, um vinho do qual somos a uva).
Revisei a revisão do livro novo, NAS ENTRELINHAS DO HORIZONTE (nele, falo do carnaval em que conheci Iron Maiden. No PRA SER SINCERO havia falado do carnaval em que gravei o !tchau radar!) .
Passei as noites sonhando e os dias dormindo (como canta Joaquin Sabina).
E ainda não acabou... 


Teu carnaval, como tem sido? Como foi? Dizaí!

Depois daquelas últimas montanhas, é o litoral gaúcho.
Um pouco além, a África. Origem de tudo.
Pela janela, em algumas noites o vento trouxe sons do ensaio
de uma Escola de Samba composta pelos Oriundi Alles Blau
que moram lá embaixo, no vale.
Quesito swing: zero. Quesito esforço: nota dez!


Quesito abraço sincero: DÉISHHH, nota DÉISHHH!!!

21fev2012

200 comentários:

  1. Chegou a hora da leitura mais esperada da semana...

    ResponderExcluir
  2. Humberto, se puder, leia meu texto sobre Dorian Gray, personagem que pintou na minha vida desde sua twitcam do #gessingerday!

    http://tragicamentefalando.blogspot.com/2012/02/conceitos-de-segunda-03.html

    Valeu! Parabéns pelo P(*)EMAS C(*)M N(*)TAS DE R(*)DAPÉ!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. a cada dia q passa esse cara nos surprende. com uma coisa nova em seu blog.um dos meus discos favoritos e gessinguer,liks e malts.

      Excluir
  3. Não sou simpático há essa data. E por ironia do destino, meu aniversário esse ano, caiu exatamente nesta data.

    Parabéns pelo texto, Humberto. Mais um bom texto escrito para os fãs hawaiianos.

    Abraço.

    Guilherme Claudino.

    ResponderExcluir
  4. É a leitura mais esperada da semana mesmo!
    Sou dessas também, fujo da festa e da folia do carnaval, prefiro o silêncio. Aproveitando que o carnaval significa fim das minhas férias. Quarta-feira a velha e cansativa rotina dá seus ares..
    Parabéns pelo texto, como sempre ;)

    ResponderExcluir
  5. Legal montar uma ideia sobre você e ela ser destruída pelos seus posts do dia-a-dia. Por mais que você diga ser de carne e osso, só acreditei vendo... e isso é bom.

    Abraço o/

    ResponderExcluir
  6. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir
  7. Sempre estarei por aqui apreciando os teus textos que no quesito genialidade preciso dizer: Désshh rsrs que nem carioca rs BJus HG

    ResponderExcluir
  8. Como eh meu carnaval? kra na boa eh lendo essas paradas aqui! prefiro ler isso com o sol do FGCA no fundo e tomando uma cerveja! sozinho estamos melhores! nao importa o q somos ou o q fazemos! sempre estamos melhor sozinhos! ou nao tbm.... sei la......

    ResponderExcluir
  9. Esperamos o carnaval inteiro pra ler isso...adorei..concordo plenamente!
    Tb vi nosso time perder..comendo xis bacon e ouvindo piadinha de colorado..pq ate aqui no nordeste tem que ouvir piadinha colorada,e isso faz parte ;)
    No mais,muito frevo..axé..e outras coisas que ainda não consegui decifrar...
    Otimo carnaval, e abraços..

    ResponderExcluir
  10. Destaques do texto de hj:
    "Quem conhece estas músicas pode achar que não gosto do carnaval. Não se trata disso, acho que o Brasil pode mesmo se orgulhar desta festa. Só não é pra mim." Falou tudo: carnaval não é pra mim!
    "Luxo é ter o tempo e o silêncio que se quer e precisa."

    Cara vc lê meus pensamentos é???

    Mais um ótimo texto!

    Valeu Humberto!

    ResponderExcluir
  11. "Acho “gente” uma coisa tão especial que deve ser administrada em doses homeopáticas. E o silêncio, ah... este é o verdadeiro luxo!" VERDADE!!!

    HG sempre genial!!!

    ResponderExcluir
  12. "Ouvi muitos babacas passarem com carros vomitando som absurdamente ruim absurdamente alto"

    Essas merda tem em todo Brasil mesmo.

    Meu carnaval tá sendo na TV assistindo as escolas de samba d SP e RJ com meu pai, que canta todos os enredos das escolas do RJ.
    E a chuva ainda não deu descanso. Cariri com chuva Humberto!!

    Abração

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Este comentário foi removido pelo autor.

      Excluir
    2. Bom demais... caprichou!

      Nota deix!

      ;D

      Excluir
  13. "...(*) Quem conhece estas músicas pode achar que não gosto do carnaval. Não se trata disso, acho que o Brasil pode mesmo se orgulhar desta festa. Só não é pra mim..."

    E não deve ser também para os De Fé que te leem nos primeiros minutos de uma terça de carnaval, como eu.

    Mais um post 10! Nota 10!

    Abraços HG!

    ResponderExcluir
  14. Meu carnaval? Escrevi poemas, vi filmes e li livros, mas o melhor momento é o início da terça-feira... Ahhh! Texto novo do HG (mercúrio?). Quem quiser conferir meus poemas vai em www.is.gd/poemasdodouglas

    ResponderExcluir
  15. Quesito texto da meia-noite: Déis, nota déisssssss

    ResponderExcluir
  16. Meu carnaval?! Bah,em casa, de cama e ouvindo muuuito EngHaw. :D

    ResponderExcluir
  17. Tb to me guardando pra qdo o carnaval passar.

    ResponderExcluir
  18. Pois é, ainda bem q mais algumas pessoas não curtem carnaval!!! prefiro o silêncio da minha casa e a tv desligada na hora dos desfiles... sem qrer ser chata né?!

    ResponderExcluir
  19. Adoro tudo que você escreve. Carnaval também não é uma das minhas datas preferidas, acho as escolas de samba todas iguais, mas o que vale mesmo é o descanso e a oportunidade de ouvir boas canções, entre elas está o "Acústico MTV dos Enghaw", tá vendo como eu tenho bom gosto. Este texto está especialmente maravilhoso, é muito bom sentir que estamos perto de você.
    Beijos! Marisa Manzanero (São Paulo - SP)

    ResponderExcluir
  20. "Luxo é ter o tempo e o silêncio que se quer e precisa."

    É isso aí, me guardei pra o Carnaval, essa época do ano em posso curtir essa alegria! De sentir o tempo passando mais devagar, de curtir minha Maceió sem congestionamento de trânsito e sem barulho de carros na orla da cidade!

    é um luxo de fato, me sentir em paz!

    Mais um texto que eu me apaixonei! Obrigada, Humberto!

    ResponderExcluir
  21. Meu carnaval está sendo como os outros: divertimento interno. rs

    Tbm não é uma festa feita pra mim!

    ps.: Humberto, "descobri" seu blog no sábado, fez parte do meu divertimento de carnaval. Seria clichê dizer que sou sua fã há 20 anos? sim, seria...mas sou assumidamente cafona para pensar em outra coisa nesse momento!

    E segue o carnaval!

    ResponderExcluir
  22. Adorei ter visto o reconhecimento pelo Eterno Luiz Gonzada, Tenho orgulho de Ser pernambucana, um lugar de diversidade...
    Além do mais o calor das ladeiras de Olinda esquenta nossa terrinha, Ah o Recife antigo maravilhoso como sempre... Verdadeiros Artista passam por lá...
    Bom é poder brincar, trocar sentimentos e com muita responsabilidade.
    Humberto parabéns pelo Texto!!!

    ResponderExcluir
  23. Minha família nunca teve tradição de sair por ai pulando fantasiado, por esse motivo e outros também nunca sai de casa do carnaval, sempre fiquei em casa lendo, escultando música, estudando...Fui criado somente com adultos até os 11 anos por esse motivo eu era a única criança da escola que me preocupava se meu lanche iria durar até o fim do mês, se aos 11 anos já pensava assim, agora aos 19 já me sinto cansado somente em imaginar ficar pulando 4 dias seguidos, no meu ver feriado é pra fazer o que todo mundo reclama que menos tem: relaxar escultando a voz do silêncio.

    ResponderExcluir
  24. 1berto!
    Dançando no Campo Minado é o disco que eu mais gosto!;
    Outras frequências é "hino";
    "Pra ficar Legal" é a que eu mais gosto. Embala minha maior aventura: um salto de paraquedas. Coloquei ela na trilha do vídeo.

    Três trechos que resumem bem meu sentimento de carnaval.

    Para os adeptos da folia de momo, divirtam-se. Meu "carnaval" rola na baixa temporada. Na calmaria dos aerportos e estradas. No atendimento na recepção do hotel; na atenção do guia que me levara nas trilhas quilométricas chapadas a dentro; ou do atendente da praia paradisíaca.
    Na banquinha do doce, da fruta da região oferecida para experimentar...
    Da senhorinha que vende aquele bombom com frutas típicas ou o poeta que vende de mesa em mesa seus escritos.

    Tens razão: "gente" é uma coisa muito especial.

    :D

    MEU CARNAVAL: trabalhando todos os dias como uma semana normal. Minha festa vem nas férias, sempre em baixa temporada.

    Feliz 2012! [AGORA COMEÇA O ANO, NÃO É?]

    ResponderExcluir
  25. É bom saber que vc compartilha os momentos do seu dia-a-dia nesse carnaval com a gente. Nesse carnaval estou em casa aproveitando pra descançar! Vc gosta mesmo de baião? Que bom. Otimo texto! @evilasiochaves fã de fé!

    ResponderExcluir
  26. Acho que essa foi a única boa leitura acerca do carnaval.

    Sou de Recife, ou seja, ainda a essa hora escuto ao longe o som absurdamente alto e absurdamente ruim de um trio elétrico. Não agüento mais escutar 'vassourinhas', 'madeiras do rosarinho' e outros antigos frevos de bloco, não que as músicas sejam ruins, mas o carnaval daqui é tão tradicional que todas as músicas tem mais de 50 anos.

    Silêcio é luxo num período como esse!

    ResponderExcluir
  27. Ah! Luiz Gonzaga é incrível.

    Flávia Rafaela,
    Recife é demais. Em abril desembarco aí pela quarta vez em quatro anos.

    Sou fã do nordeste, em especial de Pernambuco.
    É Recife, cuja saudade nos leva pelo braço. :D

    ResponderExcluir
  28. Como sempre, maravilhoso! Humbertão, a música do Dire Straits é "Sultans of Swing". Você escreveu "Sultains". Mas enfim. Difícil ter que falar isso para um gênio, né. Mas estou sendo sincero, uai! Incrível texto!

    ResponderExcluir
  29. Ahaa...
    E nesse sentido a vida corre, os carnavais passam, àquele pudor que se vê durante o ano desaparece no carnaval e todo mundo se entrega aos sambinhas que parecem ser milimetricamente perfeitos, os passos são tão iguais que nem ouso tentar mexer as pernas, como disse o Humberto não tem malemolência.
    Assim como o meu amigo (virtual) e parceiro diário que todos os dias faz uma cantoria pra mim no ônibus, na rua, no concreto e no asfalto, remo contra a maré... No carnaval me visto de pudor e durante o resto do ano guardo o pudor no guarda roupa e saio pela cidade à procura de bons goles!

    Muito bom texto, Betão!
    Abraço!

    ResponderExcluir
  30. Olá Humberto!
    Estávamos ansiosos por mais um post seu.É uma alegria incomensurável ter a família reunida e poder desfrutar do poder de sua eloquência.Nosso carnaval também curtimos filmes,mas o mais legal de tudo isso é poder estar aqui e saber que você está aí,nos prestigiando com sua presença ilustre.Em todos os quesitos você será sempre nota 10.
    Muito bacana ter voltado com a foto no final do post,sentimos todos abraçados.
    Abraços carinhosos,
    Cammy e família.

    ResponderExcluir
  31. Ha... Humberto muito legal o post e a méusica. Vamos as comparações, o Santa (tricolor) também perdeu, como a grande maioria o foi pra o Recife freva, ou pra praia sambar, não tive quem enchesse meu saca, o silencio aqui em casa é bem comum, to revisando meus trabalhos e lendo machado. Escutem engenheiros, polca vogal e legião, doses homeopáticas só de café.

    bem aqui em PE tão jogando "rock n'roll" no carnaval, e o velho manguebeat. mas nada disso me conquista.

    abraço \o/

    ResponderExcluir
  32. Palavras inteligentes para começar a semana (não muito normal)normalmente. Parabéns 1berto!

    ResponderExcluir
  33. Já tinha percebido a bastante tempo a quantidade de músicas do HG (ou cantada por ele como Quando o Carnaval Chegar)que falam em carnaval.
    Por isso de sábado em diante postei no meu perfil do Facebook trechos das músicas citadas acima pelo HG, ainda acrescentei o trecho de Piano Bar que fala "Ontem à noite eu conheci uma guria, que eu ja conhecia de outros carnavais, com outras fantasias...".
    E ainda tem um trecho de Pouca Vogal que diz "tem pingüim no litoral, em pleno carnaval"...

    ResponderExcluir
  34. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir
  35. Carnaval em casa ouvindo EngHaw, e agora terminando de ler seu post Humberto!
    O "DÉISHHH"(10) "carioquês" foi ótimo kkkkkkkk

    ResponderExcluir
  36. Cara, você é simplesmente demais, teus textos são tão agradáveis de ler que o tempo passa, o texto acaba, e fica o gosto de quero mais.

    "...louco pra ficar legal
    longe da euforia carnaval"

    Abraço!

    ResponderExcluir
  37. Li o texto, enquanto passava de táxi, pelo sambodrómo do RJ. Cara, sou o preto mais sem suíngue do mundo. Meu pai tocava tamborim em uma escola de samba. Perdi a conta das peles que arrebentei, tentando aprender. Haja gato!

    ResponderExcluir
  38. Meus carnavais, todos dentro de casa, são divididos em "utilidade", num sentido pessoal. Os primeiros, quando era criança, serviam, no ato de assistir TV, para observar aquelas mulheres que quase não possuíam roupa, já que nessa época não havia descobrido a Internet, ainda. Tudo aquilo era bem empolgante, para uma criança que via sexualidade exacerbada em um beijo de novela. Era incrível, e só não era mais incrível do que assistir ao hoje extinto(eu acho) Cine Band Privê, bem conhecido entre os guerreiros da madrugada.

    Hoje, a utilidade consiste em, a cada dia de evento frente a TV, me convencer mais e mais de que deveria jogá-la pela janela, ou então atirar-lhe um vaso, só pra ver o que acontece com a vida quando a gente faz o que quer com ela.

    ResponderExcluir
  39. Ah o silêncio, livros, brigadeiro, filmes, mais brigadeiro e mais silêncio... do meu time nem fiquei sabendo. Estou feliz com essa brecha no tempo, com esta melancolia que esta festa tão grande me traz. Fico bem em olhar as fotos de todos alegres com seu abadás e saber que estou distante. Pra mim sobrou o silêncio de uma cidade vazia com ruas desertas, sorvete no final da noite, vento frio... bom saber que ainda não acabou. =)

    ResponderExcluir
  40. Sou do tempo em que se ficava em casa porque estava “esperando uma ligação”; do tempo em que rádios FM faziam algum sentido. Lembro, frequentemente, que eu costumava voltar do colégio solitário (ando só?) a escutar minhas estações preferidas no meu walkman, principalmente para economizar as pilhas que tinham vida mais curta quando acionada a função tape deck (cuma?). Nessa época, uma canção que tocava bastante na rádio Transamérica era “Muros e Grades”, numa versão gravada ao vivo em seus estúdios, com direito a “entre sombras/ entre escombros/ da Transamérica (sic)”, uma espécie de pedágio que os artistas tinham que pagar, imagino – às vezes penso que escutarei esse verso quando ponho a canção para tocar.
    “Muros e Grades” sempre me disse muito, e ainda diz por ter uma letra, infelizmente, cada vez mais atual. Quando escuto uma banda como o Rappa cantar “as grades do condomínio são pra trazer proteção/ mas também trazem a dúvida/ se é você que está nessa prisão”, imediatamente sou levado a “então erguemos muros/ que nos dão a garantia/ de que morreremos cheios/ de uma vida tão vazia”.
    Quem sabe, algum dia, Humberto grave “Nove Zero Cinco Um” (do Minuano) com a letra de “Muros e Grades”. Certamente, fará muitas almas, supostamente protegidas atrás dos seus portões, menos infelizes.


    Ôxe 0: “Nove Zero Cinco Um” em Salvador é nove zero sete um (digitar ou discar?).

    Ôxe 1: Definição de walkman: alguma coisa com luz vermelha que amanhece em Porto Alegre, que serve para ouvir “Sampa” (vidro, concreto e metal) e pampa (descubro um passado que não me pertence).

    Ôxe 2: Pouca Vogal cairia bem na Concha Acústica do Teatro Castro Alves, em Salvador, uma cidade com muitas vogais e outras tantas onomatopeias.

    Ôxe 3: Carnaval? Salvador? O quê?

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Pouca Vogal em Salvador, é isso aí!!!

      Excluir
    2. Gente Ajuda ai!>.. Pouca Vogal em Salvador... Pow Humba... Vamos lá!

      Excluir
    3. Pouca Vogal na Concha Acústica do TCA em Salvador, uma cidade com muitas vogais e outras tantas onomatopeias.
      !!!!Vamos!!!!

      Excluir
  41. Em casa com os amigos, longe de toda a confusão dessa época, comendo muito, enquanto uns morrem malhando e emagrecendo venho comendo e engordando... Mas nada melhor do que estar na tranquilidade com bons amigos e muito chocolate!

    ResponderExcluir
  42. Cara eu também penso que o carnaval não é pra mim, já tentei, quando mais jovem, mas não foi legal, "peixe fora dágua, borboleta no aquário".
    O carnaval só não tá melrhor pq meu livo - Mapas do acaso - não chegou. Tudo bem, to colocando as coisas em ordem. É sempre muito bom ler os teus textos amigo. Sou do nordeste e sempre senti isso com as músicas do Gonzagão.
    Amigo a letra da música no texto, talves não tenha chegado a hora dela, quem sabe um dia?
    Grande abraço, muita Paz e muita Luz!

    ResponderExcluir
  43. Ja dizia o autor longe demais das capitais, mas perto demais do nosso coração, belo texto como sempre e so tenho uma coisa a dizer TU E O CARA.

    ResponderExcluir
  44. Via smartfone: acho que sou único cara que sai de carro ouvindo toda discografia dos engenheiros pelas ruas de belo horizonte.
    de no carnaval. Talvez seja este o motivo um dos motivos de eu ter poucos amigos. Terminei de assisti um filme e lembrei que a
    Esta hora voce já havia postado aqui no blog, incrível fiquei imaginando sobre o que você deveria de escrever e me passou pela cabeça que poderia ser sobre o carnaval. Excelente texto! Nunca gostei de carnaval gosto só do deserto que ele provoca em Bh, sinto como se a cidade fosse minha ao menos uma vez no ano . As vezes penso que a maioria dos teus fãs também não curte essa cultua carnavalesca eu acho. Bom descanso abraço !

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Aqui em BH tem um par de fones de ouvido "exalando" engenheiros também durante esse carnaval.

      Excluir
    2. Ah! Legal, aqui os fãs são tão espalhados, raramente consigo encontrar algum em qualquer esquina...

      Excluir
  45. Ñ posso dizer q Fortaleza está deserta, pq,axo, q quase 60% do povo ñ viajou. Portanto, o silêncio ñ reinou.
    Esse ano ñ viajei, de novo, mas agora c uma desculpa + convincente de q estou estudando p passar na angustia do nENEM. Além desse fato, tbém, visitei à my vó, fui ao hospital p falar c irmã da my vó, brinquei c o Coitado(my violão) e, lógico, ñ faltaram doses generosas de eng do haw e pv em meu celular.
    Eita man: Humberto, se vc chegou a ler my rotina no carnaval, por favor, aguente só + 1 pouco, pq eu quero lhe agradecer pelas suas palavras q traduziram várias coisas das quais desconhecia no meu vocabulário,ainda, limitado.
    Bom resto de carnaval!

    ResponderExcluir
  46. O carnaval chegou, para de se guardar! Vem se jogar aqui em Brasília... Com Engenheiros vem... Oi?!
    Rsrs
    Ps: osmoradores da casa devem ter adorado esse barulho todo seis e meia da manhã!
    Bj Dani

    ResponderExcluir
  47. Carnaval no interior de Itaperuna-RJ é bizarro!

    Todos correram pro litoral, até os donos das farmácias, padarias, lanchonetes, prefeituras (ops!)..

    Um deserto onde ficar, ou melhor, não sair!
    Passando xavecando minha guitarra (comprei semana passada), ouvindo Iron Maiden e ouvi trocentas vezes o VÁRIAS VARIÁVEIS!

    Além de ficar correndo até as cidades menores que a minha (não sei pra que), que orbitam por aqui...

    Ahhh! Conheci uma guria no sábado a noite em Natividade-RJ com a tatuagem "HG" no pulso.. FODA! ela disse que estaria aqui no blog.. então, sou eu.. o doente que estava com a camisa da Grécia, que só falava de EngHaw e esqueceu de perguntar teu nome.. salve dessa! hahaha!

    Vlw Humberto! Estou ansioso pelo livro!
    Vlw turma De fé!

    f
    u
    i

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Ter percorrido as cidades teve um lado bom neh!!!!!Ter conversado maior tempao sobre EngHaw..... E so pra constar...meu nome é Érica Wigand... a menina da tatuagem do "HG" no pulso.

      Excluir
    2. FODÁSTICO TE CONHECER ÉRICA! Agora sei que há mais de 1 'De fé' Por aqui!!! hahahaha! até a próxima!

      Excluir
    3. Tambem adorei conhecer vc e seus amigos que no meio da multidão carnaval, conseguiram me achar pela tatoo. Sempre há mais de 1!!!! Conheço mais alguns na região... Qualquer dia te apresento, da pra passar horas e horas proseando. Até mais Raphael!

      Excluir
  48. Puta carnaval ruim, trancado dentro de uma casa, sem ter o que fazer e pior só fiz merda quando fiz algo.
    Mais passei o carnaval ouvindo QUANDO O CARNAVAL CHEGAR.
    Falando em Zabumba e Triangulo, já que gosta 1ba pq nao vem passar o São João Aqui em Campina Grande (PB).

    Rômulo

    ResponderExcluir
  49. " Escrevi uma letra que mandei para um novo parceiro. "
    Será que ja tem suficiente pra voltar com o Engenheiros e lançar um cd novo ?? Se depender dos textos do blog, eu aprovo a volta agora mesmo !

    ResponderExcluir
  50. Carnaval e solidão andam lado a lado em perfeito estado de conservação. Nasc numa terça de carnaval,22/2 há quaaase 35 anos atras. Tb não entendo esta euforia onde se para o país por 5 dias e se usam ( ou tiram) máscaras e se pára o país. Trabalho no Carnaval. Queria trabalhar na copa. Queria descansar durante os dias do rock in rio ou do shoe enghaw. Taí meu enredo.

    ResponderExcluir
  51. Carnaval, a maior festa hipócrita do país, onde a muitos comem e bebem tudo nos cinco dias e depois vivem a reclamar do governo, desemprego e saúde. Meu carnaval é refinado, comida- boa-na-hora-certa-bebida-boa-devagar, ouvi muito Moody Blues e Nick Drake, essa coisa de sacolejar acabou faz tempo, ninguém mais sabe o que é confete e serpentina. Abraço.

    ResponderExcluir
  52. Gosto do carnaval...e nao gosto...Quando criança ia pq meus pais gostavam de carnaval nos clubes...qnd adolescente fui p farra p Recife/Olinda melhor carnaval do Brasil pq a variedade de estilos musicais é o mais democrático tem maracatu frevo e muito rock!!!...gosto de carnaval! Adoro carnaval! Conheci meu amor na terça de carnaval há dez anos atras!!! P falar a verdade eu n gosto de carnaval pq n sei sambar... rs!adorei o texto e o vídeo! abraço!

    ResponderExcluir
  53. Passando carnaval em Brusque-SC sem sinal algum de escolas de samba e musicas altas, muito bom, agora acordo com esse texto e esse video, muito bom :D

    ResponderExcluir
  54. Tédio total, Humba! Só eu mesma para me fazer sorrir; jogar confetes na minha boca aberta quando vou cantar meu samba enredo e pisar no meu pé esquerdo quando começo o passo do frevo com o direito. Tédio total. Valeu por perguntar. Muito gentil da sua parte. Obrigada. Bom carnaval! Bom fim de carnaval.

    ResponderExcluir
  55. Em outros carnavais, já fui muito de carnaval. Por agora meu carnaval é ficar na minha casinha. Curtir o filhote, o maridão, birita, boa música, bons livros, net, fotografia e meu sax que é companheiro de todas as horas.
    Mas e vc? Como é que vc tá cara? Acho que é maluquice minha, mas desde a última twitcam que eu tô achando que cê não tá legal. Tô achando suas palavras um tanto tristes, ou algo por trás delas... sei la, doidera minha. De qualquer maneira fica bem, que a gente te ama muito e sempre.

    ResponderExcluir
  56. Compactuo dessa mesma ideia, não só no carnaval, mas em tantas outras datas. No ano novo, por exemplo, o céu estrelado é mais encantador que os fogos artificiais. E as companhias, no fundo, são o que importa.

    Escrevo ouvindo sua voz, no Novos Horizontes, Pra ser Sincero ressoa aqui.

    Até mais.

    ResponderExcluir
  57. Meu carnaval tá super família. Batizado da nenê no sábado. Os avós corujando. Almoço na casa da tia...
    Tá sendo ótimo, mas eu sinto uma pontinha de inveja do pessoal pulando na folia. É como na música: "Eu tenho tanta alegria, adiada, Abafada, quem dera gritar..." mas o meu carnaval não chegou.

    ResponderExcluir
  58. Como todo ano faco fico em recluso no carnaval (tb nao gosto) mas esse ano to trabalhando justamente no carnaval ( deve ser algum tipo de praga) mas enfim vida que segue e nisso vc tem razao o silencio e melhor coisa do mundo.
    Desculpe os acentos coisa da Apple.

    ResponderExcluir
  59. Carnaval? Que carnaval? Pra mim esse é só mais um feriado. E como estou de férias, carnaval são os dias que eu estou em casa e todo mundo também está.

    HUGs! (Aquela velha união dos conjuntos H e G)

    ResponderExcluir
  60. Oi Humberto...passei a noite sonhando com você, só com isso o meu feriado de carnaval já valeu!! Fora isso os meus dias foram os mesmos...
    Sabe...morar em cidade pequena tem suas vantagens, mas no quesito SAÚDE é nota ZEROO, nota ZEROO... em outros momentos esse feriado passaria ligeiramente rápido, mas como estou aguardando desesperadamente a quarta, para conseguir uma consulta para minha mãe...putz...ele tá longo demais...desde sexta a noite que tá tudo parado, e tudo em movimento...que o dia de amanhã chegue logo e chegue em paz!!

    Adoro ler o que você escreve...me acalma, me deixa eufórica, me inspira...haa...quando escuto Help eu tenho essa sensação também...quando escuto Nuvem eu sinto a mesma coisa, mas nesse caso beira mais a tristeza, e eu adoro a melancolia que rola no ar...vai entender!!?

    Grande abraço...volto logo para o Ceará!

    ResponderExcluir
  61. "...Louco pra ficar legal;
    longe da euforia carnaval..." quanto mais longe, melhor.
    Passei meus dias de carnaval ouvindo Roger Waters e Bob Dylan.

    @simone_hg

    ResponderExcluir
  62. Thiago Junio (thiagojlv@yahoo.com.br)21 de fevereiro de 2012 11:50

    Caro Humberto, não sou fã do Carnaval, mas gosto de um feriado prolongado, onde podemos juntar a família com mais calma e relaxar. No sábado me aventurei pela segunda vez na churrasqueira. A primeira havia sido na virada do ano. Melhorei bastante, mas ascender a churrasqueira continua sendo um grande desafio. Se um dia eu me perdesse na floresta com um saco de carvão, alcool e palitos de fósforo, ainda assim eu teria que comer carne crua (isso se eu conseguisse caçar algo). Domingo mais familia reunida em um aniversário, seguido de um assalto onde perdi minha carteira e documentos. Na segunda feira-blues, montanhas de Minas Gerais!!! Casa Branca, você precisa conhecer Humberto. Lindo o lugar. Lá brincamos em família, conversamos e rimos muito. Hoje é dia de descançar e montar algumas aulas, afinal, uma minoria dos meus alunos que gostam de física esperam muito de mim, hehehe.

    Um grande abraço, do Professor de Físicas da Belo Horizonte!

    ResponderExcluir
  63. Tche, também tô me guardando pra quando o carnaval passar...
    Quinta-feira começa o ano letivo na escola em que trabalho, aí tenho que chegar "inteiro".
    Na real, eu gosto do carnaval, não o que passa na tv, escolas de samba, essas coisas caóticas que tu não consegue entender o que os passistas cantam... gosto de ir no clube, com bloco, tomar todas. Mas pra isso tem que ter $ sobrando, e não é prioridade agora fazer festa que gaste muito. 5 pila uma latinha de cerveja? Aí fica complicado...
    Então como não pude fazer o que gosto no carnaval, assisti a um monte de programas no History, li uns livros e uns textos na internet...
    Esse ano eu pulei o Carnaval: já estou pensando lá na Páscoa...

    ResponderExcluir
  64. Carnaval? Que carnaval!? ¿Qué es eso

    É de comer? Faz mal? Alguém já morreu fazendo isso?

    Seria um navio transportando containers de automóveis?

    Já sobre sua pergunta, só digo uma coisa, nesse feriado sigo meu

    caminho, devorando concreto e asfalto.

    ResponderExcluir
  65. Parabéns pelo texto, Humberto. Mais um bom texto escrito para os fãs hawaiianos.

    ResponderExcluir
  66. Olá HG, pela primeira vez vou fazer um comentário, não sou muito bom com essas coisas mas, bom... Vamos nessa, sou de Belém do Pará e para mim é uma alegria saber da importância que você dá aos seus leitores e seguidores, vivo longe demais das capitais e é muito legal poder estar te vendo "nem que seja pela tela de um computador", sou fã de seu trabalho como artista e como pessoa também, espero que um dia você possa voltar a Belém (com o pouca vogal ou enghawaii), muito bom o texto de hoje. Um caloroso abraço cabâno (tomara que vc leia os comentários até o fim... rsrs).

    ResponderExcluir
  67. Obrigado pelos comentários, correções e lembranças, pessoal! Sempre enriquecedores.

    ResponderExcluir
  68. Meu carnaval melhorou agora, lendo o texto do dia, também na serra gaúcha.
    Abraço.

    ResponderExcluir
  69. Leio livros durante a semana.
    Estudo coisas durante a semana.

    Mas anseio mesmo é pelo post do Humberto!

    "Depois daquelas últimas montanhas, é o litoral gaúcho.
    Um pouco além, a África. Origem de tudo." Eu tive que rir! (risos)

    ResponderExcluir
  70. O melhor de tudo é saber que o Humberto curte o meu esporte favorito: corrida. Melhor ainda: sente a endorfina, serotonina se espalhando no sangue. É o bichinho da corrida...

    ResponderExcluir
  71. O bom é ter um ídolo. O melhor ainda é saber que o ídolo gosta das mesmas coisas que o fã. Não tenho nada contra o repinique dos tamburins, mas prefiro o tic-tac do relógio na parede. Cada um faz o seu carnaval. O nosso, Humberto, é longe do auê.

    ResponderExcluir
  72. Humberto...
    Sou sua fã de muitos anos,,,como muitos aqui, suponho...
    Bom...não vou começar falando enlouquecidamente e acaloradamente como todo fã, com aqueles textos totalmente iguais... rs.
    Demorei pra postar aqui, só leio observo e absorvo rs...
    Mas lendo teu post de Carnaval, consigo entender mais ainda, o porque gosto tanto de ti!!!
    Acho que, porque me identifico..."não vemos graça nas gracinhas da tv, morremos de rir no horário eleitoral..."
    Putzzzz...você é o cara... gosto da sua simplicidade e de não ser igual a "loucomotiva" do ser humano que consome tudo ao mesmo tempo, sem tempo de ao menos se comover com as pequenices do dia-a-dia.....te admiro e te respeito, e te sigo sempre.

    ResponderExcluir
  73. Meu carnaval foi:

    - ir à Geleria do Rock e voltar com 25 DVDs
    - assitir metade deles entre sábado e domingo
    - passei a segunda-feira na casa d eum amigo jogando Banco Imobiliário e depois Buraco.
    - terça-feira indo para a casa da minha avó comemorar o aniversário dela.

    Além disso, preparando textos para a apresentação do teatro, vendo formas de divulgar o mesmo, lendo coisas interessantes, e na esperança que a quarta-feira de cinzas acabe com a vitória do meu time, a Portuguesa, sob o Corinthinas.

    E sempre em frente.

    ResponderExcluir
  74. Meu Carnaval: lendo Luiz Antônio de Assis Brasil (o ótimo Música Perdida), Terry Eagleton (o complicado A Ideia de Cultura) e escrevendo para o http://viesnegativo.blogspot.com, sobre o Carnaval.
    E, claro, lendo o Blogessinger, meu saudável concorrente das terças-feiras.

    ResponderExcluir
  75. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir
  76. Teus textos sempre uma delicia de ler.

    Bom dia .-.

    ResponderExcluir
  77. OI Humberto!
    Meu carnaval foi estudando Terapia Comportamental, sigo cada vez mais encantada pelas pessoas! " Gente é muito especial" mesmo!!!
    Ah! Felicidade de véspera de carnaval foi saber que Pouca Vogal vai estar em Santa Catarina em março! Bora pra Caçador!!!
    bjos

    ResponderExcluir
  78. Há alguns anos atrás, morando em Sampa, gostava de aproveitar a cidade mais vazia nessa época, passeios tipo Casa de Chá Egípcia ( tudo a ver com samba), a natureza do Parque do Ibirapuera, etc. Nunca gostei de carnaval. Agora, morando no interior, a força do silêncio. Uma tranquilidade deliciosa, uma paz maravilhosa. Feriadão em casa, com a família. Quer coisa melhor???
    Valeu Humberto e todos os companheiros De fé!!

    ResponderExcluir
  79. começou com a endorfina...
    um passeio pelas cavernas da região, nada como passar o carnaval com morcegos...
    =p
    a manha inteira caminhando pra achar a dita da clarabóia e nada, voltei pra casa cheio de dores e com o corpo clamando por descanso.. descansei
    á noite me perdi nos riffs da minha velha guitarra Dixon (acho que nunca ninguém ouviu falar dessa marca), Neil Young, Pink Floyd, Zeca Baleiro e pq não.. Engenheiros do Hawaii!!
    NO dia seguinte fui á livraria, sem nada em mente e descubro um livro muito interessante sobre os 3 mosqueteiros, romance baseado em fatos históricos... meu carnaval esta completo assim
    hoje á noite qem sabe mais um pouco do som da velha Dixon e amanha... Nunca se sabe...

    ;)

    ResponderExcluir
  80. Adorei o texto! Tô curioso pra saber a ligação entre Carnaval e Iron Maiden. hahah

    Forte abraço!

    ResponderExcluir
  81. Esse ano cheguei a dizer no meio da folia na primeira noite de carnaval para as amigas, que era melhor se eu tivesse ido pra algum lugar mais calmo. Bom, mesmo assim continuei curtindo e hoje já acaba o carnaval, talvez tenha dito isso porque o lugar onde estou passando não esteja tão animado como eu esperava e sair ou ficar em casa dava na mesma. Então o texto de hoje caiu como uma luva... Muito bom.

    ResponderExcluir
  82. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir
  83. Adorei essa parte, apesar do texto todo ser massa. "E o silêncio, ah... este é o verdadeiro luxo! Não me venha com incríveis carros do ano, restaurantes badalados, quinquilharias digitais e passaportes cheios de carimbos exóticos. Luxo é ter o tempo e o silêncio que se quer e precisa."
    Meu carnaval foram: no sábado e na segunda trabalheti até às 16h, e o resto das horas fazendo trabalhos da faculdade. Isso quando meu PC colaborava!!
    Bjus;;;

    ResponderExcluir
  84. Oche, sem achar muita coisa das coisas muitas,
    subi a Serra de moto, parei num bar chamado Pink Floyd, de lá, eu vi a chuva chegar e cair bem de pertinho. Foi lindo!

    ResponderExcluir
  85. Cara,eu não sou nada fã do Carnaval!Todas aquelas pessoas fazendo muito barulho,bebendo muito,e cantando e ouvindo músicas ruins em volumes altíssimos.Enfim,pra mim é uma tortura,quarta-feira de cinzas é um dos melhores dias que existem,KKK.

    ResponderExcluir
  86. Por este texto, quase deu pra ver Engenheiros do Hawaii no horizonte, voltando às estradas!!! Posso até falar que deu um friozinho na barriga, o mesmo que dá momentos antes do show dos EngHaw ou até mesmo do PcVgl. Voltem com tudo, estamos precisando.

    ResponderExcluir
  87. Humberto, num mundo que anda soando tão estranho, seus olhares e miragens me ajuda encontrar vários sentidos. Adorei seu carnaval!

    Vou retribuir falando um pouco - pouco de mineiro - do meu carnaval também, acho que vale a pena.

    Moro BH, tive a ideia de ir na cachoeira mais perto, pra ir de encontro ao meu carnaval*. Com uma amiga, viajei uma hora de onibus, mais 3 de caminhada.**

    * por causa da minha absoluta falta de senso de direção, até então, eu nunca havia guiado uma caminhada.

    ** se ela soubesse desse primeiro e mais leve empecilho - e do * - certamente não teria nem ido.

    Iriamos ficar umas 3 horas na cachoeira... Ficamos 3 dias por lá! Só com a roupa do corpo, 3 maças, 2 bananas, 2 broas de fubá, 2 saunduiches de hotdog com mel e 1 garrafa com 1 litro de agua..

    No caminho encontramos um senhor - Lineu - que daria +- 2 km de carona pra gente.. ele acabou nos convencendo a ir na casa dele com cachoeira particular! Parecia ser furada. Mas como é carnaval, acabamos pagando pra ver.

    O Sô Lineu era o máximo. No meio do caminho ele reconstruiu uma ponte que havia caído com as chuvas.. Quase um super homem.

    Quando chegamos na casa dele, poxa, mal tinha parede e janela.. mas a cachoeira era verdade! E o terreno maravilhoso! Ficamos lá. Poxa, era tudo muito bom, de lá dava pra ir em varias outras cachoeiras antes inacessíveis.

    Agora o ápice da história. Na volta de umas cachoeiras não encontrávamos a trilha. E quando eu achei que tudo estava na pior, piorou. Com horas de caminhada a guria que ia comigo não queria mais andar, e pedi pra q ela esperasse sentada eu achar uma saída... Quando voltei pra comunicá-la que havia encontrado, ela não estava mais lá! Foi quase meia hora de desespero, corria e gritava por ela.. perdê-la era como perder minha alma!

    "Devolva-me o que você levou, ou, leve-me contigo, perca-se comigo"

    Acho que re-encontrá-la foi uma das maiores felicidades da minha vida até hoje.

    Na volta caminhamos quase 5 horas.. Cantamos "A Montanha" mentindo a parte "nem tão perto que eu possa acreditar que o dia já chegou". E ainda bem que chegamos(!). À parte de toda aventura estava lá cidadezinha aonde pegamos o onibus de volta pra BH.

    Cheguei em casa, li seu post, te vi interessado em saber o que ocorreu comigo.. Taí amigo.

    Quem quiser discutir sobre alguma coisa do que escrevi, sinta-se à vontade!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. isso é carnaval aventura e drenalina

      Excluir
    2. Pareceu um filme de suspense! Legal, essas aventuras inesperadas, da pra lembrar pro resto da vida rs legal!

      Excluir
  88. ...esse deve ser o 15º carnaval que ouço AMUSED TO DEATH (Roger Waters), meu rock enredo favorito nesses tempos de serpentina. Carnaval, não saio de casa.

    ResponderExcluir
  89. Grande HG

    Realmente tempo e silêncio que se quer e precisa é luxo poder fazer minhas coisas sem gente criticando é luxo..

    Passei o carnaval assim mil planos um realização e assim quando o luxo do tempo não vem rs..
    Mas cuidar dos meus cães e gato e ficar na minha comigo e meu computador mesmo tendo que trabalhar um pouco é bom é luxo não precisar cumprir horário trabalhar sozinha na minha

    "eu e minha circunstância
    sempre só nós dois: eu e eu"

    e pra fechar curtir teu texto!

    bom restinho de semana

    Ligia CN

    Ps:. correr sempre é bom demais um pedal e uma escalada tbm....

    ResponderExcluir
  90. Ah, Humberto você é mesmo demais!

    É muito bom saber que mais pessoas pensam como a gente, ainda mais sendo alguém que considero um mestre.

    Muito obrigada pelo texto, pelo som, por compartilhar sua sabedoria e seu precioso tempo.

    Grande abraço!

    PS.: esse seu recanto parece um paraíso


    Tiago Thiago, adorei sua aventura de carnaval... hehehe. Você hein?! Corajoso e através da sua coragem e persistência conquistou um troféu e tanto. Só fiquei com uma curiosidade: essa guria já sabe o quão importante é pra você? Abraço

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Melissa,

      pega a música "pra ser sincero", tira dela angustia - se é que isso é possível - e injeta de volta uma dose de sentimento de convicção de ser a coisa certa a distância..

      Pois é, ja "caminhei" com essa guria por quase 5 anos.

      Nesse tempo, e ainda hoje, faço ela saber o quanto é importante pra mim.

      Agora seguimos separados.

      Mas estou sempre de olho.

      O que aconteceu com a gente na trilha - que eu contei no texto - acontece o tempo todo.

      Imagine, ela, que toma varios remedios contra depressão, já estava preparando-se pra viajar com varios amigos - viciados em droga - pra praia..

      Não poderia, à exemplo do que aconteceu, deixá-la sozinha pra ser perder num rumo errado..

      Enfim,
      "chame do jeito que quiser, medo, coragem ou amor..."

      Mas sabe, no meu texto eu tentei falar da aflição que qualquer homem - com um pouco de cavalheirismo - sentiria ao saber que perdeu uma moça aos seus cuidados!

      Abraço

      Excluir
  91. Não curto muito carnaval, ou seja, cair na folia!! Todos aqui em casa viajaram...Fiquei em casa estudando pra uma bela prova que irei fazer lá em Fortaleza.Na vida de estudante, todo tempo é pouco...Devemos aproveitar!!!

    ResponderExcluir
  92. Meu carnaval foi em um sítio com musica boa e tentando acabar Dom Quixote no original!!!!

    ResponderExcluir
  93. todo carnaval tem seu fim ja dizia los hermanos
    uma data festiva mas que esta longe de ser festa popular dominada pelos vips e camarotes patrocinados prefiro meu vinmho e meu blog
    abraço de sampa!!!!

    ResponderExcluir
  94. faltou essa "quem me sempre parado, distante, garante que eu não sei sambar... to me guardando pra quando quando o carnaval chegar..."

    ResponderExcluir
  95. UMA DATA SEM NEXO, SEM FUNDAMENTO, SEM FINALIDADE, COMEMORAMOS O QUE MESMO?

    ResponderExcluir
  96. Texto déissssssh ! Obrigada pelo abraço! meu carnaval?
    Um pouco de silêncio e um copo de água pura!

    ResponderExcluir
  97. "Grande Texto!!! Grande Gessinger!!! Este texto foi a única CULTURA que foi publicada no carnaval!!!"

    ResponderExcluir
  98. Carnaval bom só se for com Gessinger!!! Texto maravilhoso, pra alegrar nosso Carnaval...Como tem sido o meu? Ahhh. . tranquilo, sem nenhum deslize..apenas aguardando o próximo texto (ou vídeo?) bjos e abraços :) Dani Rosseline!

    ResponderExcluir
  99. Poxa, invejei teu feriado.
    Andei com preparativos mil pra começar o ano letivo. Vai ser minha estréia na frente do quadro negro e toda preparação é pouca.
    Bacana saber que tem composição nova pintando por aí.
    Concordo que essa nossa tchurma da serra e do vale brincando de samba vai meio contra as leis da natureza, até acho graça da situação.

    Os textos estão ficando como as músicas, já não sei de qual gosto mais... No fim acabo com um carinho especial por todos.

    ResponderExcluir
  100. Carnaval... apenas mais um feriado pra repor as energias gastas durante a semana corrida de um docente de química do ensino básico. Uma meia semana pra terminar bem, ao som do bom e velho rock and roll.... parabéns por essas palavras, faço delas o alimento da minha alma. Abraços...

    ResponderExcluir
  101. Carnaval... apenas mais um feriado pra repor as energias gastas durante a semana corrida de um docente de química do ensino básico. Uma meia semana pra terminar bem, ao som do bom e velho rock and roll.... parabéns por essas palavras, faço delas o alimento da minha alma. Abraços...

    ResponderExcluir
  102. Carnaval... apenas mais um feriado pra repor as energias gastas durante a semana corrida de um docente de química do ensino básico. Uma meia semana pra terminar bem, ao som do bom e velho rock and roll.... parabéns por essas palavras, faço delas o alimento da minha alma. Abraços...

    ResponderExcluir
  103. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir
  104. Olá, sou Bia Ennig e represento a COLT CREATIVE.
    Trabalhamos com: CRIAÇÃO DE SITES, FOTOGRAFIA E DESIGN.
    Gostaríamos de mostrar nosso trabalho, e estudar a possibilidade de prestar nossos serviços. Convido para conhecerem nosso site e ver nosso portfólio. Ou no caso, entrar em contato para uma apresentação de nosso trabalho.
    Muito obrigado pela atenção e ficamos a disposição para todos esclarecimentos.
    Atendemos das 8h as 18h por telefone e até as 22h por e-mail.

    Atenciosamente
    Bia Ennig e COLT CREATIVE.


    Bia Ennig
    Mkt Colt Creative
    F: (51) 30 84 23 75
    Cel: (51) 95 00 72 55


    Site http://coltcreative.com.br/web
    FaceBook http://facebook.com.br/coltcreative

    ResponderExcluir
  105. absurdamente bom............super trisuper baião é muito bom a cultura nordestina me segura qual a âncora no navio, qual me prende, rock é vela qual me leva, muito mate e um pouco de silêncio, uma cadeira meus chinelos e os quadros sempre no mesmo lugar na tv as escolas desfilam sem som uma fogueira na lareira uma brasa acesa sem carvão, e o baião queria ser um sanfoneiro de chápeu cangaceiro lendo vidas secas pela 3 vez, meu carnaval foi assim um vampiro que odeia sangue.Valeu Gessinger o melhor post que já li superou em todos os quesitos ah não podia me esquecer...um carro desses com o som alto passou em frente de casa tocando pampapobre ah achei o máximo valeu HG coMANdO dELta são josé do rio preto sp louco de satisfação!!!!!!!!!!!

    ResponderExcluir
  106. Adoro a verdade que esses textos me passam, e o tanto que eles me fazem viajar!

    ResponderExcluir
  107. Já é quarta ? e de cinzas ??Putz !!!
    As feministas e os feministos me perdoe.
    Pra ser sincero,, Carnaval pra mim, sempre foi sinônimo de mulé pelada na TV...
    Um lance de carnaval que acho legal é a quarta feira de cinzas, nunca encotrei um Pierrrot chorando na sargeta, mas o ar fica diferente, feito o domingo, vc pode esta numa prisão a cem anos,, mas vai saber quando é domingo, mesma coisa com a quarta de cinzas.
    Como dizem os cariocas...Agora começa aquele intervalo chato, que fica entre o carnaval e ano novo...!
    Boa quarta amigos de Fé, irmãos de highway...
    Boa quarta Seu Humberto.

    ResponderExcluir
  108. Opostos! Tbm sou assim... carnaval na Serra, silêncio e natura! Deliciaaa

    ResponderExcluir
  109. Opostos! Tbm sou assim... carnaval na Serra, silêncio e natura! Deliciaaa

    ResponderExcluir
  110. "Ela desatinou, viu chegar quarta-feira
    Acabar brincadeira, bandeiras se desmanchando
    E ela inda está sambando"

    Existe sempre essa graça de fim de carnaval... agora as contas à pagar se acumulam na estante, e quem disse que o ano começa depois do carnaval... nunca ouviu Raul.

    Meu carnaval foi no campo... acampando... dormi em barraca... abraçado com a namorada... curtindo o frio da noite ( frio aqui é coisa rara)muruins na perna picando tudo... e o repelente não repele nada... outra propaganda falsa... também no frasco não falava nada contra os muruins...

    Sabe... cada dia que vejo, analiso e percebo o mundo tenho menos fé no homem... e fico muito triste com isso...

    Abraços Gessinger... Bom ano!

    @uevertom

    ResponderExcluir
  111. Cara!!!! como é bom saber que existem mais pessoas, desse tipo Suas musicas são as poucas coisas que escuto o resto é só comercio rsr ... Acredito que seria incrível ouvir Gessinger e Gonzaga kk seria sensacional; enquanto o carnaval.. Boa sorte pra quem não consegue ver isso !!! Fico triste por eles mas feliz por nós .. . Abraço cara !! saiba que vc tem um cara que ti considera aqui no Piaui

    ResponderExcluir
  112. Andre Ramos (Fortaleza CE)22 de fevereiro de 2012 11:04

    Carnaval de 2011 foi definido em janeiro. viagem a Gramado! de primeira vista parecia q Gramado seria uma decisão influenciada pelo que HG conta ou mostra de lá no twitpic, mas depois que a ideia foi amadurecendo e ao chegar e conhecer o lugar descobri que qdo HG me influenciou a gostar da serra gaúcha eu (não sei porque, mas) já gostava!

    maior motivo pra viagem, pedido de noivado! Já contabilizando 3 anos de namoro com uma linda jovem que conheci no Trio Gessinger Aranha Ayala em Sobral (o show elétrico no meio dos acusticos com o HG no baixo)... seu nome: Mirelle! enfim, voltando a história o Lago Negro seria o cenário (bem que HG me disse que o cenario ajudaria) para o pedido de noivado.

    Os dois tb avessos ao carnaval e tudo que lembre swingueira, escolas de samba, forró estourado na caixa de som ou "assim vc me mata" (e mata mesmo ouvir tantas repetiçoes).. já estavamos lamentando não poder estar em gramado todo carnaval . Chegando a hora ainda sem saber pra onde fugir, até que veio a salvação promoção de carnaval no cinema! 3 filmes em 2 dias e os outros dois dias vendo que já dá pra casar: SABEMOS /PODEMOS SOBREVIVER COM A PRÓPRIA COMIDA!

    É isso ai uma história hawaiiana que ano que vem provavelmente tenha um novo capítulo Gramado ou o Primeiro capitulo "carnaval NA NOSSA casa" =)

    espero daqui pra lá, ou lá mesmo ter a chance de esbarrar com HG de novo que indiretamente esteve presente na construção dessa história!

    ResponderExcluir
  113. "Sultans of Swing. Ops, me enganei: esta útlima é uma música do Dire Straits."

    hahahaha...cheguei a acreditar nisso por um segundo!

    "e eu vou me guardar quando o carnaval chegar..."

    abraço!

    ResponderExcluir
  114. essa música é bonita demais... saudades dos engenheiros, vou ouvir aqui.

    *feliz quarta-feira de cinzas...

    abraço.

    ResponderExcluir
  115. Curti meu carnaval foi bem católico (sem ironias), passei em uma convivência de início de curso, do caminho neocatecumenal... Perdi todo clima carnavalesco das grandes multidões e caminhei por estradas que só eu conheço!
    Me fez muita falta o post, mas enquanto não pudia ler, ficava imaginando como seria...

    Gessinger...
    Abraços sem serpentinas e confetes, mas com muito amor

    ResponderExcluir
  116. quem seria este novo parceiro de composições
    torço pra ser o novo ( vleho ) carlos maltz

    ResponderExcluir
  117. fiz meu carnaval para volta ser criança assistir vários filmes que eu tenho do anos 80 como a trilogia "de volta para o Futuro" entre outros e comecei a ler o ser e o nada do Sartre foi ótimo

    ResponderExcluir
  118. Eu gosto de carnaval. Não pela folia, mas sim pelos cinco dias folgados que ele me proporciona. Li histórias em quadrinhos, alguns contos e vi e revi alguns filmes, além de ficar em um boteco que gosto muito, onde só rola som de qualidade.

    Na média, foram dias bem proveitosos.

    Abraço.

    ResponderExcluir
  119. Passei meu carnaval em um acamapamento (de igreja Protestante), no qual toquei "Outras Frequencias" um dia a tarde. Sucesso garantido! ahah

    ResponderExcluir
  120. ...FIQUEI O ANO TODO ESPERANDO O CARNAVAL CHEGAR RSRSRS E NEM SAMBEI....

    FUI PARA TERRA NATAL....PROGRAMA RURAL, FAZENDA, PESCAR, PENSAR, REFLETIR N TENHO NADA CONTRA O CARNVAL RSRSR MAS TB NAO É PARA MIM.....PREFIRO FICAR NA SANTA PAZ!!

    ResponderExcluir
  121. Passei meu carnaval da melhor forma possível...Humberto
    Ensaiando com mais 3 loucos que também não gostam de carnaval.
    Ficamos em nosso estúdio ensaiando novas canções e mudando um pouco o Repertorio da Banda!!!

    ResponderExcluir
  122. Embasbacado, é o que esse pouco tempo de leitura tem feito eu perceber sobre mim mesmo. Não, não estou querendo bajular, só estou encontrando similaridade nos pensamentos e isso me deixa... Sem palavras [Rá]. Mas, enfim. Organizarei melhor meus pensamentos e melhor me expressarei em outra ocasião. Sim, sou um grande apreciador dos trabalhos do E.H. Diria ate que esse trabalho me orientou a ser estudante de sociologia e grande entusiasta em epistemologia das letras musicais. Obviamente os Engenheiros são de grande contribuição para meus devaneios... Mas, como falei, ainda estou desnorteado por poder falar com aquele que, antes era ídolo, totem, segundo Durkheim [leituras sociológicas] e Hoje, o percebo como um companheiros, mais avançado, de pensamentos. Em outra ocasião, caso se interesse, passo o link do que escrevo... Já alertando que são abstrações sociológicas... [Em entrelinhas, toda essa situação me faz pensar em como esse meio de comunicação é revolucionário... Quem diria... Linha direta com você! Enfim. Até]

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Achei incrível seu comentário, pois me sinto exatamente assim... e no meu caso o trabalho do Gessinger me levou pra psicologia...

      Excluir
    2. Incrível como as palavras do Humberto e seu trabalho nos dão um sentido quando paramos pra pensar sobre nós mesmos.
      Sociologia, psicologia, eu escolhi a música, se isso tem ligação com o Humberto? Ah, se o escuto desde criança ao lado do pai, ele deve ter influenciado sim!

      Excluir
    3. Massa! Não sou "Forever alone" afinal, [rs] no caso de interessar:
      http://musicaesociologia.blogspot.com/

      O mais legal, digamos, é que depois de muito ouvindo e formulando opiniões, com base no que ouvia. Acabo por descobrir que ele partilha das mesmas influências que as minhas...
      Belchior, que ele regrava "Alucinação"... Sem mencionar o regionalismo musical do nordeste, que, neste blog mesmo ele afirma ser tocado por tal.
      Em suma: ^^

      Excluir
  123. EU já sou o contrário. Adoro carnaval, rua, povo e barulho. E moro em Salvador. Não tem muito a ver, pois sou de Fortaleza e moro aqui há 2 anos apenas. Enfim. Nesse ano estou curtindo o carnaval no sofá há 3 dias por conta de um olho roxo que arranjei ainda na sexta-feira. E não briguei. Tá muito estranho. Mas é bom por ser uma coisa nova na minha vida: carnaval sozinho no sofá. Abraços.

    ResponderExcluir
  124. Haha... Eu tinha perguntado para minha namorada e minha irmã: O que fazem os roqueiros no carnaval? Minha namorada me sugeriu de escrever para você e perguntar... Nem precisou. A resposta taí... Nesse mar de sons ruins o melhor remédio é mesmo ficar quieto em casa e botar na vitrola o que apetece. Abraço!

    ResponderExcluir
  125. Sou deste carnaval que corre pro lado contrário. Com os amigos, fomos a Zombie Walk em Curitiba. Escutei muito Pouca Vogal e também "A violência travestida faz seu trottoir" junto com meu pai, escutamos algumas vezes porque parávamos a cada pouco pra dizer quão era a riqueza da música, que está mais atual do que nunca. Enfim, foi um carnaval na chácara, com música boa. Só faltou o chimarrão.

    ResponderExcluir
  126. nesse 'carnaval' fui pra um dos pontos altos do 'carnaval' aqui no nordeste,fui pra natal,mais sabe qual foi meu 'carnaval' onde fui pro alto da esteria 'carnaval' onde fui alem da alegria do 'carnaval' foi quando viajei pela primeira vez na entrelinhas da BR101 rumo ao RN e claro quando botei os pés na 101 ou melhor as pneus,coloquei no DVD do carro infinita highway AO VIVO no rock rio 2003.TA LIGADO quando ninguem ver mais la dentro de vc,vc ta sorridente e viajando literalmente nas entrelinhas da 101.e quando pensei q minha viagem q meu carnaval ia ser so no decorrer da 101 e que quando chegasse em natal tudo ia se torna em ver homems vestidos de mulher kkk esculta pagode,samba,funk,etcetc...NAO foi bem superior a isso pois ficamos em uma cidadezinha pequena longe da muvuca do carnaval,fomos conhecer as dunas as praias na calmaria que eu sempre quiz pra um carnaval de uma pessoa que nao curti carnaval...vlw mestre bom começo de ano pra nos todos!

    ResponderExcluir
  127. Oi, Beto! Meu carnaval passei andando morro acima, morro abaixo em busca de cachoeiras na Chapada Diamantina, região de Irecê-BA, onde vc esteve com o Duca (e eu não pude ir). Um par de botas, muito sol, muitos sotaques, um pessoal fumando "um" como se fosse tão importante assim; no grupo especial, Você, Eddie Vedder, Joe Bonamassa, Gilmour e Caetano disputavam as duas últimas baterias restantes. Alguns dias pra pensar bem e achar que está fazendo tudo errado,mas deu tempo de lembrar que "tanto faz"!

    ResponderExcluir
  128. David Panagiotidou - Fortaleza22 de fevereiro de 2012 16:25

    Che, foi muito bom ler tudo isso. Pra quem acabou de ler "Notas do subsolo", não deixa nada a dever. Não core, eu sei que 'Dosto' é insuperável.
    Como não se comover com Assum Preto, e como não balançar com "...Todo tempo quanto houver pra mim é pouco, pra dançar com meu benzinho numa sala de reboco."
    Abraços sinceros!!!
    P.S. É bem melhor do que beijo no seu coração! KKKKKKKKKKKKKK

    ResponderExcluir
  129. Respostas
    1. Desculpa mas as vezes você parece ser um bruxo (no bom senti claro) kkk sempre prevendo algo rs ou sei lá sempre rola algum acaso em algo que tu diz rs

      Excluir
    2. David Panagiotidou - Fortaleza23 de fevereiro de 2012 12:36

      No Rio tá tudo mudado
      Nas noites de São João(Carnaval?)
      Em vez de polca e rancheira O povo só pede e só dança o baião.

      Excluir
    3. Que bruxo!
      Oche, num é que lembrei de ti quando vi o resultado...
      Pois é, agora vim aqui te chamar pra dançar ou cantar um xote e baião.

      ( :

      Excluir
  130. Já que perguntou......Mais uma vez visitei tua "quase Terra Natal" Minas Gerais. Fui visitar meu sogro, que nesse carnaval completou 90 anos....como ha 18 anos faço o caminho Mogi das Cruzes/SP - Piranga/MG conheço bem várias cidades por onde vc anda, aquelas que muita gente nunca ouviu falar e numa dessas cidades (já nem me lembro qual) ainda vi um outdoor quase destruido pelo tempo, mas indicando que vc tinha passado por lá....foi legal ver!!!
    Nos quase 1450 kilometros (ida/volta) ouvimos Enghaw e PV, sempre "cantarolados" por minha filha de 9 anos...mas no interior de Piranga/MG trocamos ENGHAW e PV por Mário Zan, presente de aniversário, porque meu sogro toca sanfona e gosta muito.....boa troca, não acha?
    Até a próxima viagem.....(pra Minas ou aqui em casa mesmo)
    Alcirene Sousa

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Estive neste show em piranga mg deve ter uns 18 anos aproximadamente e ficou gravado para sempre em minha memória...

      Excluir
  131. Cara!!! Sou tão fã que me escritos na linhas de suas frases. Parece eu tê-la escrito. (perdão, mas não é comparação).

    Mas você consegue dizer com maestria tudo aquilo que todos os dias tenho vontade de dizer, mas minha ignorancia não permite!.

    Uai 1) Sou mineiro!

    Uai 2) Tbem não gosto de carnaval.

    Gilvane

    ResponderExcluir
  132. Passei o carnaval em casa, com minha família, ouvindo EngHaw na hora de dormir rs foi bacana. Texto muito bom, me lembra uma citação de "todo carnaval tem o seu fim", acho interessante ver tantos investimentos escolas de sambas e etc, e nada em educação...(aquela velha história)
    "de um lado esse carnaval, do outro a fome total (paralamas) "

    ResponderExcluir
  133. Meu carnaval? O festival da carne?

    Passei tentando fugir dele... Recusando convites para bailes, festa e outras coisas.

    Quando percebi que era impossivel mergulhei em um bom líquido alemão, dourado, gelado e com espuma branca!

    Impossível fugir!

    Acabei bebado e fui dormir!

    Bah: Descobri que Vodka significa "aguinha" em russo. Será que lá os passarinhos tbm não bebem?


    Um abraço 1berto!


    Boa semana!

    ResponderExcluir
  134. Tenho um amigo que é dono de uma ilha, que fica num grande açude aqui da região, me refugiei do Momo nessa ilha, onde, entre outras coisas escutamos Beatles e Gonzagão.E lá não tem sinal de celular, e eu só ficava pensando "o que será que HG escreveu?". Aí li o texto saboreando-o lentamente. Ei rapaz, você é um potente gerador de endorfinas para adultos de bom gosto....rsrs. Abraço

    ResponderExcluir
  135. Humberto, o clima advindo das tuas canções, acerca do carnaval, me parece o mesmo de um poema da Cecília Meireles: Elegia sobre a morte de Gandhi. Não estou com ele aqui, mas há um verso que, se não me engano, diz o seguinte: "Eis que vai sendo carnaval por aqui. Por toda a parte." Sempre gostei muito do carnaval, esse longo feriadão em que leio tantos livros e caminho pra caramba nas margens de estradas e rios... É isso, cara, distantes do confete, mais do que dizermos que "todo carnaval tem seu fim", dizemos que o nosso sequer tem começo... Abraço do Paraná! Molinari.

    ResponderExcluir
  136. Mestre,
    só nos responde essa, com sinceridade: Engenheiros do Hawaii de volta em 2012/2?

    Ouvimos direito esta informação?

    Abraços

    ResponderExcluir
  137. Bahhh!DÉISHHH, nota DÉISHHH para teu post, tua sinceridade!

    Meu carnaval foi massa, sem paixões carnavalescas(contrário ao ano passado), desci e subir ladeiras, no sol e na chuva no melhor carnaval do mundo, com pessoas maravilhosas e ainda fui obrigada a me fantasiar de pirata(ta, é melhor não ri), show de Lulu Santos, Lenine e Seu Jorge em pleno carnaval aqui no Recife Antigo, acordar ás 5 da manhã numa terça de carnaval para ir num bloco e acordar os gringos nas ladeiras! kkkkkk
    É isso mesmo, ano que vem tem mais!
    Beijos e adorei saber que você dançaria ao som do nosso baião, xote e xaxado! *-----*

    Rayanne Almeida
    Amo você

    ResponderExcluir
  138. Escrever com a maestria que escreves é algo realmente indescritível(sei que é chavã), é como se o só o "dom" não bastasse e junto tivesse o "sublime dom" ou o "dom sublime" ... Parabéns ^^) quando vai ter outro show do Pouca aqui nas Alagoas? quase um ano depois e ainda sinto a adrenalina daquel show aqui ...

    se puder dar uma olhada no meu blog me sentiria honrado, pode criticá-lo, sugestões se ao menos deixar um comentário se eu num tiver um ataque do coração de tanta emoção ficarei, retomando, honrado ^^) http://eltonjonathas.blogspot.com/

    ResponderExcluir
  139. Passei fazendo trilhasefotografando em meio as serras. Tempos de chuva aqui no Cariri, tudo verde e visões privilegiadas, quis fugir da rotina e principalmente do barulho (poluição sonora e mental) que os ventos trazem dos sons de carro e dos vizinhos que encistem em perturbar o sossego de quem gosta da paz que traz o som do silencio. Depois das trilhas passei o ultimo dia de Carnaval descansando em casa na minha terrinha (Juazeiro do Norte -CE) onde também descansa o Saudoso "Luiz Gonzaga". Abraços!

    ResponderExcluir
  140. passei o Carnaval andando de skate, fazendo música e falando com a pessoa mais maravilhosa do mundo \o/ (se ela ler, saberá que é ela)
    uma boa data pra ficar à toa fazendo coisa boa (y)

    ResponderExcluir
  141. Gosto de alguns cantores e de algumas artes do carnaval,Seria até legal se não existissem tantas imprudências ...Seria até legal se não existissem tantos e tantas... pós-carnaval!!

    Então nós somos bobos como muita coisas em comum: Preferir a simplicidade,bater um papo com os amigos, ouvir uma boa música, ler, assistir...

    Quero falar de um tempo mágico onde eu vi a alegria e o brilho da festa
    Carnaval(micareta) na infância:
    Lembro-me que minha mãe costurou um longo vestido azul com bolinhas coloridas vestiu-me e disse:-Nós vamos ao micarete(micareme)
    Fiquei ansiosa pra ver a grande festa tão falada na época.Chegando a casa de minha tia encantou-me poder acender as luzes de dia.
    Á tarde eu e minha prima ganhamos uma linda mortalha(abadá da época)com lindas pinturas de araras e purpurina de várias cores, minha tia falou :-Vai com tua prima pular o micareta!
    Minha mãe com medo disse :-Não irmã;elas são duas crianças! Minha tia:Não tem perigo nenhum!(Incrível como isso foi possível)Desci a rua encantada com a beleza da veste e logo nos deparamos com uma multidão de pessoas com várias mortalhas,máscaras e caretas.Tudo aquilo me encantava, menos as caretas que me causou o maior pavor ainda mais quando um dos foliões balançou o rosto pra mim com uma careta dos caretas (bloco da época)semelhante a um carrasco!
    Daí a pouco minha prima se entusiasmou com a passagem do trio, saiu pulando como uma pipoca e me deixou sozinha, eu comecei a gritar o nome dela mas sem resultado nenhum!
    Pensei:-Só me resta confiar em Deus e esperar que algum conhecido possa me achar!
    Anoiteceu e o medo deu lugar a satisfação em ver a beleza e o colorido das lâmpadas que juntas formavam máscaras, confetes, serpentinas , pierrôs e etc.Barracas vendiam lindas lembranças e enfeites.O trio chegou perto de mim com autofalantes e músicos tocando uma agradável música carnavalesca que mais tarde eu entendi ser
    The Beatles- I Want To Hold Your Hand Instrumental.Pessoas passavam por mim com belas maquiagens, purpurinas e estrelinhas fixas com batons que era um péssimo adesivo e as deixavam cair e me davam a idéia de catá-las pra levar pra casa como lembrança da bela festa. Lembro-me que fiz amizade com outra catadorazinha de estrelinhas de micareta e nos alegrávamos a cada encontro do enfeite tal qual diamantes de valor de cores variadas.
    No auge do meu contentamento o meu tio apareceu e me disse:-O que você está fazendo aqui sozinha?Vamos pra casa!
    As estrelas passou a ser um ótimo brinquedo e um incentivo à arte.Bons tempos aqueles!

    ResponderExcluir
  142. O carnaval foi e sempre será para mim a pior festividade,comemoração que a humanidade(no caso brasileiros)poderiam inventar,sem sentido algum a não ser a total desordem,excessos,brigas,dst,mortes,drogas e afins,dias em que simplesmente a nação deixa de produzir para regredir a irracionalidade banal de uma festa deprimente,com valores chulos.

    ResponderExcluir
  143. Sensacional saber que tem gente que se parece com nós que não somos os únicos diferentes , acho que a arte por mais incompreensível ,destaca essa unidade dos mais diferentes se tornarem iguais!!!

    ResponderExcluir
  144. Acabei de chegar do Carnaval e estava ansioso para o post dessa semana, pois imaginava que seria sobre isso. Também acho que o nosso país deve se orgulhar dessa festa. Poderia ser melhor, se alguns soubessem curtir com moderação. As notícias são de mortes nas estradas, brigas e jovens que perdem a vida de tanto se drogar nessa época do ano, como aconteceu com 3 pessoas na cidade onde estava. Passei em Diamantina/MG, que está entre os carnavais mais badalados do Brasil. Primeira vez que fui. Tudo o que eu ouvia falar de lá, realmente aconteceu. O agito, as ladeiras animadas e a impossibilidade de dormir sequer 3 horas de sono com tranquilidade devido ao barulho são verídicos(as). Pretendo voltar outros anos. Confesso que praia, cachoeira ou sítio me seduzem mais do que essa histeria de Carnaval. Meu suingue é esquisito, mas me sinto jovem demais aos 21 anos pra buscar algo mais tranquilo. É como se daqui há alguns anos eu iria me arrepender de não ter curtido isso na fase certa da vida, é estranho pensar assim, mas algo me diz que estou certo.

    Quem me vê sempre parado, distante, garante que eu não sei sambar. Tô me guardando pra quando o Carnaval chegar...
    Abraço Gessinger!

    ResponderExcluir
  145. RECADINHO PRA VC 1BERTO HOMENAGENS VC JA RECEBE INUMERAS FACO DAS PALAVRAS DE SEUS FANS AS MINHAS PALAVRAS SOU DE 81E TUDO Q VC JA ESCREVEU INFLUENCIOU MEU CARATER VC REALMENTE E UM GENIO (MOZART BEETHOVEN TCHAIKOVSKY FAZIAM PARTITURAS E MELODIAS E TOCAVAM A MUSICA E UMA FORMA DE EXPRESSAO DE SENTIMENTOS MUSICAS CLASSICAS EXPRESSAM TRANQUILIDADE FELICIDADE TRISTEZA MAS E DIFICIL DE INTERPRETAR O Q O COMPOSITOR QUER EXPRESSAR MUSICA MODERNA TEM O CANTO JUNTO NAO MENOSPREZO O TRABALHO DE NENHUMA BANDA OU CANTORES E CANTORAS MAS TEM ALGUNS Q NAO TEM A MINIMA VOCACAO MUSICAS SERTANEJAS SAO FACEIS DE INTERPRETAR EXPRESSA AMOR PAIXAO SAUDADES MUSICAS AXE SALSA MERENGUE FUNK SAMBA MELODIAS Q EXPRESSAM ALEGRIA MELODIAS VEJA BEM PQ AS LETRAS OS DIVERSOS ROCKS E O POP POLITICA AMOR VIDA COTIDIANA...... CARA MAS VC COMPOE TOCA VARIOS INSTRUMENTOS INTERPRETA E EXPRESSA ALGO PASSA A MENSAGEM CLARAMENTE DIGO Q TCHAIKOVSKY E PEQUENO PERTO DE VC ARRANJOS COM OS SONS MAIS INUSITADOS VC JA FEZ. BOM EU SEI LA SE MUSICA E OBRA LITERARIA MAS QUE INFLUENCIA UMA ENORME MASSA ISSO SEI Q FAZ SE A MUSICA E OBRA LITERARIA POESIAS EU SEI Q SAO VC MERECE 1BERTO UMA CADEIRA NA ACADEMIA BRASILEIRA DE LETRAS.BOM MSM QUE VC NAO SENTE NUMA CADEIRA IMORTAL VC SEMPRE SERA PELO TRABALHO OBRA Q VC REALIZOU!
    PS.EU SEI Q SEU TRABALHO NAO VAI PARAR ACEITA UMA SUGESTAO? INFLUENCIA ESSA NACAO A SE REVOLTAR CONTRA IMPOSTOS E SALARIO MINIMO E REFORCA EM TODOS IGUAIS E TAO DESIGUAIS (DESIGUALDADES SOCIAIS).

    ResponderExcluir
  146. Olá Humberto! Eu adoro o feriado que o Carnaval me proporciona. Tbem não pulo. Vamos (eu e minha familia inteira) para o sitio e la ficamos entregues à preguiça,dormindo tarde, acordando mais tarde ainda, rindo, brincando na piscina com as crianças e comendo, comendo, comendo... vc sabe né? mineiro gosta de uma boa mesa... rsrsrs São momentos que não troco por nada nesse mundo. Meu colega de trabalho que foi pra praia me disse que sitio no Carnaval é coisa de gente velho. Se ele vê paz e tranquilidade dessa forma, fazer o quê? Beijo grande pra vc.

    ResponderExcluir
  147. Como sempre maravilhoso, muito bom ter suas palavras pra alegrar meu dia .

    ResponderExcluir
  148. Sobral- CE fica deserta nesta época. É muito legal andar pela a cidade assim pela tranquilidade e pela beleza que não percebemos no dia-a-dia. Já o Carnaval de hoje aqui no Nordeste perdeu a identidade, a moda de forró elétrico faz dos ouvidos pinocos. Só nos resta mesmo curtir o feriado bem longe da folia. Belo texto! Humbertão = Gonzagão

    ResponderExcluir
  149. No Carnaval das montanhas de minas rolou silêncio e friuzinho em meio ao carnaverãoinfernal...
    Este tempo e silêncio são reveladores..impagáveis..

    "Os teus ouvidos estão enganados.
    E os teus olhos.
    E as tuas mãos.
    E a tua boca anda mentindo
    Enganada pelos teus sentidos.
    Faze silêncio no teu corpo.
    E escuta-te.
    Há uma verdade silenciosa dentro de ti.
    A verdade sem palavras.
    Que procuras inutilmente,
    Há tanto tempo,
    Pelo teu corpo, que enlouqueceu." Cecilia Meireles "

    ResponderExcluir
  150. Não quis pegar o "tô me guardando pra quando o carnaval chegar" do Chico? rsrs

    delícia de ler esse post, principalmente pq tenho as mesmas opiniões sobre doses homeopáticas de pessoas e esse feriado não ser para mim...

    ResponderExcluir
  151. Mto legal..

    Sem qrer pedir demais e já pedindo, vc poderia disponibilizar o vídeo do post e demais das TwitCams, só em audios, em MP3! são versões especialíssimas..

    acompanhando as sugestões de videos do youtube vi um na estrada da MTV do simples de coração.. interessante ver o maltz no busao.. o "perrengue" da vida de hotel em hotel.. tem saudade?

    ResponderExcluir
  152. Estou muito feliz!!

    Descobri seu trabalho há poucos meses e agora vejo o quanto eu perdi por não lhe conhecer antes. Mas antes tarde do que nunca.



    Aandia Cunha

    ResponderExcluir
  153. ______________________________________________

    Gessinger! Presenteia Caruaru com mais uma passagem tua por aqui :)

    ______________________________________________

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Tem q presentear Natal tb... Com os Engenheiros... Infelizmente quando o Pouca Vogal veio não estava na minha cidade...

      Excluir
  154. Sou de Recife, Parceiro...e em Recife, Foi Galo da Madrugada, Bailes, Pulinho em Olindae outros mais... Carnaval é tudo dibom...


    E pra fechar, Luiz Gonzaga reinou absoluto no Rio de Janeiro!!!

    ResponderExcluir
  155. É otimo ler estes comentarios... só fico pensativo quando em alguns textos fica a ideia de que meu feriado de carnaval é melhor que o seu... por que o meu é no sitio ou vendo filmes no DVD seja dormindo ou nas ladeiras de Olinda... não existe melhor ou pior, particularmente meu carnaval é a familia reunida brincando frevando... mas não é pior nem melhor que o carnaval de quem pensa diferente...

    ResponderExcluir
  156. Quem mora em cidade pequena como eu, pouco conhece da badalação do "carnaval", nos contentamos com a suavidade do silencio nas madrugada, o máximo que ocorre é passar em um posto de gasolina e ter de escutar uma galerinha "escutando éguinha pocotó". heheheh
    Eu descansei no carnaval, folga. Tão sonhada folga (1 dia). heheh
    Simplesmente texto sensacional!!!
    Valeu Humberto.

    ResponderExcluir
  157. Como sempre seu texto é maravilhoso!
    Apesar de morar no nordeste,não gosto de carnaval...As pessoas aproveitam dessa festa pra, na maioria das vezes, fazer coisas erradas.As mulheres perdem os seus valores por tanta vulgaridade e futilidade que dominam nos seus atos.As boas bandas perdem seu lugar para bandas que fazer uma letra com 5 versos e sem contar com as letras ridículas que movem toda uma massa!!!
    Meu carnaval Humberto foi apreciando sua musica,e seu livro(cujo eu estou relendo pela 3 vez...pra mim cada vez que eu leio fico ainda mais sua fa) ,lendo outros livros,tocando,escutando musicas de verdade!!
    Abraços!! ;*

    ResponderExcluir
  158. Olá Gessinger, talvez (provável) que vc não leia, mas gostaria de deixar um assunto, para talvez um dia ver tu dissertar a respeito: "antigas amizades" aquelas que um dia foram as melhores coisas que tivemos e com o tempo não sobrou mais nada, tornaram-se em "estranhos" esses amigos...penso muito a respeito disso, e creio que tu possa com autoridade explanar sobre o assunto...vlw

    ResponderExcluir
  159. Também gosto de curti o carnaval assim, e a praia no inverno é tudo de bom... Meu carnaval foi vendo meu aniversário passar (21/02) e fazendo faxina na nova casa! Vou completar meu clico no sul e vou pro Rio Grande (Rio Grande que eu digo é RS, não a cidade, custumes do PR que não sabe que exite a cidade), morar em Santa Maria, espero que tenha show de ti por lá! Abraços! Que essas parcerias deem um bom som (como sempre).

    Larissa (www.flickr.com/larissahvieira)

    ResponderExcluir
  160. Fábioleques@hotmail.com

    cara, nem pra comentar sobre o texto porque, como todos os outros e como tudo que o hg escreve, tem perfeiçao. sou mais um de fé que sempre observa tudo no blog e nunca comenta nada, mas agora venho pra expressar minha alegria ao ver que, no planeta atlantida 2012 o vocalista da fresno, num projeto paralelo de carreira solo, cantou somos quem podemos ser, inclusive citando o humberto no meio da musica. até aí, tudo bem. o incrivel mesmo é a parceria que o cara convidou pra cantar com ele: PIRISCA GRECCO. esse cara representa o que há de melhor na musica nativista do rio grande do sul, e botou muita alma ao interpretar engenheiros. hg poderia dar uma espiada nas musicas dele e quem sabe fazer uma versao aqui no blog, só pros de fé. seria muito legal. quem sabe "Chacarera do tempo" ou "romance de fronteira".


    Grande abraço a todos de fé e que curtem essas linhas cruzadas das musicas urbanas e nativistas.

    ResponderExcluir
  161. Isaac Bashevis H. essinger. Bashevis. kkkk(Espero q tenhas entendido à "piada")

    Divertido o texto... O vídeo poderia estender-se num eterno pôr-do-sol, que acompanharia madrugada à dentro - ou seria dia - Parabéns. Mais um dos fãs de idade negativa.

    - Organização das almofadas - DÊZZZZ
    - Vista da sala? - DÊZZZ
    - Sanfona - OITO E MEIO
    - Alegria - não pudemos calcular o pessoal anda rasgando dinheiro.

    Asssitir-te no Sábado de Carnaval. Não tem preço - ou seria nota? - Valeu, obrigado por ser músico, se bem que não está distante da arquitetura. Está das idéias, dos prédios que só a imaginação consegue dar conta.

    ResponderExcluir
  162. Oi espero que leia isso,Mas se não ler não tem problema...
    Meu nome é Daniel Secundino eu moro numa cidade chamada canindé no céara.Sou muito seu fã desde criança,esculto suas musicas desde 6 anos e hoje aos 15 meu sonho e ti conhecer e poder tocar um pouco com você... espero que um dia isso aconteça

    ResponderExcluir
  163. É curioso, mas, no final das contas às pessoas parecem gostar mais dos seus ouvidos do que da sua voz. Todos têm algo muito importante pra compartilhar com vc - nosso grande amigo? -

    ResponderExcluir
  164. Caramba Humberto!!!
    Remar contra maré...Nunca gostei de samba, pagode e afins...
    talvez por não ter nenhum ou quase nenhum swing. Nos últimos 7 carnavais passei trabalhando. Como sou segurança, entre uma ronda e outra, boto em ordem a leitura e aprecio o silêncio das estrelas. (quem me dera ter um radiotelescópio)Assim são minhas noites de carnaval...graças a Deus!!! qdo meus amigos me dizem:
    bah é F*%@# trabalhar no carnaval, não respondo nada. Asinal o eu quero é o silêncio dos tamburins...

    ResponderExcluir
  165. Gessinger... parabéns por mais um bom texto cara, de verdade, teu trabalho é foda mano.
    Continue aprimorando os instrumentos, que andei sabendo que você toca mais instrumentos do que se pode contar no dedo...
    Ancioso pela volta do engenheiros, acredito q assim como todo mundo aqui do blog.


    @nigganeto
    Evaldo

    ResponderExcluir
  166. Muitos anos passei me divertindo muito mas sobre efeito alcool, esse ano ainda bem optei mais calmo, acampamento de retiro ondi aprendi muito principalmente sobre eu mesmo coissas que só quando a gente fica isolado, com muito tempo livre reflete e analisa bem , abços........

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. È isso ai ansioso pela volta dos Engenheiros

      Excluir
  167. Fiquei um tempo sem ler o blog. Não vi as últimas duas ou três twicams. Sabe como é, às vezes a gente se afasta de certas coisas, mesmo coisas que a gente gosta. E depois volta. Como uma onda de rádio, do mar, um gráfico do seno.
    Me tocou a frase: "Luxo é ter o tempo e o silêncio que se quer e precisa." Depois de uns anos, deixei de seguir a onda dos amigos e fui atrás do que eu queria. ("Conhece-te a ti mesmo" disse um cara, há um tempo atrás.) Passei o carnaval na praia da minha cidade, 50km ao norte da euforia uruguaia e 200km ao sul da brasileira.
    Uma "ilha" nos campos neutrais. E foi demais.
    Abraço HG!

    ResponderExcluir
  168. Gessinger...È..... increível!
    Cada dia mais apaixonada pelas palavras de gessiger,
    Um pequeno testo dele é capaz de nós levar á uma viagem interna tão profunda, que quando voltamos dela vemos td diferente.... Amo...

    ResponderExcluir
  169. Texto: 10.. nota 10!

    Música para ouvir enqto lê: 10.. nota 10!

    Saber das coisas boas que saem de seu carnaval, qr seja recluso ou em gravadora: 1000.. nota 1000! rs..

    Até então só achava que tínhamos de "ganho" os prejuízos nos cofres públicos e algumas musiquinhas chatas e repetitivas! ^^


    http://www.youtube.com/watch?v=T1MKkGYRQzM&feature=related

    ResponderExcluir
  170. Bem real, o carnaval tem seu fascínio, o que ofusca o brilho da festa ainda é a falta de respeito com que alguns da grande maioria prostituem a imagem brasileira ( afinal, nem tudo é sexo ). As musicas ( nada contra os ritmos ) perderam a poesia simples e se embrenharam numa orgia de duplo sentido. Essa agressividade do ninguém é de ninguém, a invenção dos camarotes que divide a festa em duas ( elite ou povão ), a violência desmedida com que os "baianos" se aceitam ( tratam os turistas a pão de ló e os seus conterrâneos a soco e a ponta pés ) Deixam claro que na verdade "DE FÉ" o sonho não é popular... E as autoridades protegidas pelos os abadas e cordas fingem não ver o que a mídia não mostra. Acordar é tão bom quanto sonhar, quando podemos realizar um sonho, chamado "VIDA REAL" e o carnaval precisa de uma realidade bem mais respeitosa do que a fantasia de que nesta festa só tem alegria... Lívia Souza

    ResponderExcluir
  171. aaaa...
    Que pena...
    Voltei aqui [um ano depois] pra ver o vídeo do carnaval chegando com a aurora na serra [a barra do dia surgindo com HG cantando], mas o vídeo não está mais disponível...

    ResponderExcluir